Meu primeiro boquete

Há 3 meses 20 ★ 4.67

Meu nome é isabelly este é o meu primeiro conto aqui, tenho 16 anos.

Tudo o que eu vou relatar aqui é verídico, e dependendo das minhas próximas aventuras irei contar aqui

Eu ainda sou virgem, e recentemente estava no saguão da escola sentada no colo do meu amigo conversando sobre as minhas ficadas, as minhas loucuras e do nada ele começou a mudar o assunto, falando da primeira vez dele com a ex e começou a contar até os piores detalhes daquela transa, confesso que fiquei muito excitada fiquei imaginando cada detalhe que ele me falava, notei que ele percebeu que eu estava gostando e foi falando coisas mais picantes ao lado do meu ouvido, fui fechando os olhos e mordendo meus lábios e ele me apertando contra seu pênis, senti algo duro roçando em minha bunda, fiquei incomodada era a primeira vez que sentia algo assim.

-Quer mais? -Disse o Arthur mordendo a minha orelha. Arrepiei do ultimo fio de cabelo até o dedão do pé, apenas afirmei com a cabeça.

-Então me espera daqui uns 3 minutos ali do lado da biblioteca. -Disse ele saindo de perto de mim e indo pra sala dele. Fiquei sem reação, não sabia o que fazer, apenas fui até a biblioteca e esperei ele… não demorou muito e ele voltou me puxando pelo braço até um canto, notei que ele estava meio confuso e logo lhe perguntei.

-O que foi? Já desistiu? -Olhei pra ele com uma cara de triste.

-Não cara, é que não da pra ir em lugar nenhum-Disse coçando a cabeça.

-Tu que pensa, a casinha do jardim aqui do colégio ta sempre aberta, é só pular a grade, esqueceu??

Ele não falou nada, apenas piscou pra mim e fomos logo em direção da grade, pulamos a grade e o mais rápido possível entramos na casinha nos agarrando, trocando beijos molhados, nos acariciando, simplesmente eu estava no mundo da lua, nada parecia ser real, ja que nada disso parecia real, pensei comigo mesma ‘Vou entrar nesse barco e vou fazer algo que jamais fiz’, empurrei ele em direção da mesinha e tirei a camisa dele, eu estava totalmente com desejo de fazer aquilo então fui beijando seu peitoral, dando leve mordidas no mamilo, passando as unhas na sua barriga… fui descendo os beijinhos e me ajoelhei na frente dele, levantei meu rosto e fiquei olhando para ele com uma cara de pidona e coloquei minha boca sobre o pênis dele por cima da calça enquanto pressionava minha boca ali, senti que algo ja estava endurecendo e logo mordi com força.

-Para de me provocar sua vadia. Disse ele batendo na minha cara, juro que naquele momento fiquei meia chateada, era a minha primeira vez, não sabia como eram as coisas, mas tudo bem, continuei, abaixei sua calça e a sua cueca ao mesmo tempo, logo que vi seu pênis arregalei os olhos e peguei na mão, fiquei alisando por uma bom tempo, sentindo aquela carne quente na minha mão crescendo aos poucos, inocentemente comecei a fazer um vai e vem gostoso, fui acelerando os movimentos e coloquei minha língua pra fora, passei a mesma na cabecinha do pênis dele, fui explorando cada centímetro com a minha língua, logo acostumei e perdi a vergonha e cuspi no mesmo, cai de boca naquela maravilha, mamei gostoso , chupei tudinho, só dava pra ouvir os gemidos do Arthur, fiquei louca de tesão naquele momento, desci a boca para as suas bolas e chupei uma por uma lentamente, levando a minha língua por todos os cantos enquanto massageava o pau e ia passando os meus dedos na cabecinha, subi a boca e tirei meus dedos dali e mordi levemente a pontinha e entre os dentes encostava a língua na cabecinha.

-Vou gozar- Disse ele segurando a minha cabeça e fazendo um movimento de vai e vem com o seu pênis na minha boca, enquanto eu fechava bem a boca, senti o seu pau crescer um pouco mais quando ele me avisou novamente -Engole tudo. Não deu nem tempo dele falar que já saiu aquele líquido quente sobre a minha garganta, aquele gostinho bom invadindo a minha boca, engoli tudinho e bati seu pênis na minha cara olhando pra ele com uma cara de putona. Volltei a bater uma punheta e Depois decidi parar antes que alguém vinhesse e nos pegasse no flagra, depois disso nunca mais fiz nada…no momento estou atrás de homens mais velhos e experiêntes pra me mostrar coisas diferentes
Adiciona no face só homens maduros

https://www.facebook.com/isabellyme65102

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,67 de 18 votos)
Loading...

