Transando com o irmão mais novo do marido parte 2

Autor

Transando com o irmão mais novo do marido parte 2
Olá leitores meu nome é Cleusa e para acompanhar meu conto leiam a primeira parte
Depois que transei com o irmão mais novo do meu marido, o Alexandre, meu sexo passou a ser diferente com o Alex, passou a ser melhor do que antes, eu já era safada na cama, passei a ser mais ainda sabendo que meu cunhadinho nos via pela fechadura do nosso quarto de dia eu transava com ele e a noite meu marido me jantava rsrsrs, pois bem em uma de nossas transas ele começou a fantasiar eu sendo comida por outro e ele estando junto, eu já havia feito sexo com 2 homens antes de casar com ele e adorei e neste dia gozamos demais depois disso ele comentou
Alex: “Amor eu gostaria de acrescentar outro homem em nossa transa”
Cleusa: “Huuummmm serio mesmo? Vc quer dividir eu com outro rsrsrs”
Alex: “Sim, serio mesmo e eu até escolhi o outro homem”
Cleusa: “E quem seria”?
Alex: “O Alexandre meu irmão”
Na hora eu fiquei ao mesmo tempo surpresa tbm fiquei excitada pois nunca tinha feito com 2 homens que eram irmãos, ele terminou falando que ele é de confiança e vai guardar segredo, eu tinha imaginado que seria algum amigo dele ou até alguém que ele conheceu na internet, enfim.
No dia seguinte depois que transei com o cunhadinho e na cama do irmão dele, comentei com ele que o irmão dele queria incluir ele na nossa transa e perguntei se o Alex falou algo com ele.
Alexandre: “O Alex veio até mim falando que queria que eu comesse vc junto com ele”
Cleusa: “Acho que não é só isso, diga a verdade rsrsrs”. Daí ele falou
Alexandre: “O Alex quer comer uma amiga minha e em troca ele ofereceu vc”
Bem eu já sabia que ele era safado e que curtia uma putaria, mas não sabia que ele curtia assim, nisso já fiquei empolgada com a ideia de dar para os 2 rsrsrs e como ia ter um feriado e os pais deles iam viajar, ou seja, a casa ficaria somente nossa nesses dias que delicia.
Na quinta-feira antes do feriado o Alex avisou o Alexandre quando seria nossa transa, nem fodemos naquela noite para guardar forças para o dia seguinte rsrs, ele nunca desconfiou que transavamos as escondidas e que seria a primeira vez com ele rsrs. Já de madrugada nos levantamos para nos despedir dos pais deles eu estava de camisola escura mas sem nada por baixo e eles apenas de bermuda, foi só eles saírem e dobrarem a esquina falei.
Cleusa: “Vamos começar a festa seus tarados rsrsrs”.
No que eu falei eles abaixaram as bermudas com o pau deles enrijecidos e bem duros e eu claro fui chupando ambas as rolas, me deliciando com a pica revezando cada uma delas.
Alex: “Isso putinha, chupa o meu pau e do meu mano sua cadela, está gostando do oral dela xandy”.
Alexandre: “Sim mano sua esposa é uma cadela muito gostosa, faz um boquete bem gostoso aaaahhh”.
O Alex segurava meus cabelos enquanto o Xandy apertava um dos meus seios e eu colocava as rolas inteiras na minha boca fazendo eles sorrirem de prazer. Para provocar o meu marido fui em direção ao meu cunhado beijando seu abdômen e passando a língua no corpo dele e para atiçar mais ainda o beijei na boca na frente dele, mordendo os lábios dele e percebi que ele roçava a minha bunda e batia uma me olhando.
Ai fomos para a mesa da cozinha onde o Alexandre chupou minha buceta e eu chupava o pau do Alex.
Alex: “Isso cadela chupa meu pau sua vadia, engole tudo vai , tá gostando mano de chupar a buceta da Cleusa?”.
Alexandre:” Que buceta gostosa que a Cleusa tem mano, da vontade de ficar o dia inteiro chupando”.
Cleusa:” Huuuuummmm, que safados vcs to adorando tudo isso que tesão”.
Enquanto meu cunhado chupava minha buceta e mordiscava meu grelo e coxas, o marido passou a me beijar e cuspiu dentro da minha boca e deu uns tapas de leve a minha cara.
