Meu afilhado pauzudo – Parte II

Autor

…terminei a primeira parte dizendo que adormeci com o pauzão do meu afilhado dentro da minha buceta…na realidade eu tenho certeza que desmaiei de tanto tesão…afinal fazia um tempo muito grande que eu estava sem alguem. Mas continuando…fui despertada com o meu afilhado me beijando o rosto…a testa…a boca…e falando….acorda minha madrinha deliciosa…acorda que eu nao estou resistindo ficar somente te olhando. Eu não acreditava que um menino com aquela idade tinha tanta maturidade com uma mulher, Era extremamente envolvente, másculo e ao mesmo tempo super carinhoso. Aquela voz meio rouca era super excitante….eu nao me contive e deixei escorrer algumas lágrimas de tanta emoção, parecia que eu nunca tivera tanto carinho na vida. E ele beijava meus olhos…minhas lágrimas…beijava minha boca…com uma das mãos acariciava um dos meus seios…passava a palma da mão suavemente pelo bico do meu seio…eu estava de barriga pra cima….e ele de lado…puxou as minhas duas pernas pra cima das pernas dele…de maneira que o pauzão encostou na minha buceta…e ele disse…madrinha…amei chupar a tua buceta…voce é deliciosa…mas tenho que te confessar que estou perdidamente apaixonado pelo teu cuzinho…eu me arrepiava…e a minha buceta se contraia….o teu cuzinho é cheiroso…docinho…cheio de preguinhas…é o cuzinho mais lindo que eu ja vi madrinha…eu sentia um calor nas minhas entranhas…não sabia se ficava com vergonha ou se era realmente tesão. A medida que ele ia falando eu sentia o pauzão dele crescendo…quiz empurrar a minha buceta de encontro aquele pau…mas ele disse…agora voce vai descansar…eu vou foder…porque antes voce me deu um show de buceta…meu pau se sentiu devorado por voce madrinha…minha delicia…minha linda. Ele segurou o pau…e começou a deslizar…desde o meu grelinho até eu sentir tocando levemente o meu rabinho…eu queria aquele pau dentro de mim novamente…apesar de saber que a minha buceta estaria dolorida…mas estava escorrendo…claro que liquidos do meu tesao….mas estava cheia da porra dele ainda…e ele deslizava….eu suavemente empurrava de encontro ao pau dele….e ele disse…madrinha…a partir de hoje quando estivermos sozinhos me chame de meu homem…meu macho…meu comedor…meu amante…fale comigo sem vergonha …sem reservas…fale comigo de um jeito bem vulgar, bem vadia, bem putinha….nosssssa…aquilo me deixava louca…eu amava me sentir uma putinha…não sei como fiquei tanto tempo sem pau…acho que porque realmente amava o meu falecido marido…e permaneci no luto…mas agora eu tiraria todo o atraso. De repente…ele encostou o pau e começou a empurrar…exatamente naquela posição…eu de barriga pra cima e ele de lado…eu com as pernas por cima das pernas dele…e ele foi metendo….e dizia..que buceta maravilhosa…apertadinha…e eu dizia…meu macho…nao é apertada…é o teu pau que é um gigante…grosso…enorme…arrebenta a buceta da madrinha….meu puto…nao tem vergonha de estar comendo a tua madrinha não…e ele dizia..isso tesuda..fale assim ..continua…gostosa….de repente..tirou o pau…e saiu daquela posição…me deixou com as pernas escancaradas e ficou entre elas…olhou bem pra minha buceta e disse…como voce é linda madrinha…como voce é gostosa…a tua buceta esta totalmente ensopada…melada..escorrendo…e dizendo isso…caiu de boca….eu ainda quiz impedí-lo…dizendo nããããããoooo….estou toda melada….suada…gozada…esporrada…a tua porra esta ainda aí dentro…e ele disse..exatamente assim que eu quero…uauuuuuuuu..que cheiro da nossa foda…o gosto do meu pau com a tua buceta fazem um combinado que me deixa louco de tesao…deixa eu