ninfeta de 12 anos

Tenho 49 anos, grisalhando os cabelos, me acham bonito, morava em São Paulo na Liberdade, me divorciei e fui morar sozinho em um sobrado num condomínio fechado na grande São Paulo, trabalho em casa como free lance para uma multi nacional e descobri por acaso na rua um grande amigo de faculdade também engenheiro como eu, casado a 15 aos com uma também engª e trabalham juntos na mesma empresa, fazia no mínimo 20 anos que não o via e ele mora numa casa não muito longe de onde eu estou morando agora.
Trocamos telefone e passamos a nos comunicar pelo whats app, num sábado foi a minha casa sozinho, mas por motivo profissional, eu nunca tinha ido a sua residência, certo dia me comunicou que iria fazer um jantar em sua casa e gostaria da minha presença.
Fui, bonita casa de dois pisos, piscina, sua esposa que eu não conhecia era muito linda e tinham um filho único de 13 anos.
Depois da janta, numa certa altura da conversa entrou o assunto idioma de inglês, me falou que o filho e uma sobrinha de 12 anos, filha única de uma sua irmã que também morava perto, estudavam de manhã e a tarde iam juntos para aula de inglês e depois ela ficava com seu filho em sua casa sozinhos estudando até final da tarde, quando os pais dela vinham do trabalho e a apanhavam.
Falei-lhe que tinha um livro com CD muito bom para aprimoramento da conversação e que tinha adquirido quando morei na Inglaterra, onde treinei meu impecável inglês.
O meu amigo pediu o livro e o CD, que eu já tinha passado para um pen drive, para copiar, e passar a seu filho e a sobrinha, disse lhe que em breve o remeteria, me despedi e fui embora.
Mas no outro dia a tarde bateu no meu sobrado o filho dele e a sua sobrinha dizendo que seu pai havia pedido para depois do colégio passarem na minha residência e apanhar a missiva, como a guarita do condomínio, devido á retenção de despesas, a guarda é feita somente a noite, entraram sem problema, entreguei e foram embora.
No outro dia á tarde a campainha da minha casa toca, abri e era a menina sozinha, uma saia tipo tubinho de seda, bonitinha e um corpinho bem feito, me falou que seu primo não pode vir e que eles ficaram com duvida de como usar o livro que lhe havia emprestado no dia anterior e queriam esclarecimento.
Mandei entrar, ela sentou no sofá, abriu o livro para me mostrar a duvida e eu em pé ia me sentar a seu lado quando percebi, pois como moro sozinho, que estava de camiseta e cueca, mas era uma cueca boxer, desta de perninha tipo short de praia, e só notei porque a percebi mirando no meu pau.
Mas ai não tinha mais jeito, fiz como fosse normal, sentei a seu lado e ela começou a pedir a explicação devida, comecei a falar e nisto ela ouvindo foi levou a mão em cima do meu pau e começou a alisar, mas sem olhar, este já ficou em riste na hora, mesmo falando tirei ele pra fora e ela começa alisar e bater uma punheta, percebendo que ela já sabia o que estava fazendo, peguei sua cabeça e a baixei em direção ao meu pau, ela foi e começou a beijar a cabeça e já iniciou uma chupada, levantei sua saia, fui puxando e tirando sua calcinha e ela chupando meu pau não reclamava, a ajeitei em cima e eu embaixo, abri sua perna e comecei a chupar aquela bocetinha aparecendo os primeiros pelinhos, chupava e alisava com a língua o pequeninho grelinho que senti durinho na minha língua, ela já rebolava e sentia tesão, saquei o meu pau de sua boca pois já estava quase gosando, tirei sua saia, ficou peladinha, seios já que nem uma laranja polcam com os mamilos durinhos iniciei uma chupada nele e esfregava o dedo na sua bocetinha, ela louca de tesão pedia para mim introduzir, a peguei no colo e levei para a cama, lá eu tinha lubrificante e passei no meu pau, pois fiquei com medo de a machucar, fui colocando devagarzinho, senti a cabeça de meu pau entrando naquele buraquinho apertadinho, por um bom tempo só colocava a cabeça do meu pau e tirava, ai ela começou a implorar para colocar tudo e eu com medo dela não aguentar dizia que não, nisto ela levanta as pernas e trança na minha cintura, ai não teve jeito, entalei até o talo, aguentou firme por uns 10 minutos de copula e ai eu explodi num goso intenso.
Refiz-me e a levei pro banheiro para tomarmos banho, enchi a banheira, entramos, comecei esfregando e a beijando, fui novamente à bocetinha e comecei a chupar, a virei e comecei a enfiar a língua no seu cuzinho bem rosadinho, ela começou a piscar e rebolar, senti que estava om tesão no cu, passei gel no meu pau e comecei a introduzir e a bombar, mas só a cabeça e sentia as preguinhas cedendo, a tesão era grande, mas ela começou a dizer que estava doendo muito, tirei, não queria a machucar e se sangrasse o estrago era grande, a peguei no colo e levei para a cama novamente, fiquei em baixo e ela em cima, ensinei ela cavalgar, cavalgou muito e num certo momento começou a tremer, chorar, grita parecendo uma louca, me apavorei, mas era ela gosando, gosou que nem uma mulher adulta.
Deitados na cama nos refazendo do cansaço começamos a conversar, lhe disse: -senti que não eras mais virgem, ai ela me disse: – sim, pois como eu e meu primo ficávamos a tarde inteira sozinhos em casa desde eu com 7 anos e ele com 8 anos, escondidos começamos a ver filmes pornográficos no computador e tentar imitar como brincadeira, mas agora meu primo tem um pinto grande, não tão grande e grosso que nem o seu, mas já gosa na sua bocetinha desde quando ele tinha 9 para 10 anos e eu 8 para 9 anos, mas eu nunca gosei, só sentia tesão, a primeira vez que gosei foi hoje contigo e foi muito bom, sempre queria gosar, sentir o prazer do goso como nos filmes pornográficos que víamos e agora sei o que é ter realmente prazer.
Disse ainda:- meu primo também vê muito filme gay, ele até cortou um pedacinho de um cabo de madeira (vassoura), arredondou e lixou bem uma ponta, lambuza de margarina, fica de quatro e pede para eu introduzir e tirar…introduzir e tirar…. no cu dele , ele rebola, geme muito e se masturba, diz ter tesão no cu, mas que nunca tinha dado pra ninguém, mas foi só até o dia em que ele me visitou, ai é outra historia verídica, podem apostar.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,67 de 24 votos)
Loading...