duas putinha nova e o velho tarado

Autor

oi meu nome é janaina e eu tinha uma amiga que chamava alice quando nós era novinha morava perto.
do lado da casa dela tinha um ferro velho que era de um velho tarado que morava com a mulher dele e de vez em quando vinha uns filhos deles e netos ficar lá.
a alice era uma mulatinha e era bem safadinha pra os 11 ou 12 anos que nós tinha naquela epoca e já tava de rolinho com um neto do velho.
só que o velho nao era bobo nem nada e tava de olho na mulatinha assanhadinha.
um dia ela me chamou pra ir com desculpa de pegar fruta no quintal na casa desse velho porque era ferias tempo do menino estar por lá… mas nesse dia ele nao tava e o velho ficou falando pra gente esperar ele e insistiu em trancar o portão por causa do cachorro.
nós ficamos la na área que tinha uns bancos e sofá velhos e logo ele apareceu.
eu ja logo notei que ele tava com a calça branca suja encardida e manchada no rumo do pau dele.. mas nao falei nada. perguntei pela velha dele e ele respondeu que ela tinha ido visitar nao sei quem..
então ele sentou no sofá no meio de nós duas e falou que tinha balinha no bolso dele.. a alice logo fez que ia enfiar a mão pra pegar e ele ficou rindo chamando ela de safadinha…
nós duas sentindo o cheiro de suor do velho.. eu sei que comecei a sentir aquela fisgadinha de tesão na xota.. e a alice que era bem peituda eu vi os bikinho dela arrepiado.
quando ela enfiou a mao o volume creceu e o velho começou suspirar e falar que ela era gostosa mesmo e que tinha trazido a coleguinha pra meter com ele tb..
aí eu fui começando entender que ela ja fazia com ele..
fiquei meio com medo e fiz mençao de levantar do sofá mas ele me segurou na perninha e ja levou a mao na xota e falou nao, cachorrinha! fica aqui com o velho… logo o rafael vai chegar ele quer comer a neguinha e eu…. hoje eu quero a branquinha…
e ele veio e me beijou na boca
eu tinha uns primos e um tio que ja tinha me bulinado muitas vezes, ja era acostumada a deixar macho mais velho me pegar… fiquei quetinha pra ele.
ele pegou minha mao e colocou no pau dele. tava duro meia bomba.
me beijava apertava meu peitinho e falava olha como ele tá pra voce, biscatinha… pega ele aperta gostoso pro velho…
eu sentindo a xotinha latejar.. e a dorzinha no peitinho que ele tava apertando amassando e puxando o bikinho piquenininho.. gemia e nem olhava o que a alice safada tava fazendo.. nem tinha visto que o neto safado de uns 18 anos ja tinha chegado e levado ela pra um quarto la dentro da casa..
tava so eu e o velho no sofá… ele me beijando de lingua eu morrendo de nojo e tesao.
o pau dele era bem branco cor de rosa e o saco era enorme ele me abraçando me pediu pra subir pro colo dele e deixar ele fazer tudo ni mim…
falava bem cinico safado: eu sei que voce vai ser puta… então deixa eu te comer, ta? eu conheço puta desde novinha.. sei quando as bixinha empenuja ja é hora de macho meter e torar gostoso o cabaço.. hoje eu vou quere o seu… se é que aquele seu tio já nao fez o serviço…. heim?
eu nao tinha coragem de falar mas fiz que nao com a cabeça e ele sorriu e me beijo na boca de novo enfiando a lingua nojenta dele la dentro bem indecente bem babado exigindo a minha lingua tb… ele gemia.. bufava dentro da minha boca e a mao perversa apertava meu bikinho de novo.. eu quase gritava… gemendo..
entao ele viu que eu era mansa e tirou o pau todo e falou: mama.
eu nao me mexi e ele repetiu: mama!
deitou mais pra trás e empurrou a minha cabeça no pau dele e ficou segurando… e suspirando.. vai, putinha… faz
eu comecei a abrir a boca e ele massagiou meu grelo eu senti mais vontade de mamar nessa hora.. e abocanhei.
ele gemeu gostoso e nessa hora eu ouvi tb os gemidos da alice la dentro.
fiquei com medo daquilo tudo mas o tesao ja tava inchando a ppkinha nao tinha mais volta…
ele veio pra cima de mim e falou desde que eu seu tio contou que ele passa a mao nas sobrinhas e filhas dele que eu to querendo te comer… sobe o meu pau…
eu nao subia… tava meio de lado no colo dele..
então ele me deitou e cuspiu na minha xota e veio por cima falando abre as perninha bem gotoso vai… cachorrinha
eu senti quando começou a arder igual pimenta na minha buraquinha e ele foi entrando empurrando o pau fino dele… gemendo
aí eu comecei a chorar pedia baxinho ai pára pára…
e ele falou não, na primeira vez é assim mesmo… so o home que goza a menina fica só rebolando pra ele… vai rebola.
eu nao me mexia e mesmo assim ele metendo tirando so um poquinho e ja metendo de novo quando ele gemeu eu senti a fincada e lá se foi meus tampos da prexequinha na ponta do pau do velho de mais de 60 anos e eu virei putinha dele…
ele falou vou soltar a esporra ahhhhhhhhhhh
e foi aquela calorzinho bom… ele parou de mexer e eu mijei e o pau foi saindo com porra com sanguinho e mijo…
ele falou nao mija nao! senao a muié vai ver isso aqui, cachorrinha!
mas eu nao conseguia segurar e ele veio e chupou na minha xota bem forte e gostoso e nessa hora que eu conheci o que era gozar…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,57 de 21 votos)
Loading...