Dia de Aventuras

Autor

Dia de aventuras.

Meu nome é Jéssica e tenho 26 anos, sou morena mais para branca, tenho 1,71mt de altura, pernas grossas, bumbum arrebitado, olhos cor de mel, e seios durinhos médios para grande.

Tenho aqueles pelinhos pelo corpo e adoro descolorir para ficar loirinhos.

Bom vou contar minha aventura desta semana.

Adoro exibir meu corpo para os homens, e nessa semana de caos em são paulo, com muito transito e greve de caminhoneiros, resolvi me aventurar e exibir e me excitar, e como está muito frio na parte da manhã, vi que era hora de aventurar.

Gosto muito de usar vestidinhos decotados, sem sutiã e sem calcinha, só que nesse frio não daria para sair assim, então como tenho um casaco grande que vai até o joelho, resolvi colocar meu vestidinho decotado e curto sem calcinha e sem sutiã e com o casaco por cima, já que entro no trabalho entro ás 13h00, porque trabalho em loja de shopping, fui bem cedo para a aventura.

Me arrumei e passei um loção no corpo, batom vermelho e meu perfume para ficar bem cheirosa me vesti, fui para o ponto de ônibus e todos e na avenida que moro passa bastante carros e como estava trânsito, só ouvia buzinas para mim, mas minha aventura era em outros lugares para não encontrar conhecidos.

Peguei o ônibus e sentei nos últimos bancos como demora meia hora para chegar na estação do metrô, o ônibus vai pegando pessoas no caminho, e como dei sorte de sentar, resolvi abrir um pouco meu casaco, deixando decotado e como estava sem sutiã que estava na bolsa para usar apenas no serviço, meus seios ficaram bem amostra e como estava frio, ficaram pontudos como faróis acesos, e sentada entrava um friosinho na minha xaninha, quando sentei no banco o casaco fica a um palmo do joelho e tive que colocar a bolsa em cima das coxas para ninguém ver minha danada, já que estava com os seios quase de fora. E foi entrando pessoas dentro do ônibus e ficando cheio, e logo encostaram perto de mim dois homens que viram eu logo que entrou e os dois ficaram cochichando um para o outro e esfregando sua pernas nas minha e olhando para baixo e vendo meus decote e seios quase de fora e como o ônibus ficou cheio,cada vez mais eles se esfregavam em mim e eu estava olhando as mensagens do celular e vi o volume da calça dos dois, estavam volumosos e eu fique toda molha de tesão, mas ali não era o lugar, e então o ônibus chegou na estação do metrô e na hora de descer eles falaram morena passa o seu número e eu nem dei bola, pois minha aventura era outra.

Entrei no metrô, desci na estação que fica mais próximo das marginal e ao chegar na estação, peguei um carro da uber e pedi, quando o motorista me viu regalou os olhos e pedi como conheço bem a marginal sei os postos de combustíveis próximos de empresa que ficam os caminhoneiros parados para descansar e almoçar e quando achei o posto com bastante caminhões, pedi para o motorista da uber que estava me comendo com os olhos e parar que iria ficar lá, e falei que iria em um empresa, mas era para mim fazer minha aventura.

Desci do veículo e peguei o contato do motorista para ele depois me pegar de novo por volta de umas 11:00 horas e no posto tem o restaurante e logo vi um monte de caminhoneiros conversando e estavam de greve e muitos motoristas me olharam com olhos arregalados e me chamando de gostosa e logo fui para a padaria do restaurante, onde também tinha bastante caminhoneiros tomando café e como já estava esquentando resolvi me aventurar, já que não tinha nenhum conhecido. E antes de pedir o café, perguntei ao rapaz do restaurante onde ficava o banheiro da mulheres e quando fui aqueles homens ficaram me comendo com os olhos e fui realizar meus desejos. Cheguei ao banheiro e tirei me casaco, ficando só de vestidinho e logo deu uma tremedeiras na perna e resolvi ir tomar café, mas daquele jeito muito vergonhosa e tomei coragem e sai do banheiro com aquele decote e pernas grossas, e aqueles homens ficaram não tiravam os olhos e sentei perto de alguns que filando: nossa que gostosa e eu com as pernas tremendo, mas me deliciando, afinal estava sem sutiã com decote e sem calcinha, mas com o casaco na mão. Pedi um café ao rapaz e ele também me comeu com os olhos, afinal eu estava sem sentido desejada por todos os homens ali e eu já tinha esse desejo.

Então depois de ter tomado o café, sai para fora e todos no posto me elogiando e me chamando de gostosa.

Fui ao banheiro novamente para vestir o casaco e estava toda molhada, gozei só de eles me olharem, vesti o casado, porque ainda estava ventando um pouco e sai sentido as empresas que tem na marginal, fingindo que iria entregar currículo, andei uns 20 minutos e procurei outro posto e já ligando para o motorista da uber me pegar e ali, pensei vou me aventurar de novo e quando cheguei ao outro posto e aguardando o motorista chegar fui novamente ao banheiro e tirei o casaco e fiquei com os faróis acesso só esperando o motorista que demorou uns 15 minutos para chegar, e aproveitei para os frentistas e as pessoas que foram abastecer me secarem.

