Evitei um estupro e sai no lucro

Autor

Eu estava desempregado, sem grana e quase despejado. eu estava com eu tenho 22 anos, o relato que vou narrar aconteceu em abril, no mês passado, eu morava de aluguel, num comodo, mas já estava a 3 meses sem pagar, e desempregado, a dona já me pedindo pra sair, eu até fome estava passando. sem ter parente nenhuma pra me ajudar, mas certo dia eu fui a uma entrevista de emprego, e na volta, eu pedi carona ao motorista de ônibus, mas ele negou. eu segui a pé,ai pensei vou cortar caminho, por uma estrada de terra, mas antes de pegar a estrada eu vi uma pic-up DAKOTA parada, e vi que era um mulher que estava ao volante. ai eu peguei a estrada de terra. quando ouvi um cara falando. Sai logo do carro. vai eu te mato. Quando ouvi isso eu voltei correndo. e fiquei atraz de uma caçamba de lixo. o cara estava armado. era um moça que saiu ajeitando a saia, o cara mandou ela virar, a moça virou e ele atolou a mão na bunda dela, e disse. Que delicia, vou te fuder gostoso menina. A moça falou. Por favor não me deixa ir embora fica com o carro. Mas o cara falou. Eu quero o carro e você gracinha. A moça começou a chorar eu vi um pedaço de caibro peguei e fui bem devagar me aproximando, cheguei perto e quando o cara ia enfiar a mão na bunda de menina eu dei a paulada certeira na cabeça, o cara caiu em cima da moça todo sanguentado. eu não reparei mas tinha um prego enorme na madeira. falei com a moça. Calma moça agora esta tudo bem, eu estava passando e vi o cara tentando te estuprar, ainda bem que cheguei a tempo. Ela me agradeceu muito, mas continuou chorando. ai me pediu pra ajuda-la a trocar o pneu que furou. eu troquei o pneu, ela ligou o carro e saímos rápido dali. ela já tinha chamado o seguro, mas o cara chegou antes. ela chorando e dirigindo, eu falei. Agora pode ir mais devagar, já estamos longe. Ela diminuiu a velocidade, e quando estava já perto de onde eu morava eu falei pra ela que estava bom ali pra mim, e ela falou chorando. Muito obrigado mesmo, vc me salvou. a algo em que eu possa de ajudar, vc foi um verdadeiro herói, Eu falei. Bom eu só preciso de emprego, o resto eu consigo, é que estou desempregado e pago aluguel sabe como é né? mas tudo bem eu me viro. se cuida. Eu ia saindo e ela me chamou. Ei eu falo com minha mãe quem sabe ela pode ajudar, vamos comigo até minha casa. Eu não tinha escolha melhor, e fui com ela. ela me perguntou meu nome, e eu o dela. Khétlin, ai quando chegamos em sua casa, alias mansão, num bairro nobre, condomínio fechado. até pediram meus documentos na entrada, a mãe dela uma mulher super chique, e Khétlin também além de linda muito gostosa, ela me apresentou a sua mãe que ficou muito feliz comigo, contou o que aconteceu com riquezas de detalhes, ai a mãe dela me contratou como caseiro em sua chácara que ficava a 1 hora de carro dali, elas me levaram la de carro, compraram roupas e muitos presentes, a casa de caseiro da chácara era super chique, e eu só tinha que manter a chácara limpa, fazer alguns consertos. afinal também ficava num condomínio fechado de chácaras, assinaram minha carteira, e eu estou aki, na chácara, mas o melhor é a mãe dela que é viúva na semana passada. Maraya a mãe de Khétilin foi la na chácara. sozinha, ela chegou e falou. Olha sou viúva, e estou sozinha, vc é novo e parece ser saudável, vc tem alguém já se envolveu com alguma mulher? Eu falei. Eu já me envolvi com uma mulher que namorei a 2 anos atraz, mas desde la não tenho ninguém, nem paquera. Ela me perguntou a quanto tempo eu tive relação sexual, eu falei a verdade que antes da maioridade eu tive relações com uma amiga de escola, e ela foi a única, com a moça que namorei eu não tive relações com ela, foi só namoro mesmo. e desde aquele tempo eu não tive mais relações. ela falou. Ótimo. eu preciso de sexo. mas sem compromisso e sem cobrança, preciso de satisfação sexual, mas não quero ninguém no meu pé. Eu achei estranho a franqueza e a frieza dela, mas aceitei é claro. ai ela falou. Então vamos la, mas quando eu quiser eu venho, não quero jamais que ligue pra mim que me cobre. teu salario sera depositado, vc compra sua comida e faz aki se vire, mas deixe a chácara limpa, quando eu e minha filha viermos aki, não quero vc zanzando por ai, vc pode até sair, mas na chácara não quero vê-lo, quando eu precisar de sexo te procuro, ai ela me fez tomar banho, e fomos ao quarto. la ela tirou a roupa deitou em minha cama e mandou eu meter gostoso, eu segui o que ela mandou e empurrei devagar, depois comecei a bombar, ela já respirando forte. uma delicia, ai ela goza eu também, ela manda eu levantar, vai ao banheiro mija, ai volta, e fala. Você entendeu. tem que ser assim como eu disse. Eu falei. Sim a senhora é quem manda, E ela falou que também não queria que eu jamais trouxesse mulher ali, e de preferencia que eu não pegasse fora, eu falei pra ela ficar tranquila, ela agradeceu pela compreensão e me mandou chupar sua buceta, eu ajoelhei no chão ela sentada na cama com as pernas abertas, e eu mandei a língua pra dentro, ela hurrava, pressionava minha cara contra a buceta dela, mandava eu passar mais ali, ou la ai eu fazia conforme ela mandava. e ela goza em minha boca. ai vai ao banheiro mija, se veste se maqueia e via embora, e diz, que depois volta, ai aconteceu que anti ontem ela ligou dizendo que vem algumas mulheres para fazer a faxina na casa dela aki na chácara, pra eu ajuda-las, ai ontem as mulheres vieram deixaram a casa um brinco, ai cedo Maraya já veio aki e transamos gostoso, ela já chegou cedo me mandando chupar sua buceta, eu chupei não estava muito cheirosa, mas mandei a língua pra dentro, ela gozou depois mando ueu meter gostoso em sua buceta, e foi embora, ai ela e a filha vem amanha. é isso. bom se rolar mais algo eu volto a contar, espero que gostem.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,52 de 21 votos)
Loading...