, ,

Acho que sou PUTA parte 2

13-06-18 Por 4 ★ 4.67

Continuação do conto anterior…

Gustavo voltou pra minha cidade e me chamou no whats… marcamos no mesmo motel tempo livre R$ 50… chegando na recepção perguntei e o moço me disse que ele estava me esperando já no querto 24… cheguei no quarto e fiquei surpresa pois ele não estava sozinho… tinha 2 amigos com ele… tentei sair, mas um deles me segurou e o outro trancou a porta… pensei: – me fudi, vou ser estuprada… Gustavo disse: – tu é tão vagabunda que eu achei um desperdício te fuder sozinho… anda putinha, fica pelada logo que a gente tá louco pra te arregaçar… disse pra ele: pq tu tá fazendo isso, era pra ser nós dois, me deixa ir embora… ele me deu um tapa na cara e disse: cala a boca, vadia, hoje tu só vai embora depois que eu tirar sangue desse rabão de puta que tu tem! Nisso já vieram pra cima dr mim, me tiraram toda a roupa e a deles, me mandaram chupar… ficavam tentando colocar tudo e eu me engasgando… depois de uns 20 minutos chupando os 3, Gustavo disse: chega vagabunda, fica de quatro pra gente arrombar esse cuzinho… eu disse: não, por favor, come minha buceta, por favor fode ela, meu cu é muito apertado, vai doer muito… é pra doer mesmo, putinha, tá achando que vai ganhar dinheiro fácil, não é assim, vai ter que dar esse rabo o dia todo (cheguei no motel era 9hs) pra merecer… quero ver tu implorar pra parar de arregaçar teu cu… Nisso os dois amigos me seguram e abrem cada um um lado da minha bunda… pergunto pelo lubrificante/ camisinha e Gustavo fala: tu é PUTA, tá aqui é pra fuder e puta a gente come a seco mesmo… Gustavo enterrou seu pau de 15cm mas bem grosso até o talo no meu rabo… e já começou a bombar… nisso os amigos falam: também queremos fuder essa puta… Gustavo então fala, pode meter, mas mete no cu junto comigo que essa vaquinha tá merecendo dois paus no rabo pra aprender a deixar de ser puta e se oferecer pra estranhos! Dei o cu pra eles o dia todo, tinham tomado viagra eu acho, pq nunca ficavam satisfeitos… no final todos gozaram na minha cara, nos peitos, na buceta e no cu várias vezes… depois fui tomar banho e eles me fuderam de novo lá… saí do banho toda dolorida… eles não me deixavam sozinha no quarto… quando era umas 16hs eles dizem que por hoje chega mas que vão me chamar de novo e que é bom eu responder… todos nos vestimos e os dois amigos saíram do quarto… Gustavo também ia saindo quando eu falei: – e meu dinheiro, to toda arrombada, mereço receber, afinal vocês deixaram meu rabo todo arregaçado… Gustavo fala: – tá bom putinha, deu o cuzinho gostoso… tirou 5 notas de R$ 100 e me deu… eu disse só… mereço mais… ele disse sua vadia, se eu quisesse eu te fodia de graça, tu é uma biscate que dá pra todo mundo, vagabunda! Virou as costas e saiu…

Gostaram do conto? Me digam… beijos

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,67 de 12 votos)
Loading...

Por , ,

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Rei Pauzudo

    Nossa, tem email pra contato ? Adoro mulher vagabunda igual você

  2. Anônimo

    DELICIAAA QUERIA MUITO COMER SEU CUZINHO GOSTOSO…

    • denilson

      QUERO MUITO FUDER COM VC GOSTOSAAAA

  3. Paranaense

    Adorei o conto é uma putinha safada é gostosa