Logo que o motorista da uber chegou, falou: Nossa como você está, coloca esse casado que está um pouco frio e eu falei: Há já esquentou e quando entrei no carro já sentei no meio do bando já sem casaco com decote de faróis acessos e abri minhas pernas para ele ver minha danada, já que o vestidinho ajudava a ficar sensual.

Então o motorista ficava só olhando no espelho e olhava também para traz, e eu sempre erguia o vestido para que minha danada ficasse visível para ele e baixava mais a alcinha do vestido para aparecer os meus lindos seios.

Pedi para o motorista já me deixar no shopping, onde trabalho e como já era 10:30 fiquei por lá só esperando a hora de entrar na loja que era s 14:00, almocei e fiquei e como eu tinha ficado muito excitada, pensei comigo que iria fazer outras loucuras, então troque de roupa, a calça o sutiã e a calcinha que levei na bolsa, afinal não poderia trabalhar daquele jeito. Então quando chegou por volta das 15:00 da tarde, avisei gerente da loja que tinha surgido um imprevisto e precisaria sair as 18:30 para resolver algo e ela falou que não tinha problema que estava fraco o movimento e depois eu compensaria com folga que tenho. E depois que deu as 18:00, falei que iria me trocar para sair, e então fui ao banheiro e me vesti com o meu vestidinho sem sutiã e sem calcinha, mas com o casaco por cima. Dei tchau e fui para a frente do shopping e pedi um outro uber, e pedi para o motorista me levar naquele posto que tinha ido de manhã e ao chegar lá vi bastante caminhoneiros parados inclusive na marginal, inclusive alguns que estavam lá de manhã ainda continuavam lá. E pensei comigo, hoje é dia de eu realizar meus fetiches. Então como não se estivesse esperando alguém, fui andando um pouco e encontrava caminhoneiros sempre em grupos e pensava aqui não dá, e segui mais para frente e avistei caminhões e carretas paradas e como já estava escuro e só as luzes dos carros e caminhões acessas, a vistei dois caminhoneiros conversando sozinhos e não tinha mais ninguém por perto e eles estavam do lado da carreta e fazendo café e janta, pois já estava esfriando naquele horário. E passando do lado eles me olharam e mexeram comigo me chamando de delicia e perguntando se eu queria tomar um café quente, pois já estava frio e eu não poderia estar naquele momento ali, e então com as pernas tremulas, falei que aceitaria o café, pois estava esperando um carro da uber, mas era mentira. Então ele colocou um banco para mim e e sentei e começamos a conversas, e eles perguntaram se eu tinha namorado e eu falei que não e de pois com bastante vergonha e falei para os dois que eu tinha uma vontade desde criança de entrar em uma carreta e ele logo falou, você pode conhecer agora se quiser e eu falei a não deixa para outro dia, e um deles logo abriu a porta da carreta e falou, se você está aqui não deixa de conhecer agora, aproveita em quanto o seu uber não vem te pegar. Dai levantei do banco e segui e o outro caminhoneiro veio a traz, e então com aquelas pernas de fora o caminhoneiro ficou olhando eu entrar na carreta enquanto o outra já estava lá dentro, esperando para mostra a carreta por dentro. Então quando entrei falei, nossa que lindo, gostaria de pilotar uma dessa um dia e então fiquei ainda mais excitada naquele momento e conversando ele falou você e bonita e gostosa, adoraria dar um beijo em você e eu se fazendo de tímida, mas com um tesão enorme, falei: Se quiserem eu beijos os dois desde que feche a cortina da carreta, o outro caminhoneiro entrou, fechou a porta e fecharam a cortinha e ligou o ar, e como eu estava com casado e vestidinho, tirei o casaco e os dois foi tirando meu vestido, me chupando eme comendo inteira, me colocou na parte de traz, onde dormem e fizeram loucuras comigo, fique lá até 21:00 e de lá mesmo liguei para o primeiro uber da manhã que tinha me levado e então falei para eles que tinha que ir embora e os dois chuparam de novo e o motorista da uber me ligou falando que já estava no posto me esperando. Me vesti, dei tchal e um beijo em cada um, eles falaram voltar de novo quando quiser.
E como ainda estava cedo, pois saio da lojas ás 23:00 horas e chegando no posto encontrei o motorista da uber que perguntou o que eu estava fazendo ali naquele momento e falei que estava resolvendo uma ocasião e ainda estava com muito tesão e falei para o motorista da uber, se puder quero que encontre uma rua deserta e escura, fui tirando o meu casaco dentro do uber, o motorista da uber já entendeu meu recado e logo que achou arua deserta e escura, pedi para parar o carro e falei para vem aqui para o bando de traz e ele tirou toda minha roupa e me comeu todinha, e quando deu umas 22:40 pedi para ele parar e me levar para o metrô, me vesti e ele falou que não precisaria pagar a viagem que já estava paga, e antes de descer dei lhe um beijo e fui para o metrô e esse dia foi muito gostoso para mim e chegando em casa, no banho me deliciei só na imaginação.
Pretendo realizar de novo esse desejo tão bom.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,38 de 8 votos)
Loading...