Que presente!

Autor

Estava no meu sitio desde sexta feira, ontem sábado depois do almoço estou recostado no sofá dando uma cochilada quando batem na porta, abri e vejo o gurizão, aquele do conto comi os 6, ele me deu oi e disse vim te trazer um presente, entrou e chamou com a mão alguém que estava meio escondido, quando vejo surge na porta um piá de mais ou menos, 1,50m, fortezinho, claro com uns olhos azuis lindo, 12 aninhos. Ele me disse oi e entrou, convidei eles para sentarem, e perguntei ao gurizão quem é ele, e por que presente? Ao que ele me respondeu, é meu primo eles estão passeando aí em casa são de tal lugar, e presente por que ele faz aquilo que tu gosta, adora uma piça, desde que chego já comi ele umas cinco vezes. Me pau ficou duro que era uma pedra, chamei ele para perto, ele veio meio sorrindo, coloquei ele no meu colo, fiz uns carinhos, baixei a bermudinha dele um pouquinho, tirei o pau para fora e meti entre as perninhas dele, ficamos ali nos arretando um pouquinho, aí disse para o gurizão fica olhando TV um pouquinho, peguei o garoto e levei para o quarto, tirei minha roupa e ele se atracou na minha piça que parecia um terneiro com fome, mamou bastante, aí eu mandei ele tirar a roupa e deitar na cama, ele deitou de bundinha para cima, eu olhei aquele corpinho lindo, abri as nádegas, olhei aquele cuzinho pequeno, vermelhinho, o pau dava laçaço na barriga, pensei como pode um cuzinho assim aguentar um pau de macho, trepei em cima, cuspi bem naquele cuzinho, encaixei o pau e empurrei, senti as preguinhas laceando e a cabeça se alojou, deu uma gemidinha de leve mas aguentou firme, dei uma foda louca, o guri parecia uma puta veterana, gemia, mexia, jogava a bundinha contra o pau, me deu um show gozei como há muito não fazia, eu me torcia de prazer, ficamos um pouquinho grudados, caí para o lado cansado, chamei o gurizão ele veio correndo, se pelou e se jogou na cama, o piá começou a chupar ele, e ele deu uma limpadinha com a ponta do lençol na minha piça e começou uma chupada gostosa. Em pouco tempo eu estava com o pau duro de novo, aí o piá fico de bundinha para cima, o gurizão trepou nele e enterrou o pau, e eu trepei no gurizão e enterrei no cu dele, ficamos alí engatadinhos fodendo, fodemos bastante, e o gurizão se acabou no cuzinho do outro, aí o piá quis comer o gurizão, ai se inverteram, o gurizão ficou embaixo, o piá no meio, e eu por cima com tudo enterrado no piá, o piá se acabou no cú do gurizão, e o gurizão me disse a tua porra agora é minha, deitou de ladinho, eu enterrei a piça no cú dele, e o piá chupava ele, fodemos gostoso, quando vi que ia gozar enterrei tudo naquele cuzinho e enchi de leite, e ele também já estava gozando agarrou a cabeça do guri e encheu a boca do guri de leite, que o guri chegou se engasgar, nos atiramos exaustos na cama, descansamos um pouco tomamos um banho, fizemos um lanche, e depois eles se foram felizes, e e fiquei como se estivesse nas nuvens, relaxado. O gurizão me prometeu logo me visitar de novo, e talvez traga outro presente!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,64 de 14 votos)
Loading...