Meu pai e os dois amigos dele curtindo com o meu primo

Autor

Eu estava voltando da academia e ao chega em casa vejo meu primo deitado no sofá e pergunto a ele:
-ta fazendo o que aqui garoto?.
-esperando o tio, ele me convidou pra assistir um filme aqui com vocês.
Eu estava confusa e querendo entender, era dez horas da noite e o pivete estava aqui em casa, daí perguntei pro Cássio.
-aonde está meu pai?
-ele saiu, disse que ia pega uns amigos dele pra assistir também.
Que estranho meu pai nunca foi de trazer homens pra ca, pois ele termia pela minha segurança, fui pro banheiro toma aquele banho e sai so de toalha pra ir ao meu quarto, ai veio às lembranças do meu pai transando com Cássio e fiquei molhadinha, pensei comigo mesma ” ah será que eu devo provoca ele?”, fiquei pensando bastante e fiquei excitada da possibilidade de provoca ele, vesti minha calcinha Branca pequena, e pensei mas uma vez ” ah so um pouquinho não vai fazer mal”, me enrolei na toalha e perdi para o cassio:
-Cássio me ajudar aqui com o sutian, amarra aqui pra me.
– ta bom.
Soltei a toalha e caiu no chão, a reação dele foi de espanto ao me ver so de calcinha, olhei pra trás e apressei ele a amarra logo, ele não alcançava e subiu no sofá e a rola dele encostou na minha bunda, e eu como adoro provoca fiquei rebolando bem devagarinho e sentir crescer mas ainda, até que ele conseguiu e sai pro meu quarto, soltei de novo o sutian pois eu sentir algo dentro de me, de querer mas e fui até ele e disse:
-saiu denovo primo, ficar sentado ai que vou senta no seu colo, vai ser melhor.
De calcinha mesmo sentei bem em cima da rola dele, ouvi saindo da boca dele ofegancia e tesão, imagina o que estava passando pela cabeça dele ” nossa minha prima gostosa de calcinha sentado no meu colo”, qual primo ou prima não sentir tesao um pelo outro, depois que ela conseguiu amarra eu levantei e vir que ele estava cobrindo o pau pra eu não ver, daí na maior cara de pau perguntei a ele:
-o que foi Cássio, tá escondendo ai?
-nada não. Com uma voz trêmula.
– deixar eu ver?
Ele na hora sa encolheu pra eu não ver, mas já sabia e depois de tantas lutas eu vir que já tava duro.
– ah seu safado ta tarado por mim ne.
– você também senta no meu colo de calcinha, sou homem na.
Eu adoro provoca, adoro ser provocadora e mandona, no sexo eu que mando e os homens me obedecem, e vendo meu primo daquele jeito olha vou falar pra vocês, me deu tesão, não gosto muito de garotinhas pois odeio ensina, mas aquilo eu abri um excessao mas nada de transa, pois ele é do meu pai mas eu vou provoca.
Tirei minha calcinha e mostrei minha buceta pra ele, ele ficou louco de tesão, subi no sofá na frente dele eu empurrei a cabeça dele pra trás e de frente mesmo coloquei minha xoxota na boca dele e ordenei a mim chupa, e ela chupou gostoso comecei a geme e puxei o cabelo dele pra mas fundo ainda, depois virei de Costa e ordenei a chupa meu cu, sentei meu cu na boca dele, daí eu ouvi o carro do meu pai chegando, sai de cima dele e disse olhando pra ele:
-não conta pra ele, você aparte de hoje será meu servo e eu sua dona.
Dei um tapa na cara dele e depois confirmou tudo, sair correndo pro meu quarto e me arrumei, chegando lá vir dois homens o meu pai veio até mim e nos apresentou.
– filha estes são meus amigos, Cláudio e o César.
-prazer meu nome é tatu.
Cláudio tem 36 anos, loiro dos olhos azuis, branco com uma tartuagem no ombro direito, 1,81 de altura, ele é lindo e tem um corpo definido. César tem 38 anos, moreno de 1,78 de altura, olhos castanhos, corpo definido com uma tartuagem no braço esquerdo e outro no direito.
Meu pai falou para os dois ficarem avontade e lá se foi pra cozinha e eu fui atrás dela e perguntei.- pai quem são eles?
-meus amigos meu amor.
-nossa o Cláudio é lindo.
Ele começou a ri e disse:
-pode tira o cavalinho da chuva rsrs.
-pq pai.
– os dois são gays, e eles vieram pra saborea a rola o seu primo.
Nossa gente quase cair pra trás, que desperdício de rola viu um cara daquele lindo que as mulheres dispurtaria pra ter-lo na hora é gay, pergunto ao meu pai.
– então o tal do cinema é so um pretexto?
-sim, e quero um favor seu filha.
-qual pai?
-vou senta perto de você, e quando eu te curtuca quero que você vá pro seu quarto e fingir que vai dormi ta ok?
-ta bom pai.
– se quiser olha pode olhar, pois isso não é novidade pra você, mas quero que saia para não constrager seu primo.
– ta bom pai.
Mal sabe ele que o cassio agora é meu escravo, meu pai fez a pipoca e abri o refrigerante, formos todos pra sala e ela colocou um filme de terror ” a invocação do mal 2″, filme bom viu, fiquei ali por alguns minutos até que ele deu um sinal, eu pensei que era um cutucao mas foi uma cotovelada e na hora doeu, me levantei fingir um bocejo e disse:
– gente vou dormi, Boa noite pra vocês.
Todos deram Boa noite, e fui direto pro meu quarto, mas fiquei de olho na frecha da porta, meu primo estava sentado no chão meio que cochilando até que o César disse:
-e ai a sua filha foi dormi então vamos lá galera.
