Era pra ter sido abuso, mas eu consenti

Autor

Olá, sou a Thais e tenho 25 anos.
Quando eu tinha 14 anos, meu primo Marcelo de 26 me comeu de madruga. E tive um filho dele.
Na época, fui morar na casa dele. Morava ele, a mãe dele e a irmã. Então eu dormia com a irã dele, mas ela não gostava e por diversas vezes ela trancava a porta pra eu não entrar.

Então e dormia na sala no sofá.

Então certo dia, meu primo chegou da festa bêbado.
Eu acordei com ele me chupando. Eu quis sair debaixo dele, mas ele me segurou forte.

E já queria enfiar o pau em mim eu quase gritei, mas sentia vergonha da cena que veriam. Ele já havia tirado meu short de dormir e eu estava com a calcinha pro lado e pau dele quase entrando, ele tentava meter e eu tentando sair dali.

Até que eu vi que eu não conseguiria e falei que era pra parar de me segurar que eu deixaria ele fazer o que quisesse…

Mas não me soltou.

Eu senti um pau grosso me invadindo a alma. Mas sabe, já não era virgem. Porque eu perdi com 12 anos de idade com um vizinho que tinha mais de 30 anos. Mas pelo menos o vizinho usava camisinha.

E fazia quase dois anos que eu não transava.

E parecia a primeira vez.
Ele parecia possuído.
Muito ofegante, e a qualquer momento alguém podia aparecer. Fiz de tudo pra não fazer barulhos, mas eu contive meus gemidos… a vontade era dizer que ele era maravilhoso….. e pra meter mais rápido!!!

E não demorou muito, ele acelerou a velocidade… eu virei de costas e ele me comeu de quatro… eu nem lembrava que ele tava sem camisinha!!

E ele saiu de cima de mim e foi embora pra cozinha, parece doido…
eu fiquei lá deitada ainda com tesão.. fui atrás dele…

falei pra ele terminar o que começou..
ele veio e me beijou de língua, chupou meus seios.. chupei o pau dele….

e fomos pro quarto dele.. lá eu dei a buceta e o cu pra ele… mas ele achou de gozar dentro de mim.. e nasceu meu pequeno Paulo Yohan!

E não terminou bem, ele não queria assumir a criança.
Tivemos que brigar, fiz DNA e deu positivo..
Ele me humilhou, dizendo que eu era uma puta que dava pra todo mundo e por isso queria que ele assumisse meu filho.

Ainda grávida, quando eu ia na casa dele pra ele me ajudar com nosso filho, ele me tratava mal, mas ainda comia no prato que cuspia…

Eu sentia muito tesão na gravidez e como eu não tinha namorado, eu procurava ele alegando que precisava de ajuda com algumas coisas.. e sempre eu me vestia muito bem, sempre fui provante, linda… ele ficava louco… dizia que eu ia pra lá só pra provocar ele… e bem que ele gostava.

Até meus 9 meses de gestação, ele me comia.

Mas não ficamos juntos, tudo era escondido.

Hoje em dia tenho dois filhos, o outro é filho do meu tio, mas ninguém sabe porém, é a cara do pai.

As pessoas acham que por ser meu tio, puxou pro tio avô.

Mas aí já fica pra uma outra ocasião.
Bjs

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,06 de 16 votos)
Loading...