Minha namorada e sua irmã

Há 5 meses Por 4 ★ 4.29

É um prazer estar contando o que me aconteceu a uns dias atrás, mas antes vou relatar sobre mim e a quem está nesse relato. Me chamo Paulo "ficção", moro em São Luis-MA, tenho 38 anos, 1,80 cm, branco, apróx 66 kg e não vou mentir dizendo que tenho 20 e poucos cm de pau, na verdade até acho ele pequeno, uns 18 cm. Minha namorada ficante tem 15 anos, isso mesmo, 15 anos, apróx 60 kg, uns 1,70 cm, moreninha clara, se chama Manu, e sua irmã mais nova, tem apróx 45 a 50 kg, 1,60 cm, também moreninha clara, cabelos bem compridos igual a irmã, duas gatinhas. Mas vamos ao que interessa.
Sempre que estou de folga, minha ficante falta aula e vem passar a manhã comigo, aí já sabe né, haja fôlego, mas a duas semanas atrás aconteceu uma coisa que mudou nossas vidas, tínhamos marcados de nos ver, só que ela me disse que sua irmã não tinha ido pra aula pois estava doente, "ela" já sabia sobre o nosso namoro escondido, mas não sabia a minha idade. Então sugeri que ela viesse pra minha casa, pois colocaria desenho pra ela, até aí tudo bem.
A menina na sala vendo desenho e nós no quarto dando uma bela trepada, sem nem nos preocupar com o barulho das batidas, dos gemidos, das chupadas, dos palavrões etc, quando de repente, a porta se abre e a irmãzinha iria dizer que estava com sede, só que ela nem conseguiu falar nada ao ver a irmã chupando meu pau, fiquei sem reação que nem consegui esconder, mas o que mais me impressionou foi que a minha ficante só levantou o rosto e perguntou o que ela queria, e depois de dar a água a ela, a colocou novamente na sala e voltou pro quarto, mas não fechou a porta, acho que de propósito. Sendo assim, voltamos à nossa maravilhosa transa, até que olho pra porta e olho a menina novamente na porta, só que dessa vez espiando, então a irmã a chama pro quarto, ela toda envergonhada entra e se senta na beira da cama e minha gatinha manda eu meter com vontade que ela queria gozar na frente da irmã, meti de todo jeito, eu por cima, ela por cima, de 4, frango assado, me chupando, eu a chupando, tudo na frente da irmãzinha de apenas 11 aninhos. Gente, poucos sabem o que isso significa, uma gatinha tão novinha com os olhos arregalados, suando, toda arrepiada, mordendo os beiços de tesão, bem a sua frente, e vc dando uma bela foda pra ela aprender tudo, é como ir na lua.
Mas o que mais me impressionou foi quando pedi pra comer o cuzinho da minha gatinha tarada, em vez de me dar o cuzinho, coisa que ela adora, ela simplesmente diz que não vai me dar, que se eu quisesse poderia comer o da sua irmã, mas que eu fosse bem carinhoso, que ela iria convencê-la, fui à loucura na hora, um cuzinho virgem. Isso fora o que fiz com ela antes de comer esse cuzinho delicioso. Bom, se gostaram eu continuo, se não , me desculpem…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,29 de 24 votos)
Loading...

Por

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Salsicha

    Bacana

  2. casado tarado procura

    Adorei o conto e espero ansioso a continuação e espero ser tão deliciosa quanto à primeira parte e se quiser trocar experiências me manda um e-mail para [email protected]

  3. R&L

    Muito bom..

  4. Tarado por noivinhas

    Sim eu adorei cara continue