,

Priminha interesseira

15-06-18 Por 2 ★ 3.45

Me chamo Bruno, tenho 27 anos e sempre fui viciado em sexo. Minha família é de Minas Gerais e tenho muitas primas lá. Desde adolescente visito parentes lá no interior e sempre tirava uma casquinha das primas. Quando eu tinha 17 anos, eu ficava com uma prima de 14 que se chama Tati. Ela era branca, peitos grandes, bem redondinhos e durinhos e adorava que eu chupasse ela. Não comia ela, era só amasso e dedadas mesmo.
Um dia, estava na casa dela de noite, meus tios estavam fora na igreja e ela estava sozinha com a irma mais nova (Niele) que tinha 11 anos na época.
Com a irma dormindo no quarto, comecei a safadeza com a Tati que deixava eu fazer tudo, tirei a blusa dela pra chupar os peitos e baixei a calça de moleton com a calcinha pra esfregar meu pau duro na buceta virgem dela…faziamos isso sempre, mas era a primeira vez na casa dela.
Em certo momento, percebo a irma mais nova agachada na porta (Eu e Tati estavamos na sala). Na hora travei e nao consegui ter reação. Tati nao havia percebido, e deixei ela esfregando meu pau na portinha da buceta dela…ela esfregava muito até gozar, e depois eu gozava nela, mas com minha prima mais nova olhando, fiquei doido e gozei na hora…assustando a Tati até.
Ela ficou brava perguntando porque nao esperei ela, eu inventei uma desculpa qualquer e o asusnto morreu. No dia seguinte estava na casa dela denovo e aproveitei pra passar a mao na Tati sempre que a mae dela nao tava vendo. Minha prima mais nova fingia que nao percebis e fingia ver desenhos. Em certo momento, disse que iria pra casa da minha vo e a Nieli pediu pra ir junto. Minha tia deixou e disse que eu cuidasse dela.
Chegando na minha vó, não tinha ninguem em casa e fiquei vendo TV. Nieli disse que ia tomar banho la porque o chuveiro era mais quentinho e estava frio. Não sei o que me deu, mas fiquei de pau duro e decidi bater uma pra aliviar enquanto ela se banhava. Estava quase gozando quando pensei em ir ver minha prima pela fechadura da porta pra gozar mais…e foi o que eu fiz. Cheguei na porta e estava so encostada, abri um pouco sem fazer barulho e vi ela de costas cantarolando no chuveiro. Gozei na hora no chao mesmo e sai correndo.
De noite, tinha combinado de ficar com a Tati na casa dela denovo e logo as coisas esquentaram. Pais dela fora e a Nieli dormindo. Comecei a falar sacanagem pra Tati e ela ficando doida…ela perguntou quem eu tinha vontade de ver pelada e eu falava das amigas dela, de uma outra tia nossa que é bonitona, e isso so deixava ela mais doida…ai eu disse que queria comer 2 irmas juntas…ela estremeceu o corpo todo e gozou muito forte esfregando meu pau na portinha.
Ficou uns minutos respirando fundo de olho fechado e estava de pernas bambas…disse que eu era doido e fui embora depois de gozar com a cabecinha dentro dela.
Isso foi se repetindo pela semana toda, eu esfregando e falando putarias no ouvido dela…e ela gozando sempre forte quando eu dizia de 2 irmãs…até que um dia, estavamos na casa dela esfregando como sempre e eu provocando ela…e eu percebi que ela tava com uma calcinha diferente com desenhos…ela foi esfregando com a calcinha de lado mesmo e me disse:
– Você sempre me provoca e faz eu gozar né? Agora é minha vez! Sabe essa calcinha? É da Nieli pra você gozar na minha bucetinha pensando em 2 irmãs!
No mesmo segundo eu gozei tão forte que até fiquei tonto e perdi a visão uns instantes…foi muita porra mesmo e escorria de dentro dela enquanto eu ainda gozava.
Fiquei até fraco e fui pra casa da mina vó sem energias…
Logo mais conto outras historias dessa minha prima safada…abs

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,45 de 20 votos)

Por ,

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Carioca Safadinha

    Seu conto é uma delícia
    Continua por favor

  2. Tarado por noivinhas

    Sim cara conta mais adorei