Fodendo a camareira

Autor

Bom dia. Vocês ja me conhecem pelo meu conto em que eu e um passageiro fodemos. Meu nome é Rodrigo, 26 anos e moro no Ceará. Antes de trabalhar como cobrador eu trabalhava num complexo hoteleiro, o Beach Park. La eu trabalhava supervisionando camareiras e serviços gerais. Ocorreu que uma camareira chamada Sandra, foi contratada. Ela não era aquela lindeza de rosto, mas eu não ligo pra aparência, ligo apenas pro prazer, mas em compensação, ela tinha um belo corpo. Baixinha, bunda e peito grande, uma delícia. Acabou que uma vez precisei trabalhar no turno da tarde, e fui até o quarto que ela limpava. Quando entrei me deparei com ela de 4, apanhando um lençol que caíra, fiquei ali observando aquela bunda quando ela percebe minha presença. Sem mais delongas ela se aproximou e perguntou o que eu tinha achado, naquela hora percebi que ia rolar algo. Eu falei pra ela que senti um tesão enorme, e ouvindo isso ela pegou no meu pau que latejava e estava duro como rocha. Logo ela baixou minha calça e começou a beijar a cabeça do meu pau, nas suas chupadas e com muito tesão, peguei ela no colo e a levei para a cama, la tirei a roupa dela e começamos um 69. Ela chupava meu pau e eu chupava sua cheirosa e gostosa buceta, passava a língua no seu cuzinho que piscava pedindo por rola. Me saí debaixo dela e de 4 mesmo comecei a penetração, no começo ela se sentiu incomodada pois fazia tempo que não fazia sexo e sua bct estava bem apertadinha. Então fui com carinho, primeiro a cabeça. Tirava e colocava. Até que ela pediu pra colocar tudo e coloquei ela gemeu e começou a rebolar feito uma safada, depois de um tempo assim ela pediu pra eu pegar ela em pé. Foi complicado por conta da nossa estatura, mas com um jeitinho meti meu pau, e metendo mais forte e ela pedindo mais, perguntei se poderia comer seu cuzinho. Ela disse que sim. Mas essa vai ser uma outra história. Até a próxima.
Meu email e skype é rodrigo.caio.1992@hotmail.com

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,89 de 9 votos)
Loading...