te chupar sempre assim…amo esse cheiro de buceta fudida madrinha..amo…chupava…com certeza absoluta como nunca fui chupada…na realidade meu marido adorava chupar a minha buceta…mas nao era tão prazeroso como aquele garoto fazia…aí ele desceu…levantou as minhas pernas…empurrando pela parte de traz das coxas…mandou eu segurar os meus joelhos quase encostando nos meus seios…imaginem bem como eu estava exposta….e desceu com aquela lingua louca até meu cuzinho….uauuuuuuu….ele levantava um pouco a cabeça me olhava e dizia…olhe pra mim minha madrinha…olhe a minha cara toda melada da tua buceta….sente a lingua do teu afilhado no teu cuzinho sente. E eu olhava…e ficava louca de tesao…aí ele disse…abre essa bunda com as duas mãos…eu abri…e sentia nitidamente a ponta da lingua entrando no meu cuzinho…nunca imaginei que alguem fosse lamber o meu cu…que alguem fosse comer o meu cu com a lingua…e ele dizia…pisca o cuzinho madrinha…morde a minha lingua com esse cuzinho lindo…e eu totalmente entregue ao prazer obedecia…com um prazer que nao sei traduzir…aí ele voltou para o meu grelo…e um dedo…tocou no meu cu….e foi entrando….suavemente mas…foi entrando…nao parava de entrar…e eu sentindo prazer…aí ele lambeu ainda com o dedo dentro….e colocou um segundo dedo…meu cu apertava os dedos dele…eu sentia um pequeno desconforto…mas a chupada no grelo fazia eu logo voltar a sentir prazer…ele levantou a cara da minha buceta e disse…sem tirar os dedos do meu cu…ele disse…pede….pede madrinha…pede o meu pau aqui….e enfiou os dois dedos inteiros ….e eu disse….fode meu homem….come a tua putinha…tua vadia…eu sei que voce vai cuidar do meu cuzinho….fode…ele pegou um almofadão que tinha sobre o sofá…me levantou com uma facilidade incrivel…fiquei ainda de barriga pra cima…de frango assado…com o rabo em cima de um almofadão gigante…e ele deu mais uma cuspida no meu cu…cuspiu na mão…lambuzou o pauzao com cuspe…e encostou a cabeça no meu cu…o pau era todo grande…a cabeça era grande…mas da metade em diante parece que o pau ainda ficava mais grosso…e ele disse..vou fazer devagar…quero que voce adorre me dar o cu…quero que voce tenha prazer levando esse pau no rabo madrinha…aí ele nao tirava …de cima ele cuspia…e acertava…no pau…e na minha buceta que eu sentia o cuspe escorrer para o meu cu…comecei a chamá-lo de tarado….de comedor de cu…falei..bem que a tua mãe me disse que voce era louco por cu….mas nao imaginei que iria comer o cuzinho da tua madrinha…seu puto…vagabundo…e ele dizia isso madrinha…voce é melhor que a encomenda…parece que conhece o teu macho há muito tempo…sua gostosa…toma…tirou o pau devagarinho….deu uma cuspida na mao…e besuntou o pauzao todo…e disse agora vou colocar tudinho…e me mostrou…balançou o pauzao pra mim e disse …olhe minha gostosa….esse pau é teu…agasalhe bem ele…e foi empurrando…dizia..abre o cuzinho..com as duas maos…eu colocava as maos por baixo da bunda..e abria…podia sentir o calor daquele pau me sodomizando. Sente putinha…quero compensar todas as punhetas que bati pensando em voce….lembrando do cheiro das tuas calcinhas usadas..sujas..meladinhas..de quando voce ia com o teu marido la em casa…de manha voces saiam eu ia nas tuas coisas até achar as roupas sujas…e cheirava …e adorava o cheiro da tua buceta e do teu cuzinho meu amor…nossa..eu tinha vontade de chorar…..ele disse…estica essa mao e pega o meu pau…ve como o teu cuzinho esta engolindo ele….quanto eu toquei o pauzao…eu gelei…ainda faltava mais de meio pau pra entrar…eu deixei escapar…acho que nao vou aguentar…e ele sorriu..e disse…essa foda no teu cu…é pra te dar prazer tambem…se estiver ficando muito dolorido ou ruim…nós paramos e continuamos amanhã…mas quero que voce sinta tesao…e aí mais uma vez me surpreendeu…ele disse…madrinha..coloque dois dedos dentro da tua buceta..quero ver….o pau entrando no teu cuzinho…e os teus dedos na tua buceta……e eu mais uma vez totalmente obediente…coloquei…eu nunca havia sentido a minha buceta tao melada…aí o meu taradinho disse..agora coloca na minha boca…eu falei….mas Tavinho…ela esta muito melada…e ele disse..