Familia Incestuosa

Há 5 meses 2 ★ 2.00

Thomas Paulo e Erica eram dois adolescentes que queriam apenas curtir a vida. A moça tinha 15 anos, o rapaz tinha 16 anos. Eles tinham o costume de transar entre si, mas também de transar com os seus amigos.
Para eles, pouco importava o sentimento amoroso. O que importa era o tesão, o gozo. Tanto é que Erica transava com os seus amigos, chegando a rolar até orgias e Thomas era conhecido de ser bom de cama pelas suas amigas
Certo dia, Thomas e Erica resolveram ter uma de suas aventuras. Mas só que durante a relação, a camisinha estourou e Thomas não se conteve. Gozou dentro da moça. Tarde demais, o estrago foi feito.
Ambos contaram para os pais, que demonstraram preocupação e ao mesmo tempo deram uma baita bronca no casal. Thomas começou a trabalhar e Erica ficou de licença na escola. Ambos não podiam ver seus amigos
Certo dia, Thomas e Erica foram para o hospital e descobriram uma realidade dura. Iriam ser pais de gêmeos (um menino e uma menina). E mais, Erica estava tendo uma gravidez de risco
Pensou em abortar, mais o pai de Erica era religioso e não deixou. O estado de Erica era tão grave, que ela também corria risco de vida.
O desespero tomou os dois. Certo dia, um homem de capa escura viu Thomas chorando e perguntou o que aconteceu: Thomas contou em detalhe o que aconteceu. Neste sentido, o homem convidou Thomas pra conhecer uma seita secreta: Era a seita de adoração a Lucifer
Chegando em casa, Thomas contou a Erica do ocorrido e convenceu ela a conhecer a seita. Chegando lá, o homem explicou que tiveram que fazer um pacto com Lúcifer. O pacto era bem simples, se a mãe comprometesse ter relações sexuais com o filho e o pai com a filha, os seus filhos teriam a vida salva e a esposa também
Eles aceitaram
Uma semana depois do ocorrido, ambos foram para o médico se consultar. O médico se espantou. Erica e seus filhos não corriam risco de vida. Não foi preciso mais nenhuma medicação, muito menos nenhum tratamento especial.
Eles tiveram os filhos, mas não teria uma vida normal
15 anos se passaram dos acontecimentos que iriam mudar a vida de Erica e Thomas Paulo. Curiosamente, o tempo não estragou Erica e Thomas Paulo. Ela continua com os seus seios grandes, um metro e oitenta de altura, bunda grande, boca carnuda e cabelos longos
Thomas continua tendo o seu porte físico de atleta. Possuia um metro e noventa de altura e era malhado e possuía bastante tatuagem.
Thomas e Erica tiveram Ana Clara e José Henrique. Nesta altura do campeonato, Ana Clara tinha seus 15 anos. Tinha 1,64 de alturas, bunda grande igual a mãe e seus peitos grandes e saliente. José Henrique apesar da idade, tinha físico de atleta e aparência de adulto, igual a do seu pai a 15 anos atrás.
Eles tiveram que mudar para cidadezinha de Minas Gerais, conhecida agora pela história do professor de matemática que teve relacionamento com uma aluna de 15 anos. Eles também conheceram a história de Lilith.
E ignorando totalmente a lenda, eles se mudaram perto do hotel que era o antigo lar da deusa. E a deusa saiba do pacto que eles tinham feito com satanás a 15 anos atrás.
E as consequências disso começaram logo na primeira semana em que eles moravam lá. Vira e mexe, Ana Clara e José Henrique eram pegos transando. Um dia, Erica viu Ana fazendo oral para José Henrique. Toda vez que isso acontecia, Erica não intervia, pelo contrário corria para o banheiro para se masturbar vendo a cena dos filhos.
Erica e Thomas saibam do acordo que tinha feito com Lúcifer. E por morarem perto da antiga casa de Lilith, sentiam muita atração sexual pelo os seus filhos. Lilith era traiçoeira e apenas facilitou para o demônio ter seu pedido atendido
Ambos estavam confuso, mais tinha consciência do dever que tinha que cumprir
José Henrique tinha voltado suado na escola depois da educação física na escola. Cumprimentou a mãe e foi direto para almoçar antes de tomar banho. Contou para mãe que na escola dele tinha o caso do professor com a aluna de 15 anos. Ela riu da história e disse que não passava de uma lenda, mas durante a história dava pra perceber ela estava “quente”
Depois disso, José Henrique foi ao chuveiro. Erica foi junto. Eles tinham uma relação bem liberal para mãe e filho. Erica deixava José Henrique pegar nos seus seios e na sua bunda. Quando José Henrique ligou o chuveiro, Erica pegou o sabonete e começou a passar no corpo do seu filho
Erica lentamente passou o sabonete até chegar o penis do seu filho. Neste parte, ela pegou com a sua mão e começou a masturbar lentamentamente. Seu filho estava confuso, mas estava gostando da situação. Não resolveu falar nada
