Perdi A Virgindade Com A Madrasta

Autor

Me chamo Viny tenho 16 anos, sou branco, tenho um corpo não muito gordo e nem muito magro, meu pau mede 15cm mais é bem grosso.
Bom vamos ao que interessa, a história aconteceu à 3 anos atrás, eu tinha 13 anos quando em um certo dia eu estava de férias na casa do meu pai, estava jogando video game, era umas 19h30 quando meu pai disse que sua namorada (minha nadrasta) estava chegando, minha madrasta se chama Maria, ela tem 45 anos, negra, com um corpo de dar inveja a muitas meninas de 20, 25 anos, ela vai a academia quase todos os dias, tem um par de seios enormes, uma bunda gigante que quando vejo ja fico excitado, bom nesse dia ja era umas 21h00 quando ela chegou, quando a vi ela estava linda cabelão solto, um decote mostrando quase os peito todinho, ela tava de calça legue e tava marcando a racha da bucetona dela todinha quando eu vi essa cena fiquei maluco kkkkk, cumprimentei ela e ja fui direto pro banheiro me aliviar, nessa época eu ainda era virgem nunca tinha visto uma buceta de perto só em filmes pornô; nesse mesmo dia eu, meu pai e minha madrasta jantamos, assistimos a novela e depois fomos todos dormir, como minha madrasta não mora com meu pai, quando ela vem dormir na casa dele, ela coloca um colchão no chão para poder dormir e aqui na casa do meu pai só tem um quarto, então ela dormiu no colchão no chão e meu pai na cama de solteiro e eu na outra cama, eu ja havia pegado no sono, quando por volta de umas 03h00 da manhã eu escuto uns gemidos abafados, na hora eu já me liguei do que se tratava, meu pai estava comendo Maria (minha madrasta), meu coração foi a mil quase saindo pela boca, estava de pau duro escutando os gemidos dos dois.
Minha madrasta então diz:
-Vai Ki come minha buceta come, isso!
-Oooh, aaaaiin, isso Ki enfia essa pica gostosa na minha buceta, aaaaiiin, aaaaaiin.
Meu pau estava doendo de tão duro que tava, eu estava maluco com as sacanagem que ela dizia, então tirei meu pau pra fora e comecei a bater uma ali mesmo, meu pai metia forte nela.
Ela então fala:
-Aaaiin Ki bota essa pica no meu cuzinho bota
Na hora que eu ouvi isso eu gozei litros de porra nao me contive, meu pai continuou comendo ela por mais uns 8 minutos até que ele fala:
-Aaaaah eu vou gozar sua vadia
E ela fala:
-Isso Ki aaaaaiiin goza, goza na minha boca, me da sua porra.
Então só escuto meu pai todo ofegante, eles levantão e vão pro banheiro tomar banho, eu ja com o pau armado de novo levanto e vou até colchão, ai vejo a calcinha dela e o lençol todo cheio de porra, meu tava na bala comecei a bater uma ali mesmo onde eles acabará de fezer um sexo gostoso, bati uma punheta deliciosa gozei na calcinha dela bem na parte da buceta, voltei pra minha cama antes deles voltarem do chuveiro, então eu apaguei, quando acordei no outro dia ja era umas 08h30, procurei meu pai e não o achei, só ai que lembrei que era domingo e ele tinha ido jogar futebol, ai olhei no colchão estava minha madrasta com um baby doll cavado na bunda dormindo, minha pica ficou que nem uma rocha, estava pensando como me aproveitar dessa oportunidade, ja que só estávamos nós em casa, me deitei atrás dela sem acordar ela e comecei a passar a mão na coxona dela e fui subindo, tirei minha samba canção e fiquei passando meu pau na bunda dela, ai tirei a parte de baixo do baby doll ela estava com a calcinha que eu tinha gozado na madrugada, ai abaixei a calcinha e estava cheio da porra que eu tinha deixado lá, ai fiquei maluco de vez, alisei meu pau que tava durão, tentei encaixar na buceta dela só que a posição que ela estava dormindo era ruim, então fiquei esfregando meu pau nela até gozar, passando uns 2 ou 3 minutos ela se mexeu tomei um susto só que ela não tinha acordado, então tentei enfiar nela denovo e entrou todinho ela estava molhadinha deslizou facinho, ela deu um gemidinho então percebi que ela estava acordada e estava deixando eu me aproveitar,
Ai ela comecou a falar meu coração quase sai pela boca
-Aaaain Ki, você é ta todo safado essas horas você querendo brincar aaaaiin
-Você pode acordar o Viny seu pervertido
Ela achava que era meu pai querendo comer ela logo cedo, me aproveitei porque o quarto estava escuro então não dava pra ela me ver, comecei a enfiar o pau na buceta dela, a sensação mais gostosa que eu ja pude sentir fiz um vai e vem por uns 5 minutos e ela gemendo
-Aaaaiiin Ki seu safado desse jeito eu vou gozar aaaaaaaaiiiin, aaaaaaaaaiiiinn, mete Ki mete
Ai não aguentei mais, puxei ela e fiz ela mamar meu pau até eu gazar, gozei na boca dela, ela percebeu que não era meu pai porque minha pica e menor que a dele, eu tenho 15cm de pau ele tem 18cm e o meu e bem grosso, na hora ela disse:
-Esse pau não é o do Ki
Na hora eu gelei não sabia oque fazer, ela levantou e ascendeu a luz ai e me viu de pica dura toda gozada
-Viinyyy oque isso seu muleque, eu pensei que era seu pai, como você pode fazer isso, eu tenho idade pra ser sua mãe
-Me desculpa Maria, e-eu não me contive, vi você deitada aqui com esse shortinho provocante eu não resisti, me desculpa Maria mas não a quem resista a isso você é muito gostosa
-Ain Viny obrigada, mais você não pode fazer isso eu sou namorada do seu pai e se ele entra aqui e vê a gente fazendo isso, eu entendo as suas necessidades você é jovem é normal, mais isso não pode
-Desculpa Maria não vai acontecer denovo descupa
-Mas bem que você me fez gozar né seu safadinho, seu pai só me fez gozar uma vez
-Você gostou da minha pica ?
-Sim. Ela é menor que a de seu pai mais e bem grossa e cabeçuda
-Aaaain porque estou falando essas coisas
Então meu pai chega do nada e nois ainda estavamos pelado eu corri pra minha cama e fingi que estava dormindo e ela deitou pelada mesmo e ficou fingindo que estava trocando de roupa.
E essa foi a história de como eu perdi minha virgindade.
((Próximo Conto: Comi a Filha Da Minha Madrasta))
AGUARDEM

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,33 de 6 votos)
Loading...