é bem assim que eu gosto…acostume com isso…eu pensei..ja que esse putinho quer vai ter….enfiei bem dois dedos…sairam ensopados…estiquei o braço e alcancei a boca dele…ele chupava meus dedos…lambia meus dedos…e eu acho que era uma bela estratégia…porque senti quando a parte mais grossa do caralho passou cu adentro…e ele pedia mais….eu enfiava os dedos na buceta…enfiava na boca dele…e ele enfiava o pau no meu cu….uauuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu….eu estava amando…me sentindo uma verdadeira puta…queria agradar aquele macho…porque sabia que teria pau todos os dias…ele dizia…esfrega o grelinho….nossa..que tesao…tomar no cu massageando o grelo é ir às nuvens…ele baixou …e disse…sente o teu gosto na minha boca…era um cheiro louco …um cheiro de tesao…de cu …de buceta…de saliva…de suor…mas o mais importante….era um cheiro de tesao…era um cheiro animal…abracei ele com as duas mãos…enlacei o seu corpo com as minhas pernas…passando por cima das costas dele…e falei ao ouvido dele…vai…soca esse pau até o fundo do meu cu….detona essas preguinhas….daqui uns dias esse pau vai entrar bem mais tranquilo…vou deixar voce comer esse cu…com vontade…empurra Tavinho…come o meu cu…come o cu da tua madrinha…meu comedor tesudo….e senti o corpo dele todo tocando o meu….senti o pau dele totalmente dentro do meu cu….e ele falou…voce é única…voce é maravilhosa…me beije…minha mulher…tesuda…o teu cu esta cheio com o meu pau…madrinha…posso mexer…e eu falei..mexe…mas mexe devagar….e ele movimentava somente a bunda…a boca colada a minha ….e eu sentia as pulsações daquele pau no meu cu….e ele disse…eu vou gozar…ficaria horas comendo esse cu….mas hoje vou dar um descanso pra ele…vou gozar no fundinho do teu cuzinho madrinha…….hummmmmmmmmmm……deliciosaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa….senti os jatos de porra no meu cu…senti o meu cu pegando fogo…ardido…e cheio de porra…confesso que queria que aquele pau saísse imediatamente dali….mas deixei…o pau pulsava….latejava….e ele disse…fique quietinha…vou tirar o meu pau…vou deixar esse cuzinho respirar….mas fique assim com as pernas levantadas….quero ver como ele esta….e foi tirando….e foi saindo…parece que nao acabava mais….ate que quando faltava somente a cabeça ele foi muito lentamente…e disse…aperte o cuzinho….eu fiz….e ele tirou……me ajudou a esticar as minhas pernas…disse…vou deixar a almofada aqui embaixo…pra nao escorrer porra no tapete….demos risada….eu sabia que estava vazando porra do meu cu…ainda bem que so saia porra….a duchinha foi bem feita…meu cuzinho fez bonito..kkkkkkk….o Tavinho se debruçou sobre mim….me acariciou o rosto…eu sentia o cheiro do meu cu na sua mao..nos dedos que entraram em mim….mas era um cheiro que me dava tesao…um cheiro excitante…me acariciava….me beijava…e falava….e falava…me elogiava…e dizia…quero voce todos os dias….todos os dias….quero te fazer dependente desse meu pau….porque eu ja estou dependente de voce……

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,67 de 18 votos)
Loading...