Primeiro anal com eros

Autor

No outro dia depois da transar que eu tive com eros nossa não procurava mas o meu marido so ficava pensando nele, peguei meu celular e contei tudo pra Helena ela deu muito apoio pois vai meu sofrimento e a minha frustação, pois fiz tudo para que o meu marido notace que eu estava mas gostosa do que nunca, mas nada adiantava até que o eros chegou a mudou mesmo a minha vida e agora estou disposta a sentir prazer ao lado dele.
Eros ficou quase duas semanas fazendo trabalho com meu filho, as vezes ele via na cozinha e começava a nos beijar e outra vezes ele vinha e passava a mão na minha bunda, outra vez na minha buceta e eu adorava isso pois via que ela me explorava demais, no meu ouvindo ele cochichava.
– não esqueço a nossa primeira vez.
Eu responde:
– eu também não.
Eros foi mas ousado ainda:
– tenho vontade de fazer um anal com você.
Naquele momento em diante ja estava íntegra a aquela loucura sexual, e queria de qualquer maneira sastifazer ele, dei um beijo na boca dele de língua e sussurei bem no ouvindo dele.
– eu também.
Na hora ao ouvi as minhas palavras ele ficou feliz, ele voltou pra sala e eu fiquei na cozinha pensando numa maneira, não podia contar com a Helena pois acho que meu filho suspeitaria de nós dois, então o que irei farei.
Estava fazendo o almoço que olha galera eu cozinho bem viu rsrs, e meu filho veio até o meu encontro e falar:
– mãe vou na casa do eros ta.
Eu pergunto:
– fazer o que meu amor?
– viu pegar uma caixa de lápis de cor pra pintar o letreiro do nosso trabalho.
Dei um beijo nele e falei:
– toma cuidado viu.
– ta bom mãe.
Meu filho saiu aí galera apareceu a oportunidade de sastifazer tudo o que eu quero, cheguei la e eros ja estava a minha espera, mas primeiro fui até a porta e tranquei pois não queria nenhuma supresa, ao volta eros já estava nu so esperando pra começa a putaria, cheguei perto dele e comecei a chupa aquela rola maravilhosa, sentir respiração pesadas e comecei a chupa mas é mas, lambe, morde bem de levinho e brinca com os cunhoes dele dentro da minha boca, comecei a tira minha blusa, depois tirei meu short jeans, e depois a minha calcinha mostrando pra ele a minha buceta bem depiladinha, eros louco de tesão dava tapas na minha bunda e abria a bochecha da minha bunda, eenquanto isso estava deliciando aquela rola gostosa.
– aaahhh isso Renata chupa gostoso delícia.
Dizia eros ao som de gemidos.
Levantei e cuspir no pau do eros e depois lambuzei meu cu para que só penetra não doese tanto, virei de Costa peguei na rola a coloquei bem na entrada do meu cu, e fui sentando bem devagar e ele pacientemente não forçou a penetração, quando entrou dei um grito e levantei na hora, até que Eros se levantou e me colocou de 4 no sofá, ele cuspiu dentro do meu cu e começou a penetra bem devagarinho eu comecei a grita e ordena para que ele tirasse, mas ele estava decidido a não tira, e penetrou mas fundo até entra tudo, eros como bom garoto que é começou a carinha-me e começou a dar beijos em mim, então sentir que eu estava começando a relaxa, ai galera foi so relaxa e acostuma com a coisa e minutos depois, eros começou a se movimenta bem devaga até se acostuma, passando alguns minutos percebe que eu já estava acostumando e deu tudo certo.
Eros começou a soca gostoso no meu cu nós dois estávamos entrege ao prazer, dava tapas na minha bunda e comecei a gemer, revirei os olhos pois o tesão tava grande sentindo aquela rola gostosa dentro do meu cu abrindo cada brecha dela, puxava meu cabelo e beijava o meu pescoço, mudarmos de possicao ele ficou sentando e como já tinha acostumado, a segunda bem doeu tanto e comecei a calvaga gostoso naquela rola gostosa, meu amante pegava nos meus peitos e eu deliriava e prazer.
– aaahhh iissooo vai, socar essa rola no meu cu.
– que cu gostoso Renata.
Pulava gostoso naquela rola, sentia cada centímetro daquela rola dentro do meu cu, pegava e apertava a minha bunda, ouvia as batidas da minha bunda e nisso eu sentia dele mas tesao ainda, até que Eros gozou dentro do cu que delícia sentir aquela jato outra vez, preencheu meu cu com sua porta gostosa, sair de cima dele e começou a pinga porra no chão, fui correndo pro banheiro e vir aquela leitinho gostoso saindo tudo.
Tomei aquele banho e fui so de toalha pra sala, dei um beijo na boca do eros e disse:
– tinha que ser com você.
Eros ficou feliz ao ouvi, carinhou meu rosto e comecarmos a nos beijar, fui para o quarto vesti e perdi para eros destrancar a porta e ele o fez, minutos depois meu filho volta da casa do eros e trouxe a caixa de lápis, e fingirmos normalidade, a tarde eros e meu filho foram para a aula e eu fiquei com a minha filha conversando, e a noite expliquei tudo para Helena, rs ela mim chamar de doida e que eu estou soltando, e na verdade pessoal estou mesmo pois agora quero transar muito com eros.
Espero que vocês tenham gostado, e até hoje o corno não sabe nada, eu não procuro mas ele pois dele so quero dinheiro, relação sexual so com eros..

BJSSSS DELICIOSOS ATÉ MAS…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,45 de 11 votos)
Loading...