Morena Sensacional

Autor

Depois de ler por vária vezes os contos nesse site, resolvi escrever o meu:
vamos ao fatos, a primeira vez que ví boca mágica, apelido que dei a ela por gostar de boquete, mas isso contarei mais a frente.

A primeira vez que a vi foi em uma festa, ela morena,por volta de 1,70m, olhos castanhos claros, pernas grossas e seios um pouco pequeno para seu corpo, estava com um vestidinho branco bem colado ao corpo, de chamar muita atenção mesmo, sempre reparei nela mais por ser casado mantive sempre a descrição para a mulher não desconfiar, conversando com um amigo meu após esse dia falei que tinha o maior tesão na mina e ele foi logo falando o que todo homem gosta de ouvir, ela é uma putinha de primeira, gosta de sair com homens casados para manter o sígilo, pois ela tem namorado, pronto cheguei onde queria. Após uns dias chamei ela no face e puxei assunto com ela, isso sempre pela manhã, no horario que minha mulher trabalha, em uma dessas conversas falei que a achava muito bonita e que tinha muito interesse em ficar com ela, mas tinha que ter um sigilo grande, pois tinhamos compromisso.

Passou-se alguns dias e chegamos ao fim do ano, como sempre em minha cidade tem as festas de final de ano, estou com a esposa e outro casal de amigos e ela a minha frente com uma amiga, ela havia terminado com o namorado e estava a minha frente bebendo e rebolando para me provocar, passei a festa olhando para ela, teve uma hora que minha esposa chamou a esposa do meu amigo para irem ao banheiro, nesse momento passou uma colega dela e pegou na minha bunda e jogou um bilhete no meu bolso, após isso saíram e não as ví mais na festa, o bilhete estava escrito assim: quero muito te dar e abaixo estava o numero dela, fiquei na festa mas o que havia no bilhete não me sai da cabeça, como trabalho como segurança 2 vezes a noites, resolvi ligar pra ela dia 02/01/2014, mas para minha surpresa o telefone chamou e ninguém atendeu, fiquei decepcionado com aquilo, continue meu trabalho e no outro dia fui para casa descansar, a tarde sempre gosta de dar uma corridinha na pista e levo meu celular para ouvir musícas, nunca tinha visto caminhando mas esse dia ela estava, ao passsar por mim vejo uma ligação, como tinha salvo na agenda o nome masculino nem conheci que era ela, a mesma foi logo falando assim, me desculpa por não ter te atendido meu celular estava no silencioso e meu ex estava tentando voltar comigo bem na hora que vc ligou, mas não se preocupe ele não viu nada, queria muito te ver, como faço para te encontrar, falei assim vc tem algum lugar especial para isso? Ela me falou assim se vc conseguir sair de casa sem sua mulher desconfiar me liga que te falo, aquele misto de tesão e medo fez com que meu membro ficasse duríssimo, sou moreno, em forma devido a corrida aliada ao futebol, membro de 20cm, que ficou durrissimo ao meu short ela falando sacanagem, já estava constrangido, pois todo mundo na caminhada estava notando o volume que estava formando.