Erica abaixou e começou a chupar o pau do seu filho. Ela chupava como nos velhos tempos em que fazia orgia nos tempos aureos de colegial. Depois disso, Erica pediu para que José Henrique passase o sabão em seu corpo. José atendeu, mas quando era pra chegar em seus seios, José parou e começou a passar a língua em seus mamilos lentamente e depois começou a beijar o corpo da sua propria mãe até chegar na sua vagina, onde deixou ela com orgasmos múltiplos.
Depois, Erica pegou o penis de José Henrique e fez uma espanhola. José tinha gozado no queixo da sua mãe.
No final, Erica pediu para que José Henrique penetrasse na sua vagina e o seu filho obedeceu. Depois pediu para que fizesse anal com ele e seu filho penetrou profundamente.
Quando acabou, José Henrique estava confuso mas sua mãe disse que estava orgulhosa, porque ele já havia se tornado um homem. E que ela teve momentos maravilhoso com ele. Não contou do seu plano, mas disse que não iria contar para o seu pai.
Jose Henrique nunca foi o mesmo e passou olhar a mãe de outra forma
Ana Clara tinha o costume de colocar bermudas apertadas e top para fazer a limpeza de casa. Seu pai sempre mantinha os olhos no short que dava para aparecer a vagina de sua filha. Sempre que via a sua filha assim, Thomás corria para o banheiro para poder se masturbar
Certa semana, Thomas viu Ana Clara com um vestido bem curto e pediu para que Ana sentasse no seu colo. Quando sentou no seu colo, Thomas viu a calcinha vermelha de Ana Clara e Ana percebeu o pau ereto de Thomas
Entao desfarçadamente, Thomas começou a passar a mao na Ana Clara, chegando na sua vagina e fazendo com que a sua filha se masturbe. Nesta altura do campeonato, sua filha estava possuída pelas forças de Lilith e estava se cortocendo de tanto tesao.
Entao Thomas tirou o top que a sua filha estava usando e começou a chupar os peitos dela, lentamente. Ana estava se contorcendo e gemendo de tesao por tudo aquilo, Lilith fazia com que Ana pedisse mais para o seu pai e Thomas fazia.
Então Ana Clara, abaixou as calças de seu pai e abaixou. Começou a beijar e chupar o penis de Thomas, fazendo com que ele gozasse na sua boca. Ana continuou fazendo este movimento por 15 minutos, enchendo o seu pai de tesao.
Depois, disso seu pai pediu para que Ana sentasse em seu penis e começou a fazer penetração lentamente e até que mais uma vez, Thomas gozou dentro de sua própria filha. Após terminar, thomas chupou a vagina de Ana, fazendo a penetração posteriormente.
Ana acordou do seu surto provocado pela Lilith. Acordou molhada e perguntou o que aconteceu. Seu pai contou e no início Ana parecia confusa, mas depois entendeu o motivo e até gostou do ocorrido. O que deixou Thomas bem feliz
Certo dia, Erica chamou Thomas para ir no hotel que tinha uma sauna que ela estava louca para ir. Só que Erica não sabia que este hotel, era antiga casa de Lilith e é o mesmo hotel que o professor transou pela segunda vez com a aluna.
Erica tinha reservado uma Sauna para dois, onde para entrar ambos tinham que ficar pelado. Erica tinha gostado do banho que ela teve com o seu filho e fez de tudo para que isso acontecesse novamente.
Erica começou deitando no colo de José Henrique, esfregando lentamente os seus seios em seu penis. Depois disso, Erica virou de costa para José Henrique e pediu que ele fizesse uma massagem. E assim ele o fez.
No momento da massagem, Erica começou a esfregar a sua bunda no pau de José Henrique. Até o momento em que ela começou a abaixar e virar de frente para José Henrique e enfiar o seu órgão genital inteiro na sua boca, fazendo com que o seu filho gozesse dentro dela.
Erica fez todo tipo de massagem no penis do seu filho, assim como no chuveiro, passou os peitos no seu penis, fazendo com que José Henrique gozasse em seu queixo.
Depois disso, José Henrique chupou os seios de Erica, fazendo com que ela empurrasse a cabeça do seu filho em seus peitos. José Henrique lambia devagar os mamilos de sua mãe, fazendo com que ela tremesse de tanto tesão.
Erica pediu para que o seu filho, chupasse a sua vagina até fazer com que ela gozasse. José Henrique passou a língua no clitóris devagar, fazendo com que Erica estremesse no chão da Sauna.
Depois disso, José Henrique virou a sua mãe de costas e começou a penetrar em seu ânus. Penetrava com força, puxando os mamilos de Erica. Erica não tinha mais o controle da situação, ela gemia e se contorcia, mas ao mesmo tempo confusa de que o homem que estava penetrando era o seu filho
