Uma noite, um passeio e uma suruba animal!

04-04-18 Por 0 ★ 3.17

Olá companheiros dos contos eróticos, cá estou eu para contar uma experiência que é quase única, pelo menos não conheço mais ninguém que a tenha feito.
Primeiro deixem me apresentar, me chamo Jonas, tenho 24 anos, branco, barba baixa, faço academia então tenho um corpo bacana, mas nada bombado. Minha paixão por zoo começou há muito tempo, acho que desde minha adolescência. Venho hoje contar a “aventura que provavelmente é a mais louca que já vivi.
Estava um dia em casa, já passava da meia noite, nada pra fazer e a masturbação não me atraía mais, mas ainda estava lendo os contos eróticos desse site. Após ler alguns contos o tesão veio com tudo, mas não queria bater mais uma, pensei em pegar o carro e sair à caça de alguma buceta quentinha para matar o meu tesão. Moro em uma cidade pequena no interior de Santa Catarina, mais ou menos 18 mil habitantes, cheia de fazendas em volta com criações de diversos animais, o que facilitou muito no meu plano.
Peguei o carro e rumei em direção à essas fazendas, andei uns 15 minutos até ficar bem afastado pelas estradas de chão. Encostei o carro, a partir daí minha procura continuaria a pé. Pulei um cercado baixo que serve apenas para não deixar os animais fugirem e como a noite estava limpa a lua iluminava muito o campo. Não demorou já avistei uma vaca, linda demais, bem cuidada, marrom com manchas brancas e mansa, me aproximei e fiz carinho nela, acreditem ou não todos os animais são receptivos à um carinho, e esses carinhos foram passando por sua cabeça, passando pelas costas e chegando à sua grande buceta, rapaz que coisa linda, cor de pele, limpinha não tinha como resistir, o pau já estava duro como pedra, simplesmente saquei pra fora da calça e meti naquela buceta quente, foram uns 10 minutos no vai e vem com ela quietinha, até que gozei enchendo aquela buceta de porra. Tesão saciado resolvi voltar pra casa, mas a minha volta foi uma caixa de surpresas.
Entrei no carro e em questão de uns 400 metros ouço latidos e olho pelo retrovisor, quando vejo um cachorro da altura de um labrador mais ou menos com o pelo caramelo correndo atrás do carro, resolvi parar pra ver no que dava. Quando paro o cão vem do lado do carro e fica arfando balançando o rabo, mostrando que só queria brincar. Saí do carro e já fui fazer festa com ele, nesse momento vi que era uma cadela, muito amigável e brincalhona, não deu outra, tranquei o carro pulei uma outra cerca e fui um pouco pra dentro do campo com ela me seguindo. Fiquei brincando com ela até um momento que ela se deitou com a barriga pra cima pra eu fazer carinho e nesses carinhos vi que sua buceta estava mega inchada, mostrando que estava no cio. Dedilhei aquela buceta e ela quietinha, tava querendo a safada hehe, ergui ela e virei o rabo dela pro meu lado, me ajoelhei e tirei o pau pra fora já duro demais, comecei à colocar o pau e ele ia entrando que nem manteiga, um tesão aquela buceta quentinha, muito mais quente que de mulher inclusive, comecei devagarinho pra buceta dela ir laceando, mas no final já estava bombando forte só ouvindo as arfadas daquela cadela, gozei muito naquela buceta, um tesão demais!! Me recompus e fui até o carro com ela me acompanhando ainda brincando comigo.
Bem, esse foi um relato de uma das noites mais inesquecíveis da minha vida, quem quiser entrar em contato só adicionar no Skype [email protected] Abraços!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,17 de 6 votos)

Por

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos