Quantas Saudades II

Continuando…..Quantas Saudades….

Vlw pelos votos aí galera, e apesar de parecer quer eu não atingi o público que eu queria (Mamães e Filinhas) quem gostou merece continuação…..ainda mais que por ser real fico com tesao só de lembrar.
Quatro dias depois, meus pais voltaram a casa dos amigos deles e claro que eu fui o primeiro a entrar no carro. Chegamos e lá estavam Duda, seu irmão e outra menina vizinha deles, ela já era mais velha, tinha uns 15….até hoje não sei ao certo a idade dela kkkkk. Estavam todos correndo num gramado brincando d pegar.
Analisei a situação e a primeira coisa que me veio à cabeça foi……como me livrar do irmão? E a outra será que é putinha? Ou uma x9 para me entregar? Como sabia que o irmão dela era fissurado em games, levei o meu, já que ele não tinha, e disse que emprestaria para ele passar a semana jogando (bonzinho ne kkkk). E não deu outra, ele correu para o quarto, instalou o SNES na época, e ficou jogando um Mário kart……pensei, esse foi fácil.
Problema que não tinha certeza se a Duda ia querer, ou se se arrependeu, se contou para os pais….pensei mil coisas, mas tinha que arriscar pq estava com o pau mais duro q pedra. Entrei na brincadeira cm elas e assim que cheguei perto da Duda e longe da outra (Nicole o nome da putinha) e falei para ela
– Estava morrendo de saudades de você sabia? Ela olhou para mim, deu um sorrisinho….
– Eu também!
Quando ela falou isso quase que rasgou a bermuda que estava de tesao. Mais queria fazer mais do que só dedar ela, aí fui obrigado a tocar no assunto da amiga. E para ninguém desconfiar, nem a Nicole, a brincadeira de pegar continuou e a conversa também.
– Duda, quer chupar meu pau de novo. E já grudei a bunda dela com um dedo no meio, bem no cuzinho.
– Quero sim. Com um sorrisinho maroto no rosto.
– Mas e tua amiga?
– Contei para ela que chupei no teu pinto. Disse ela rindo bem inocente. E eu pirei ne…
– Como você faz isso!!! Está maluca??? E se ela fala para tua mãe?? Ela só riu…
– Se ela falar eu falo que ela deu para o primo dela. Fiquei mais confuso ainda….
– Como assim? Ai que ela foi me dizer que viu o primo de 22 comendo a bucetinha dela. E que a amiga pediu para ela cuidar da mãe que estava em casa enquanto ela dava. Ai ao invés de medo me deu foi um tesao filho da puta, já imaginei metendo nas duas. Mas não deu, acreditam…..A Duda teve um acesso de ciúmes (ainda bem que foi só esse, depois explico melhor) e disse que se eu comesse ela, ela nunca mais me chupava.
Ruim por um lado, mas ótimo por outro…..porquê? Aí vem a chantagem.
– Tudo bem Duda, só vou comer você, mas…….só se você deixar eu fazer tudo com você. Chupar tua xana, tomar leitinho sempre, deixar eu enfiar no cuzinho, na xaninha, na boca, tudo tudo. Igual você viu teu pai fazer na tua mãe. Topa?!?!?!
Ela saiu correndo porque a amiga vinha pegar ela, mas não deixei barato, virei o pegador, na brincadeira, e comecei a pegar na bunda da Nicole quando ia pegar ela. A Duda ficou doidinha kkkkkkk. Saiu do gramado e foi emburrada para a garagem que ficava do lado do gramado. A amiga foi atrás dela e eu fiquei de boa sentado no gramado, já imaginava qual era a conversa delas. Esperei uns minutos e a Nicole voltou. Sentou do meu lado e falou.
– Sabe o que foi ? Só olhei para ela e nem falei nada.
– Ela ficou com ciúmes de você pegar na minha bunda e disse que se eu deixa-se ela ia contar para minha mãe o que ela te disse. Nem bobo, nem nada aproveitei a situação.
– Ela não me importa, mas e você Nicole, gostou de eu pegar na tua bundinha?
– Ela balançou a cabeça confirmando. Mas eu não posso deixar você pegar nela. Cheguei exatamente onde eu queria.
– Então vamos fazer assim, eu vou lá dentro comer ela e você fica olhando e cuidando. Claro que depois que ela balançou a cabeça ei já comecei a pegar na xaninha dela.
– Ai da próxima vez que eu vier para cá, eu desço antes e venho aqui para tua casa sem ela saber. Logico que a putinha adorou a ideia, não disse, mas pelo sorrisão……….hummm. Tirei a mão da bucetinha dela e fui para a garagem. E ela ficou perto, cuidando.
Ao invés de fazer o arrependido e pedir um monte de desculpas, resolvi educar ela desde os 8. Cheguei com cara feia e perguntei.
– O que foi isso? Está doida?
– Eu não quero que você pega nela, nós combinamos.
– Não combinamos não, quando era hora de você responder, você saiu correndo. Aí desarmei ela, ficou com aquela cara de puta arrependida que perdeu o macho.
– Mas você sabia que eu queria ne?
– Não sabia não, mas você quer ser a minha putinha, fazer tudo para mim. E já fui dedando a xana dela.
