Trepei na Entrevista Emprego ((C O N T O R E A L))

16-05-18 Por 3 ★ 3.23

Olá, me chamo Katherinne, tenho corpo lindo, toda tatuada, cabelo curto loira, olhos castanhos, bumbum GG, boca carnuda, bucetinha pequena e rosa, lisinha, branquinha pele bem mácia. Sem mais de longas vamos ao conto.

Fui selecionada para uma entrevista ontem Seg.14/05 as 14Hs
Coloquei uma calça jeans bem colada, que marca certinho meu corpo, minha bunda e minhas pernas, que aparecia meu tornozelo, no meu tornozelo eu tenho uma corrente de escreva, pois sou consagrada, um tênis branco, uma camisa social branca, de mangas longas para que tampasse minhas tatuagens ( mocinha comportada ).
Fui na entrevista, chegando na empresa ( era empresa de carros ) os olhos masculinos voltaram a mim, fiquei com vergonha, pois eu sou safada e pervertida, e eu estava indo para entrevista. (( não podia fazer cara de cadela, para aqueles machos )).. mas me contive, me comportei ! Procurei pelo "Psicologo" Paulo, para descobrir no ato da entrevista que ele é o proprietário da empresa. Fui conduzida para sala dele, por um rapaz GOSTOSO, que tocou na minha cintura escorregando a mão para minha bunda avantajadas ( aquilo me deu um tesão da porra ) – queria foder com ele ali mesmo. –

Entrei na sala do Paulo Cezar B. : Quando olhei para cara daquele homem, eu sorri de forma indiscreta, por que ele é o cara que tenho tara desde os meus 11 anos de idade. ( foi meu patrocinador de vôlei, quando era criança )

Enfim começamos a entrevista. [ perguntas padrões ] – Eu não estava conseguindo me controlar, fiquei conversando com ele fazendo cara de puta. [ ele demonstrou interesse, mas não deu o braço a torcer ]. – Prosseguimos com a entrevista – me levantei, me despedi com um aperto de mão, virei a costa em direção da porta.. ele me coloca contra a parede esfregando o cacete dele na minha rabeta, fique mole… me virei de frente, ele me deu um beijo quente, me pegou no colo e me pôs na mesa dele… desabotoando minha roupa e falando ainda não encerramos a entrevista. Eu apenas sorri e falei "aé" – me ajoelhei de imediato, abaixando o zíper de sua calça, o cacete com um tamanho generoso, abocanhei inteiro, fiz garganta profunda, chupei muito, lambi o cacete dele inteiro, chupei as bolas… ele soltou o primeiro jato de porra na minha boca, fui ao delírio com a quantidade de leite quente que eu tomei hahahahah’ O cacete dele ainda estava trincando de duro, delirei mais ainda, ele me colocou de quatro, tirou meu jeans com uma facilidade, puxou minha calcinha pro lado, e socou fundo e forte na minha xoxota, sem camisinha, delirei, rebolei, ele me beijava, mordia meus beiços, chupava meus seios me comia, me colocou de frene me fodeu famoso frango assado, nossa mano que pau era aquele me rasgando toda, eu gemia abafado por que a mão dele inteira tampava minha boca, rebolei muito, implorei para que me fodesse mais forte, e gozei muito no pau dele, logo em seguida ele enche minha buceta de porra, minha buceta tava até inchada e vermelha de tanto que fodemos …. nossa que delicia, escorreu na minhas pernas inteiras tanta porra, minha e dele, puta que pariu … fomos ao banheiro da sua sala, lá ficamos nos beijando, acariciando um ao outro, e eu mole de tanto gozar naquele cacete gigante, no final ele me entregou papel dos exames e ainda me falou que consegui o emprego, serei a funcionária puta dele. sai com um sorriso no rosto e disso, adorei o meu cargo, até em breve.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,23 de 13 votos)
Loading...

Por

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Anônimo

    foi bom

  2. Um cara qualquer

    Muito bom o conto, quero continuação.

  3. dudu safado

    adoro putas, e o teu cuzinho ele já comeu?