,

Papai e o médico examinando minha bucetinha 5 (surpresa)

18-06-18 1 ★ 3.75

Olá voltei pra continuar minha história…
Depois que papai comeu meu cuzinho ele o tio Cláudio, meu pediatra, me deixaram dormir um pouco pra descansar, mas logo fui acordada com a rola do tio Cláudio batendo na minha carinha de putinha "acorda putinha, quero comer esse rabinho gostoso" "hum oi tio, vai comer meu cuzinho agora?" "Vou sim minha putinha, olha como o pauzão do tio tá duro, pronto pra arrombar esse cuzinho" "cadê o papai?" "Ele já em, mas a gente não precisa esperar já podemos começar… Mama a rola do tio, deixa ela bem babada pra eu enfiar nesse cu gostoso sua puta" o tio começou a socar a rola dele na minha boquinha, o pau dele era tão grande que mal cabia na minha boca, mas eu me esforçava pra fazrr direitinho, passava a linha na cabecinha, deixava ele meter o pau na minha boquinha como se tivesse metendo numa buceta de puta velha, saia até lágrimas do meus olhinhos, eu engasgava com aquela tora na minha boquinha de criança.
"Aaaahhhh eu amo essa boquinha, minha boqueteira favorita, como mama gostoso a minha putinha, pena que o tio tem gardar o leitinho pro seu cuzinho, se não eu ia te afogar com minha gala, sua puta, cedla gostosa, baba na rola que arregaçar seu cu, piranhazinha… Tá bom ele já estáta bem babado, fica de quatro que nem uma cadelinha" fiquei de quatro com o rabinho empinado, e ainda balancei a bundinha como imitando uma cadelinha abanando o rabo " é assim mesmo que você tem que rebolar no meu sua cadela, não faz nem 1 hora que tomou nlrola no cu e já tá abanando o rabo pra levar"
Tio passou o lubrificante e o anestésico no meu cuzinho "agora que esse cu já foi aberto não vou pasaar muito anestésico pra você poder sentir a rola do tio entrando tá bom bebê?" "Tá bom tio, pode colocar no meu cuzinho" "isso safada pede rola no cu, pedi" "coloca sua rola no meu cuzinho tio" "pedi pro tio socar a rola no seu cu sua cadela" "soca a rola no meu cuzinho tio, soca a rola no cu da sua cadelinha" titio segurou na minha cinturinha que de tão pequena as mãos dele fechavam na minha cintura… Colocou o pau na reta no cuzinho e quando sentiu a cabeça entrar socou o resto com força me fazendo dar um grito "aaaaaiiii tira tio, tira!! Tá doendo tiraaaaa!" " que delícia… Relaxa que já pasar" eu chorava enquanto tinha um pau gigante socado no meu cuzinho infantil, tio Cláudio não tinha nem um pouco de dó e começou a meter primeiro devagar, mas logo intesificou e começou a meter no rabinho como se fosse uma pita de rua e não uma garotinha "aaahh rabo gostoso sua cadela! Ainda bem que aeu pai saiu, aquele corno ia querer que te comece com carinho, mas eu quero rasgar esse gostoso, isso putinha chora na rola do tio, senti o pauzão do tio rasgando suas preguinhas, ah cu delícioso…" tio Cláudio metia sem dó no meu rabinho e só chorava, mas já estava começando a me acostumar com aquele pau gigante arregaçando meu cu "aaahh tio vai dar leitinho no cuzinho bebê, toma leite aaaahh, toma leite nesse rabo sua puta, cadela, toma leite no cu, piranha, delícia, cu maravilhoso, puta safada, aaaaahhhhh" tio encheu meu cuzinho de leite e deitou comido de ladinho ainda com o pau atolado no meu cuzinho, ficamos um tempo engatados até o pau amolecer e sair do meu cuzinho, tio Cláudio começou a beijar todo meu corpinho " tio te amo minha putinha, você foi perfeita, muita mulher adulta não quiz dar o cu pro tio e você foi uma medida grande e forte e aguentou tudinho, putinha linda, gostosa do tio" dormir com o tio me beijando e elogiando….

Espero que tenham gostado vou tentar continuar as histórias, se vocês quiserem que o pai o médico façam alguma outra coisa com a Lautinha digam aqui e talvez eu use no próximo conto… Só lembrando que é uma fantasia então não tem limites para a imaginação…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,75 de 20 votos)

,

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Anônimo

    Bota mais caras nessa história