,

Estuprado no Cinemão

16-06-18 Por 3 ★ 3.45

Tenho 36 anos, sou o passivo nas fotos publicadas neste conto. Aconteceu quando resolvi conhecer um dos cinemas de putaria próximos ao Largo do Arouche. Cheguei no cinema e logo após passar a catraca fiquei um pouco confuso, como é que se fica com alguém naquele lugar. Subi ao segundo andar, onde ficam passando filmes de sexo gay, e tinha pouco movimento. Fiquei pensando, onde tá todo mundo…

Via algumas pessoas circulando e fui na direção do movimento, uma escada do lado direito na parte mais alta da arquibancada do cine, tinha uma escadaria que descia. Lá embaixo, a sala de projeção adaptada para virar um dark room. Cheiro de macho, mijo, porra. Apenas ouvia a respiração das pessoas, parecia que tinha umas 10 lá.

Fiquei um tempo e chupei um cara lá, a visão foi acostumando, quando vi, tinha vários caras olhando, batendo punheta, sem saber o que fazer.

Fiquei curioso… E se eu me oferecer praquelas pessoas… Tirei a roupa e fiquei somente de sapato, escorado num canto mais iluminado daquela sala (considerano que unica iluminação é lá embaixo na sala de projeção (de filmes hétero, no subsolo).

Em pouco tempo um cara já começou a alisar minha bunda. Nem vi quem era, logo chegou outro e socou o pau na minha boca. O primeiro, sem falar nada, encapou o pau, passou um gel e já foi socando a rola. Socou forte e de uma vez, gritei e vi estrelas, começou a meter muito forte e rápido. Foi rápido e gozou em uns 5 minutos.

Quando olhei para o cara, tinha uns 8 machos envolta, punhetando. Um já segurou minha cabeça e socou a rola na minha garganta, enquanto outro já se encaixava, na posição pra me socar a rola. O segundo que meteu, deu um tapa forte e socou a rola, nem deu pra ver se ele tinha colocado camisinha. Nisso, levei uma gozada na garganta, enquanto estava preocupado. Coloquei a mão pra ver se o cara tinha colocado capa, e estava sem. Fiz que fui sair, e outro já entrou na frente, me segurou, deu um tapa no rosto e me mandou ficar parado.

Gemendo e meio tenso, sentindo a pele do pau do macho contra a pele do meu cu, chupando rola, levei uma segunda gozada na boca, mas o cara só saiu de lado, e entrou outro pra eu chupar, enquanto um continuava me segurando.

O cara me enrabando foi aumentando o ritmo, socando a rola forte no meu cu, até que gozou e encheu meu cu de leite. Notei que tinha uma galera maior lá agora, uns 10 caras envolta vendo a cena.

Na sequencia levei mais 5 rolas de machos no cu, todos sem capa. Eu já não estava aguentando mais, meu cu ardia com a porra que começou a escorrer pela minha perna. Eu já desesperado, tentei sair e levei um tapa no ouvido, mandando eu ficar quieto e aguentar, dizendo que eu tinha me oferecido pra todos agora tinha que aguentar todos. Foi foda.

Levei 8 gozadas no cu de pessoas que nem vi o rosto. Engoli mais umas 5 gozadas.

Tinha mas umas 5 pessoas na fila pra meter, pq outras foram chegando. Eu tava já quase largado no chão sujo daquele lugar, sem forças pra aguentar mais nada, os caras me dominando sem dó. Vejo uma luz entrar pela porta, uma lanterna. Era o tiozinho da limpeza. Entrou e começou a botar todo mundo pra fora. Os caras foram saindo e eu lá largado, todo fudido e gozado, levei porra no cu de mais de um mendigo (percebi pelo cheiro da rola), tava todo arrombado, o tiozinho da limpeza nem aí, só foi me enxotando pra fora do dark room. Peguei minhas roupas, enxuguei a porra escorrendo pelas pernas, vesti já do lado de fora do dark room. Na saída vi alguns caras me olhando, pegando no pau. Corri para a saída e ainda não voltei…

Curti muito a experiência. Procuro machos ativos para me estuprar sem dó de verdade. Podem me dominar e fazer TUDO que quiserem comigo, mesmo se eu pedir pra parar e precisar ser à força.

Meu whatsapp +55 19 99481-8715

vídeos meus em www.xvideos.com/profiles/rickalv1981

Tenho local em Campinas/SP

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,45 de 11 votos)

Por ,

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. André

    Cara, isso é muito bom. Quer dizer, não sei se foi sua primeira experiencia ou não, mas cansei de fazer isso no Arouche quando era moleque. Comecei a frequentar quando tinha 17 anos com um RG falso, tinha dia que eu passava a tarde toda mamando rola e engolindo porra, enquanto outros o movimento era fraco e se rolava coisa com mais de 2 caras era para comemorar. Mas era uma delícia!

    Para quem se pergunta nunca peguei nada, era moleque e não estava nem aí, hoje eu faria diferente e me protegeria mais. Tive sorte! Só que meu anjo da guarda deve ter trabalhado dobrado nessa época, porque gastei o que tinha ou não de sorte. Hoje nem em prêmio de rifa sou sorteado. LOL

  2. passivo discreto de Recife

    que inveja, gostaria que em Recife existisse um cine assim, para eu ser currado por vários machos, mamar gostoso várias picas, sentir o sabor, e receber picas em meu cu, nunca participei de surubas, tenho grande vontade de participar, [email protected]

  3. John Deere,Matador de Veados

    Parabéns veado,você é mais um membro do clube das bichas aidéticas,congratulações!
    Se eu entro nesse antro de homossexuais a única luz que você e a veadada que estava a sua volta iam ver eram de estalos e estouros veado!