– vamos. Disse o Cláudio.
Meu pai se levantou logo e tirou a calça e a camisa, e os dois rapazes foram pro quarto do meu pai, meu velho estava de calcinha bem pequeno todo enfiado no cu Peluso dele eca rs, foi se abaixou e deu um beijo no meu primo, quando ele acordou viu que meu pai estava so de calcinha, meu pai virou de costas e pegou na mão dele e passou na bunda dele, afastou um pouco a calcinha pegou em um dos dedos que era o indicador e colocou dentro do seu cu, e eu já estava toda excitada vendo tudo aquilo, começou um movimento vai e vem com o dedo no cu do meu pai, meu pai virá pega o dedo dele que tinha enfiado no seu cu e coloca na boca do Cássio vir que ele fez uma cara de nojo ( deve ter ficado bem azedo), meu pai tira a calcinha e mostra a jeba dura dele.
Aí chega os dois que faltava, Cláudio e casar os dois vestidos de lingerie vermelha, Cássio ao ver aquilo se levanta e senta no sofá, César chega e falar.
– primeira vez que vou sentir uma rola jovem, deve ser uma delícia.
Meu pai responde.
– sim vocês vão adora.
Cláudio chega e senta no colo do Cássio e começa a beija a boca dele, gente tava excitada sabia primeira vez que vejo tanta sedução ali, e meu pai so olhando o que estava acontecendo, Cláudio se levanta e tira a bermuda do meu primo e depois a cueca.
-huuumm adorei e você César gostou?
César responde.
– eu amei.
Cláudio sobe no sofá e começa a fazer strip tease, meu velho colocou uma música bem sexy no celular dele, e Cláudio começa a rebola e olha que ele fazia bem o strip parecia uma mulher, começa a tira o sutian e por fim tira a calcinha e mostra aquela rola grande Branca, nossa que desperdício viu se fosse hetero ficaria de 4 pra ele bem gostosa.
Cláudio balança a rola bem na frente do meu primo que chega até encosta na sua cara, a rola pega na boca do Cássio e gente quando eu vir aquilo fiquei de Boca aberta, eu vir meu primo chupando a rola do Cláudio, e chupava bem até fazia garganta profunda, enquanto isso César sa abaixou e começou a chupa a rola do Cássio, e meu pai batia uma punheta, César começa a tira a sua lingerie mostrando a rola que não era tudo aquilo rsrs.
Até que César vendo que estava bem duro virou de costas e sentou gostoso na rola do meu primo que chega que ele gritou de dor, e cesar malvado que é começou a calvaga sem medo e o Cláudio sendo chupando pelo meu primo, Cláudio pega o mesmo dedo que o meu primo tinha enfiado no cu do meu pai e enfia no dele, e o meu primo fazia o movimento do vai e vem, na outra ponta meu pai louco de tesão, pega o outro dedo da mão esquerda do Cássio, pega o indicador e colocar bem dentro do seu cu, e eu ali so vendo aquela cena, e pensando comigo ” nossa como e que pode isso gente”.
César saiu de cima da rola do meu primo e foi a vez do Cláudio, eu vir que a rola dela tava super dura, pegou na jeba do meu primo e sentou com tudo, enquanto isso César vai e inclina sua bunda pro meu primo chupa seu cu, e o meu pai todo inclinado com o dedo do meu primo enfiado no seu cu, Cláudio começa a pular e bate uma e o César começa a bate uma punheta, eu via as bolas do Cláudio batendo na do Cássio e ele pulava loucamente na rola do meu primo, e eu com a buceta pegando fogo, louco por uma rola.
Minutos depois seria a vez do meu pai senta na rola do Cássio, com aquela cu todo peludo meu. Pai senta na rola do meu primo e começa a calvaga gostoso, e cesar sair e entra o Cláudio batendo a rola na cara do meu primo, e a putaria rolava solto na sala de estar, os três reversava na rola do meu primo, vir os três de 4 e o meu primo comia um cu atrás do outro, e deitado reversava na sentada em cima da rola do meu primo até que de tanto comer cu, meu primo goza dentro do cu do Cláudio, César e meu pai ficaram frustado por não ter sentindo o gozo do meu primo, e Cássio cair exausto no chão, e eu paro de olhar e vou pra minha cama, deitada eu fiquei pensando ” nossa meu primo aguentou em”.
Horas depois Cláudio e cesar vão embora, e meu pai é meu primo foram dormi juntos e eu fui dormi pensando em tudo que eu vir, não vou mete pra vocês, eu sentir tesao por ver tudo aquilo, pq faz tempo que eu não faço sexo gostoso, não por não ter ninguém mas pq tem alguns homens que não sabe fazer do jeito que eu quero.
No outro dia acordo e vou ao banheiro, sai de la e fui no quarto do meu pai e vejo meu primo dormindo pelado, deu vontade de subir lá e dar pelo menos meu cu pra ele comer, mas decidir que não lembrei que eu tinha mijado e não sequei, subir na cama do meu pai e sentei na cara do meu primo, ele acordou no susto e ordenei ele a me limpa, ele sentiu o gosto da minha urina na minha buceta e faz cara de nojo, olhei pra ele e disse:
-você agora é meu escravo.
Sair de cima dele e fui pra cozinha toma café, mas tarde conversando com meu pai ele explicou que ele tem um grupo no zap so de homens maduros gays Que adora garotinhos, pensei comigo mesmo ” SERÁ QUE MEU PAI É PEDOFELO”.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,50 de 8 votos)
Loading...