– Quero sim, vou fazer tudo que você quiser, mas você e só meu ne? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Quantas vezes será que depois de mim já contaram a mesma história e ela caiu, como toda mulher apaixonada cai. Puxei ela perto de mim, encoxei bem na barriguinha dela…..baixinha ne rsss. Tinha esquecido de detalhar, mas ela estava de vestidinho rosa da hello kyti e uma calcinha amarela com uns ursinhos desenhados (adoro que elas usem essas calcinhas rsss).
Abracei ela, olhei pra Nicole e fiz sinal d positivo, ela devolveu bem empolgada kkkk. Olhei pra Duda….agora vc vai aprender a meter putinha. Coloquei a mão na cabeça dela e dei uma forçadinha pra baixo, nem disse nada, ela já foi ajoelhando.
– Isso, assim mesmo, puta não pergunta só obedece. Agora mama aí vadia. Acho que ela incorporou o personagem e andou vendo a mamãe dela em ação…….a chupada estava muito melhor. Ela variava, chupava, lambia, punhetava…..eu até ia perguntar onde ela aprendeu aquilo………mas o tesao era muito maior, só conseguia empurrar o pau naquela boquinha que nem beijado direito tinha. A coisa estava tão boa que tive que gozei muito, sem nem pensar nela, mas como disse antes, baixou a putinha. Só escapou algumas gotinhas pelo queixo mas engoliu quase tudo e melhor…….sem acara de nojo, que acaba cm teso diga-se de passagem. Olhei de novo pra Nicole e vadia se dedava vendo a amiga mamar. Fiz sinal para ela de novo e ela confirmou. Olhei pra Duda…….agora você vai ver como é levar pika sua vadiazinha. Fala que gosta de levar vara, fala puta……e ela foi repetindo, aprendendo a falar putaria, que eu mesmo adoro na hora ver uma putinha tão nova falando putarias. Como expliquei para vocês, isso foi fato verídico, então não esperam o desfecho da maioria dos contos aqui, vocês sabem do que eu to falando.
Virei ela de costas para mim e sabia que não podia vacilar, estávamos a metros de nossos pais e só contanto com o sinal da Nicole, que já estava doidinha de tesao, então podia não ver eles vindo.
Fiz ela se curvar para a frente, só tirei a carinha do ursinho para o lado, peguei bastante saliva na boca e lambuzei bem o cuzinho dela….sangue? Ali? Não ia dar certo.
Lambuzei bem a cabeça do meu pau e fiquei pincelando a entradinha…..até q depois de umas encaixou na saliência lacradinha do rabo da vagabunda. Segurei nos cabelos dela e disse:
– Agora e muito importante, você não pode gritar ta?
– Ela, mais dodinha que o Lobão em dia de festa……só balançava a cabeça, mas para garantir ajeitei a outra mão na boca dela. Ai a hora da consagração…..comecei a forçar, e ela não aguentou e soltou um gritinho……sorte que estava com a mão na boca dela. Fiquei ali uns 2 minutos forçandinho aos poucos até que senti que abriu o rabinho…..ela chegou a tremer as perninhas…..senti uma coisa na minha mão que estava na boca dela, acho que foi uma lagrima, mas em momento alguma ela fez nem menção de parar. Parei com o pau só com a cabeça quase dentro.
– Calma, já entrou putinha, agora respira que vai passar. Fiquei passando a mão no rostinho dela, bem carinhoso….mas só até ela relaxar o rosto, pq quando isso aconteceu…..
– Posso empurrar mais Duda. Para variar ela não tinha mais nem voz, só mexia a cabeça. Eu sabia que não podia demorar, que a qualquer momento a Nicole podia fazer sinal que eles estavam vindo. Firmei o quadril dela e fui empurrando, claro que não foi muito mais q a cabeça dos 17 e quando vi que foi a cabeça toda…..
– Agora Duda vem a parte boa, a parte que vc vira puta de verdade. Grudei uma mão no cabelo dela, outra na boca, tirei uma fez quase tudo e meti, e de novo, e de novo………….por uns 10 minutos fiquei brincando naquele cuzinho rosado que eu não cansava de olhar, mas como tudo que é bom acaba rápido, a puta da Nicole começou a mexer os braços como uma doida dizendo que eles estavam vindo, a minha sorte que dei mais umas 3 metidas e gozei tudo naquele rabinho………só de lembrar molha a cabeça do pau. Ali vi que a Duda tinha nascido para ser puta mesmo. Ela se descurvou, colocou a calcinha na bunda de novo e saiu andando, meio estranho na verdade, mas foi kkkk, e não demorou mais que 2 minutos eles vieram. Quando fui me despedir dela cochichei, GOSTOU SUA VADIAZINHA, a puta só disse assim em voz alta kkkkk………….adorei nossa brincadeira, vamos brincar de novo ne???
Sinceramente……fiquei sem ação. Dessa vez foi só eu que balancei a cabeça e fui ´para casa bater mas quantas punhetas até a próxima vez…..que aí sim…..num sitio….fim de semana e sem irmão nem amigas perto………mas isso conto depois.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,46 de 13 votos)
Loading...