Ao chegarem casa jantei e fiquei pentelhando minha mulher para ela ficar com raiva de mim, pois sempre que ela fica com raiva vai para o quarto e se tranca para assistir e acaba dormindo, depois de meia hora fui ver e ela estava cochilando, quando cheguei perto disse que iria pra casa de meu pai conversar um pouco, ela só balançou a cabeça que sim e que não demorasse, falei que no máximo em 40 minutos a 1 hora já estava em casa, peguei a moto e ao sair liguei logo para a morena gostosa, falando que tinha dado uma fuga que pelo menos 30 minutos ficaria com ela, a mesma me passou o local sigiloso para nos vermos, em 5 minutos cheguei ao local combinado, fiquei um pouco com medo pois era muito escuro e isolado, quando encostei a moto ela saiu de traz de uma construção, estava de arrasar com um vestidinho bem colado, preto, muito gostosa e cheirosa por sinal, ao se aproximar de mim falou que por muito tempo queria ficar comigo, começamos a nos beijar e coloquei logo a mão por baixo de seu vestido, apalpando sua bunda grande e mordiscando seu pescoço, ela foi ficando louquinha, depois demos uma beijo de lingua muito gostoso de uns 5 minutos, após o beijo e aos amassos que demos um ao outro tentei pegar em sua chaninha, mas ela não deixava, peguei somente por cima da calcinha, estava encharcada de tão molhada que estava, disse a ela que como não teriamos muito tempo, teria que dar uma rapidinha ali mesmo, ela me falou que antes de meter nela queria chupar minha rola, nossa meu deus fui ao ceu e voltei com aquela chupada, ela passava a lingua do saco a cabeça e engolia ele todo, foi o melhor boquete que já tinha tido em minha vida, por isso que chamei ela de "boca mágica" , apos isso coloquei ela de 4 escorada a moto e mandei ver, ela sussurava de prazer e por várias vezes coloquei a mão na boca dela para abafar os gemidos, quando estava perto de gozar falei pra ela que queria gozar na boca mágica, ela disse que ali não era local para isso, que quando estivessemos em um local mais reservado ela deixaria, fui bombando forte e gozei no chão, ainda pegou um pouco no pé dela, dei um beijo nela e marquei para sábado, pois iria trabalhar e já arquitetava um encontro melhor pra gente.

Passaram 3 dias e chegou o sabado, fui fazer a minha corrida e ela estava, passei por ela e disse que hoje daria certo ver ela novamente, ela acenou que sim e que eu ligasse, fui pra casa tomei banho, jantei e fui trabalhar, entrei no trabalho 7 da noite e sairia 7 da manhã do outro dia, antes de ir lembrei de vestir uma cueca branca como ela queria, pedi pra ela vestir uma lingerie vermelha, como trabalho com outro colega inventei uma desculpa esfarrapada que estava vindo uns parentes e gostaria de vê-los na rodoviária, perguntei a ele se o mesmo poderia tirar meu serviço meia noite as 2 da manhã, quando chegasse 2 da manhã tiraria o restante do serviço ate as 7, ele prontamente combinou e peguei a moto e fiquei próximo a casa dela, ela morava sozinha com uma irmã que já dormia a muito tempo, ela morava a uns 2 minutos do motel, coloquei meu capacete para ela usar e fomos, entramos no motel com ela já querendo me atacar kkkkk.

Ao entrar no quarto ela falou que hoje eu conheceria o que é uma puta de verdade, ficamos num amasso gostoso por uns 10 minutos, tirei toda roupa dela e juro por deus que jamais tinha visto um clítoris maior que o dela, deitei ela na cama e chupei muito naquele pinguelão que ela quase goza em minha boca, depois veio e passou uns 5 minutos chupando minha pica, chupava gostoso demais, coloquei ela de 4 e mandei ver, ela se tocava e mandava eu penetrar ela com força, quando estava gozando falou tão alto que acho que o motel inteiro escutou, após gozar pediu para eu tirar a camisinha que iria me chupar para gozar em sua boca, começou numa chupeta incrível e me punhetando ao mesmo tempo, quando anunciei o gozo ela colocou a língua pra fora e não desperdiçou uma gota, mas não engoliu, foi cuspir na pia minha porra, a seguir me chamou para tomar banho com ela, no banho começamos um novo amasso onde meu pau endureceu rapidinho, fomos pra cama e começamos um 69 sensacional, chupei demais o pinguelão dela e ela minha pica, depois ela colocou uma camisinha em mim e cavalgou gostoso, quando estava a gozar começou uma gritaria, ela é muito tarada e quando vai gozar fica louca e gritando, gozou e caiu para o lado da cama, sobi em cima dela e comecei a meter forte nela que adorava pau, tentei por varias vezes meter no cuzinho dela e ela tinha muito medo, pois nunca havia dado, mas se merecesse em outro encontro tentaria, fudi demais aquela cachorra durante as 2 horas de encontro, gozei 3 vezes na boca dela e ela 3 vezes, marcamos de se encontrar novamente, mas nesse meio termo ela conheceu um cara e assumiu o namoro com ela e foi embora, passei uns 2 anos sem a ver, quando ela veio passear em 2016, estava com uma filha recem nascida nos braços e nunca mais deu certo eu ficar com ela, mais nunca vou esquecer daqueles nossos encontros.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,67 de 3 votos)
Loading...