Alex:” Mete a rola na buceta da Cleusa pode meter nela sem camisinha mesmo ela é uma puta e gosta de ser fodida assim.
Alexandre: “Delicia mano vou foder demais a buceta dessa vadia”
Cleusa: “Isso cunhadinho vem foder na pele sua cunhada puta vem tarado”. Olhei pra ele com uma cara do tipo mal sabe o Alex que a a minha buceta o irmão dele come a muito tempo.
Nisso o Alexandre comia minha buceta bem forte e rápido enquanto continuava no oral com ele, percebia que o Alex estava mais tarado do que nunca ao me ver com o irmão dele, passado um tempo ambos trocaram de lugar só que dessa vez fiquei de quatro para o Alex que foi metendo na minha buceta e eu chupando o pau do Alexandre.
Alex:”Aaaaahhhh,aaaaahhhh que delicia cachorra to adorando ver vc minha putinha chupando o pau do meu irmão e eu te fodendo sua puta do caralho”. Falava isso enquanto ele dava tapas bem fortes na minha bunda e puxava meus cabelos.
Alexandre:” Aaaaahhhh,aaahhhh que vadia gostosa é a sua esposa mano, como ela chupa gostoso e como dá a buceta de forma bem safada essa piranha”. Com ele fazendo a mesma coisa que o Alex fez cuspindo na minha boca e dando tapas na minha cara.
Cleusa:” Aaaaaaaahhhhhhh,aaaaaahhhhhh que tesão porra, isso amor fode tua esposa biscate e que rola deliciosa cunhadinho”. Falei rebolando na rola do Alex e acelerando o oral no Alexandre.
Ai decidimos ir na cama do Alex, como estava de salto fui andando na frente deles fazendo cara de puta e passando a língua pelos meus lábios, fiz novamente oral neles por um bom tempo, como eles estavam tesudos e deliciosos rsrsrs.
Cleusa: “Amores, to louca pra fazer uma Dp quero vcs dois dentro dos meus buracos rsrs”
Alex:” Eu vou na sua buceta Cleusa”.
Alexandre: “Então sobrou o rabo dela pra mim delicia”
O Alex deitou na cama e fui encaixando o pau dele na minha buceta e o Alexandre foi ajeitando o dele na entrada do meu rabo, confesso que tive um misto de ansiedade e tesão, no começo eles foram bem carinhosos ficando um certo tempo sem mexer pra eu acostumar com eles dentro, ai aos poucos eles foram fazendo vai e vem devagar e depois foram acelerando, mesmo assim já estava com a buceta encharcada já que estava realizando uma de minhas fantasias e o pau deles sentia estourar dentro de mim.
Alex:”Aaaaahhhhh,aaaaahhhh que puta gostosa vc é Cleusa sua buceta tá bem úmida deliciosa”. Falava enquanto me fodia me maneira rápida e violenta
Alexandre:”Aaaaahhhhh,aaaaahhhhh que rabo delicioso cunhadinha vadia” Dizia enquanto rasgava o meu cu e dava tapas violentos na minha bunda.
Cleusa:”Aaaaaaaaahhhhhh, aaaaaaaaahhhhhhhh caralho que delicia de rola vcs tem seus tarados, me fodem, me estuprem seus filhos da puta”. Eu gritava enquanto dizia isso apertando o lençol e o marido mordendo meu pescoço.
Rebolava no pau deles e eles aceleravam cada vez mais, comecei a ter um orgasmo alucinante estava delirando na rola deles pedi para eles segurarem o gozo pois queria o liquido deles na minha boca pois sabia que iam gozar horrores, ai eles tiraram os paus dos meus buracos.
Alex: “Vou gozar aaaaaaahhhhhhhh, aaaaaahhhhhhhhhh”
Alexandre:” Eu tbm aaaaaaaaahhhhhhhhhh.aaaaahhhhhhh”
Cleusa: “Isso gozem na minha boca seus gostosos aaaaaahhhh. Aaaaaahhhhh”
E como gozaram, jorraram tanto leite que quase me engasguei e foi tanto liquido que escorreu pelo meu corpo enquanto eu gozava tocando uma na minha buceta, estávamos suados e com a respiração ofegante porém ainda não satisfeitos rsrs.
Descansamos um pouco na cama e meu cunhado foi trazer cerveja para nós, conversamos bastante putaria e depois fomos tomar um banho, lá no chuveiro brincamos e tive uma ideia.