20 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. foda-se jardim

    Ja li outros saites mesmos contos so fez copia fez ne safadinha

  2. Renato

    Vms conversar meu email [email protected] adoraria ter ensinar gostoso vi seu face vc e mto linda e gostosa pirei em vc

  3. Anônimo

    mandei convite no seu fb adiciona linda.

  4. JOHN DEERE CHUPADOR DE ROLAS

    Cara, fala sério que estão acreditando que a menina escreveu esse conto e meteu o face dela ali?
    Isso tem cara de vingancinha de namoradinho corno ou amiga invejosa!

    Sem falar que o conto parece que foi escrito por um homem com tesão em novinhas.

    Se esse link for coisa de vingança, pode dar um BO da porra!

    • Daniel Coimbra

      Olha o JOHN DEERE agora chupador de rolas. Viado, a senhora tá causando.

    • Gostoso João

      O Daniel Coimbra tá certo,se esse tal de John Deere assumisse logo que é viado que nem a gente,ele seria muito mais feliz

  5. Ramonrrgarcia

    Oi Isa…
    Adorei seu conto. Tenho 38. Te adicionei no face.

    Ramon

  6. Negrão sp

    Boa tarde que delícia Isabelly gostaria de fazer contato com você e outras mulheres que gostam de uma boa conversa e uma aventura [email protected]

  7. John Deere,Matador de Veados

    Já dei meu cu algumas vezes, inclusive quando criança, pois minha mãe era prostituta e os caras metiam nela e em mim. Eu gostava sim, e muito, de sentir um pauzão rasgando meu rabo, mas tomei raiva da viadagem porque um dos machos que comia eu e minha mãe passou o bichinho da goiaba pra gente. Minha mãe morreu desnutrida, ressecada, desdentada, descabelada e muito fodida. A AIDS acabou com seu corpo, e eu fiquei sozinho no mundo. Comecei a dar o cu nas estradas pra poder me sustentar. Por causa desse sofrimento todo comecei a ficar com raiva, mas confesso que meu maior sonho era encontrar um macho legal que me assumisse, e eu seria sua putinha fiel.

    • Daniel Coimbra

      Em vez desse sujeito intitulado “JOHN DEERE” assumir que é um veadão porco,degenerado,pervertido,imundo e sujo que nem eu,fica destilando morte e ódio aos homossexuais,grupo danado a qual eu pertenço
      Cuidado veado,o bicho da goiaba vai matar você!

  8. casado tarado

    Oi linda adorei seu conto e adoraria trocar experiências com vc tenho 41 anos sou casado e se quiser ter novas experiências quem sabe eu posso te proporcionar algumas. Me manda um e-mail pra [email protected]

  9. Professor safado

    Adorei o conto, muito exitante.
    Sou professor no RJ. Procurando alunas curiosas para aulas particulares.
    [email protected]
    Email e skype

  10. marcello

    delicia se vc tiver skype me add [email protected]

  11. denilson

    NOSSA QUE DELICIA ISABELLY ME DEIXOU COM MUITO TESAO AQUI,,,TE ENVIEI CONVITE NO SEU FACE,, ME ACEITA LA PRA GENTE CONVERSAR TA BOM DELICIAAAAA

  12. L.santos

    Gostei do conto, isa vamos se conhecer melhor passa seu contato

  13. Gato Safado

    Ótimo conto e bem narrado, tenho 39 anos e adoro uma novinha safadinha bjs

  14. Andre

    Oi delicia…tenho 45 anos e a rola grossa e cabeçuda pra vc chupar bem gostoso e bastsnte porra pra vc engolir todinha…se quiser fodo ate seu cuzinho pra vc nao perder o cabaço. Meu email [email protected]

  15. correa

    Oi ISA lindo conto me chama no email [email protected]
    Para trocarmos ideia.

  16. Tih

    Oii adorei 😍

  17. Marcos

    Que pena que não tenho face pra te add Isabelly.