Passaram uma hora dos dois saírem da Sauna. Eles saíram e foram para chuveiro juntos, transando novamente. Mas desta vez Erica estava envergonhada e chegou queita na sua casa
Thomas trabalhava 12 horas por dia num trabalho extremamente cansativo. As coisas começaram a mudar na família, quando Thomas sofre um acidente de carro e falece em decorrência disso.
Erica, Ana Clara e José Henrique estava muito triste. Erica a cada dia que passa, se questionava se a vida que ela escolheu valia a pena. Ela via as mãe junto com os seus filhos e queria ter uma vida normal. Ela não podia, pois tinha feito um pacto com o demônio e resolveu viver na promiscuidade
Num certo dia, Erica estava conversando com Ana Clara quando viu um vulto pela janela. Era Thomas, Erica e Ana Clara abriram a janela e viu varios tentáculos saindo da janela e segurando as pernas da mãe e filha.
Erica olhou para a janela e viu o olhar do Thomas, perverso. Ambas ficaram com medo. Thomas com a força dos tentaculos, arrancou com força a calcinha da mãe e da filha, fazendo com que ambas se masturbasse.
De repente, Erica e Ana Clara começaram a sentir tesao pela situação desconhecida que estavam passando. Erica lembrou a Ana Clara chorando que era parte do pacto que ela fez ao diabo para salvar a vida dela e de seu irmão.
Enquanto ela falava isso, Thomas através do seus tentáculos fez com que tirasse a camisola das duas. Quando isso aconteceu, Thomas usou outos tentáculos, quatros para apertar os seios de Erica e Ana Clara e dois para ficar passando os mamilos.
Erica e Ana Clara não pararam de gozar. Ambas estavam pálidas e sem ar já.
Vendo está situação, Thomas resolveu primeiramente penetrar em sua esposa Erica. Dois tentaculos, um no ânus e outro na vagina. O tentáculo de Thomas era maior do que qualquer penis que Erica viu na sua vida. No seu sub consciente ela estava gostando da situação.
Depois repetiu o mesmo gesto na sua filha, dizendo que Erica tinha que se masturbar vendo a sua filha naquela situação. Sua filha estava sendo possuída pela deusa do sexo e tentava cada vez mais sua mae
Chegou uma hora que ambas desmaiaram, o vulto desapareceu e as duas acordaram no dia seguinte, nuas sob os olhares de José Henrique.
Depois da morte de Thomas, Erica começou a ter síndrome do pânico, escutava vozes e gritos que só ela escutava. Ao mesmo tempo, sentia uma vontade imensa de transar, vontade está que fez ela se tornar prostituta.
Agora Erica transava com qualquer um, com caras que nunca viu na vida e que humilhava e violentavam ela. Com os problemas de Erica, cada dia que passava ela não aguentou a vida que estava levando
Um dia ela estava transando com um qualquer, quando ela teve crise de convulsão. O cara, só em vez de ajudar, largou ela nua deitada na rua no meio da sujeira que os cachorros fazia.
Foi no hospital e estava com suspeita de estar doente. Cada dia que passava Erica escutava mais gritos, entrou numa profunda depressao que impedia ela de levantar de sua cama.
Certo dia, Erica resolveu colocar fogo em sua casa com os seus dois filhos dormindo. Quando fazia isso, ela chorava porque queria ser uma mãe normal, como as outras. Mas ela não podia, não podia porque tinha feito pacto com satanás. Se ela fizesse isso, Lúcifer mataria ela e sua família.
Percebendo que a casa explodiu, matando Ana Clara e José Henrique, Erica resolveu se entupir de drogas e coquetel de remédios para tentar se matar. Não conseguiu. Seu pai soube da sua situação e internou Erica.
Passou dois meses desta internação, Erica não aguentou os surtos junto com a abstinência da droga e pulou da janela. Era o seu fim
Erica foi para o inferno. Chegando lá encontrou uma menina de quinze anos sem roupa, com hematomas, chorando e atrás dela uma figura de um monstro. Erica se arrependeu da escolha que tinha feito. Sua filha irá sofrer durante toda eternidade.
Erica tentou negociar, mas Lúcifer exigiu que ela fosse sua prostituta eterna pra que Ana Clara não sofresse mais. Não tinha mais tesão ali, só dor e sofrimento de uma pessoa que queria tudo e do melhor para os seus filhos. E pagou um castigo caro por alterar a ordem natural das coisas
O que mais doeu em Erica na sua passagem foi o seu filho José Henrique ser devorado por cães selvagens

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,00 de 12 votos)
Loading...

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Cacauh

    Viajou na maionese …

  2. Anônimo

    Outra BOSTA