Cleusa:”Vamos transar na cama dos seus pais, vamos ultrapassar os limites do pudor nesse fim de semana?”. Ao mesmo tempo que ficaram meio assim de transar na cama deles vi que o tesão aumentou e concordaram em fazer.
Alex:”Que perigo amor kkkkk, vamos foder sim vamos extrapolar”.
Alexandre:” Caralho meu, vamo nessa quanto mais proibido mais delicioso é”.
Nos enxugamos coloquei o saltinho e fui indo na frente deles e provocando eles novamente, chegando lá cai de boca na rola deles sugando, lambendo e chupando como nunca eles, estava tbm tocando uma e louca de tesão estando na cama dos pais deles e ambos gemendo de tesão, depois de um bom tempo fazendo oral neles pedi novamente uma DP só que dessa vez com o Alexandre na minha buceta e o Alex no meu rabo.
Como já tinha feito Dp a pouco não foi difícil se acostumar e eles foram metendo bem devagar queria sentir a rola deles entrando e saindo desse jeito, ai para provocar o marido fui beijando o cunhadinho e olhando com cara de puta pra ele,sorrindo e mordiscando os lábios do Alexandre fui ali que falei algo que mexeu com meu marido
Cleusa: “Corno”. Falei isso mexendo os lábios, e dando uma gargalhada na frente dele
Alexandre:” Cala a boca sua puta vc é nossa vadia, vc nos deve obediência sua piranha”. Disse isso me dando um tapa bem forte na minha cara e me fodendo de forma violenta.
Alex: “Cadela disgraçada, vou estuprar seu rabo sua piranha cachorra vou te rasgar toda até deixar seu cu arregaçado” Falou me fodendo de uma forma que nunca me fodeu.
Ai perdemos completamente o controle, eles passaram a me foder de forma alucinada metiam de forma rápida e violenta nos meus buracos, sentia o pau deles explodirem dentro de mim.
Cleusa:” aaaaaaaahhhhhh.aaaaaahhhhhh puta que pariu que tesão do caralho me fodem seus filhos da puta, me esuprem na cama dos seus pais, profanem e manchem o lençol da cama deles,vamos ultrapassar os limites do tesão e do respeito aaaahhhhhh, aaaaahhhhh”
Eles mal falavam de tanto que urravam, eu apertava tanto a cama que quase que rasgo o colchão da cama deles, estávamos suando litros de suor comecei a ter orgasmos múltiplos, nem repaei que havia gozado e mesmo assim rebolava neles de maneira descontrolada.
Cleusa:”Aaaaaaaahhhhhhh,aaaaahhhhhhh gozem nos meus buracos to tendo orgasmo múltiplo aaaaaahhhhh,aaaaaaahhhh porra to gozando pra caralho aaaaaaaahhhh,aaaaaaaahhhhhh”.
Alex:”Aaaaaaaahhhhhhh,aaaaaaaaaahhhhhhh vou gozar no teu cu sua puta vadia vou encher teu rabo de leite”
Alexandre:” Aaaaaaaahhhhhhh,aaaaaaahhhhh vou encher tua buceta de porra cadela do caralho”.
Gozamos de maneira inacreditável, estávamos com a respiração bastante ofegante quase sem ar, suávamos sem parar eu quase chorei de tanto prazer que tive eles encheram tanto meus buracos que saia pra fora o gozo deles adorei fazer um DP na cama dos pais deles rsrsrs.
Descansamos um bom tempo ali, nos recuperando depois do sexo falando muita putaria dai o Alexandre vem e fala.
Alexandre: “Hei vamos lá fora ficar sem roupa mesmo, como o tempo está bom e os muros são bem altos podemos ficar a vontade”.
Alex: “Boa ideia mano, vamos sim”.
Cleusa: “Adorei a ideia, estou de acordo”.
Como o dia estava quente pegamos as cadeiras de praia e ficamos nus do lado de fora da casa eu fiquei chupando o pau do cunhadinho enquanto o marido ficou de frente com ele, apenas observando e conversando qualquer coisa com ele e tbm aproveitava e batia com o pau na minha cara que safado rsrs, estava de quatro quando o Alex veio por trás sem avisar e meteu no meu rabo com força e sem dó e acabei gritando.
Cleusa: “Aaaaaiiii, filha da puta rsrsrsrs”.
Alexandre:” Cala a boca puta deixa o mano foder seu rabo vagabunda”.
Alex:” Vou foder seu rabo novamente cachorra”.
O Alex ficou bombando no meu rabo enquanto eu chupava o Alexandre, cuspia no pau dele e ele cuspia na minha boca, ficamos um bom tempo assim até o marido gozar no meu rabo e o Alexandre gozar na minha boca, mais tarde almoçamos e descansamos um pouco e fizemos mais uma DP na sala dessa vez me encaixei no corpo do Alex e ele meteu na minha buceta e o Alexandre fodeu meu rabo com ambos mordendo meu pescoço e orelhas, um em cada lado fodemos muito até ambos gozarem nos meus buracos, demos uma pausa e ficamos até o final da tarde deitados no tapete da sala, já sendo noite o Alex vem e fala.
Alex:” Mano quero ver vc fodendo a Cleusa só que dessa vez eu vou ficar apenas observando”.
Alexandre: “ Serio mesmo mano? Blza eu topo”.
Cleusa:” Huuummmm delicia vou adorar ver o marido me comendo e o comedor ser o irmão dele”.
Ai fomos ao quarto dele e chegando lá coloquei um CD de funk com musicas de apologia ao sexo fazendo uma dança bem sensual na frente deles, deitei de bruços na cama e chupei a rola do cunhadinho e fazendo cara de puta na frente do marido.
Cleusa: “Aaaaahhhh que pau gostso seu irmão tem Alex, ta gostando de ver sua esposa puta chupando outro, tá corno”.
Alex:” Que delicia, to adorando ver a minha esposa puta chupando meu irmão, sua cadela”. Dizia enquanto batia uma.
Alexandre: “Puta gostosa, faz meu irmão de corno na frente dele chupa meu pau sua biscate”. Aproveitava além de puxar meus cabelos batia com o pau na minha cara rsrsrs.
Ai fiquei de quatro para o Alexandre e ele foi metendo na minha buceta bem forte e rápido dando tapas bem fortes na minha bunda e puxando meus cabelos, nisso o Alex foi para debaixo de mim e ficou vendo a rola do irmão dele me comendo bem de pertinho.
Cleusa:” Aaaaaaahhhh,aaaaahhhhh tá gostando corno, ta vendo seu irmão fodedor me fodendo tá, tá vendo como sua esposa é uma piranha”
Alex:” Delicia de putinha vc é amor to adorando ver sendo fodida assim”.
Alexandre: “ Que cunhadinha gostosa,fodendo na frente do meu irmão sua cadela”.
Depois disso o Alexandre ficou sentado na cama e eu sentei na rola dele, enquanto eu rebolava ele mordia meu pescoço e me beijava e eu olhava para o Alex e com os lábios chamava ele de corno e sorria na frente dele gemendo de tesão e tbm aproveitava mordia o pescoço do cunhadinho e sussurrava alguma putaria no ouvido dele.
O Alexandre deitou na cama e fui por cima dele e foi metendo na minha buceta de forma acelerada eu tava louca de tesão minha buceta ia ficando cada vez mais úmida comecei a ter orgasmos e a gozar varias vezes seguidas.
Cleusa: “Aaaaaahhhh, aaaaahhhhh cunhadinho goza na minha buceta goza me estupra enche ela de porra goza na frente do corno, me engravida faz um filho pro corno assumir aaaaahhhhh, aaaaaahhhh”.
Alex: “ Vai mano, me faz de corno enche a buceta dessa vaca, faz um filho que eu assumo não tem problema”. Falou acelerando a punheta rsrsrs.
Alexandre: Aaaaahhhh, aaaahhhh vou te engravidar cunhadinha puta aaaaahhhh,aaaahhhhh”.
Eu e o Alexandre gozamos ao mesmo tempo ele encheu tanto minha buceta que a porra dele escorria até o lençol e tbm gozei demais eu deitei com as costas para cima e o Alex aproveitou e gozou na minha boca, nunca vi ele gozar tanto assim na minha vida, ficamos tão exaustos de tanto foder o dia inteiro que acabamos dormindo ali a noite inteira mas ainda estamos só começando até o próximo conto bjos.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,93 de 14 votos)
Loading...