Dupla insaciaveis: mãe e filha. A empregada entrou na brincadeira

Autor

Depois da minha primeira transar com meu filho, ele agora ficar dormindo comigo no meu quarto, agora ele é meu marido que mim beijar e transar comigo todas as noites ( todas não ne kkk pq tenho que divide ele com minha mae), depois de uma longa noite de sexo com ele, acordei no belo dia quandomim virei para o outro lado ela não estava la, coloquei meu roupão e fui em direção a sala, e na sala vir minha mãe transando com meu marido, ela ofegante calvagando na rola dele deu bom dia e eu responde, fui em direção a cozinha e vir a cozinha toda suja mas mesmo assim tomei meu café naquela cozinha, minutos depois minha mãe chega toda suada da transar com Júlio, olhei pra ela é disse:
-precisamos de uma empregada.
– também acho filha, pois precisamos colocar essa casa em ordem.
Daí subi pro meu quarto e fui pro banho, mim arrumei e parte pro escritório, horas depois chega o meu cliente o Pedro um senhor de 57 anos que ganhei a causa dele, veio mim agradece e começou a falar um pouco da vida sofrida dele e da mulher, até que ele falou que ela estava desempregada e que queria trabalha, perguntei a ele se ela já trabalhou como doméstica, ele respondeu que sim, fiquei super feliz e falei pra ele que eu estava a procura de uma empregada, e ele pulou de alegria so falto mim beija kkkkk, passei meu endereço pra ele e disse que amanhã ela poderia ir lá em casa, ele muito feliz saiu e mim agradeceu demais.
No outro dia acordei e fui pro banheiro, tomei meu banho e desce pra toma café, depois mim arrumei pra espera a nova empregada, até que as nove horas da manhã a campainha toca fui ver quem era, e vir se apresentou pra mim.
-meu nome é Lúcia.
Lúcia e negra, tem 43 anos, estatura mediana, peitos médio, bunda empinada um pouco menor que a minha, cabelo cacheados, olhos castanhos escuros, quadril um pouco larga e uma tartuagem mas costas.
Perdi para ela entra e se senta, Lúcia entrou e se sentou no sofá e eu sentei ao lado, ai perguntei a ela.
-olá Lúcia meu nome é Karen, pode mim dizer um pouco da sua vida.
Ela falou que mora aqui a 10 anos, nasceu em Alagoas, e está casada à 20 anos, tem um filho de 15 anos, o seu último emprego foi como auxilia de limpeza, e já trabalhou como doméstica. Perguntei a ela:- pq você saiu da casa do seu ex patrão?
Ela respondeu.
-pq eles tinham se mudado para outro país.
– ta bom.
Com as devidas apresentações dela e vir que ela tem perfil para trabalha aqui em casa, na hora ela ficou super feliz, quando agente foi se levantando meu filho aparece saindo do meu quarto todo nu, Lúcia vendo aqui ficou morrendo de vergonha e meu filho vendo uma estranha na nossa casa, saiu correndo para o quarto, eu e Lúcia começarmos começarmos ri.
-kkkkk desculpa é que agente ficar muito avontade aqui em casa.
– tudo bem dona karen, eu sou a intrusa aqui, e ja estou acostumada com isso.
Ao ouvi aquilo fiquei com a pulga atrás da orelha.
– como assim acostumada, não entende Lúcia.
Na hora ela reparou o erro que ela falou.
– nada não dona karen, deixar pra la.
Não insistir mas pois não queria ser impertinente e andei com ela mostrando a cozinha, a piscina, os quartos e o quarto dela, quando voltarmos minha mãe desceu vestida com uma saia longa, e apresentei a Lúcia para a minha mãe, e fui até a porta de saída e Lúcia mim pergunta.
– que dia eu começo?
-pode ser amanhã? Eu respondo.
– sim dona karen, virei amanhã.
Três meses se passaram e Lúcia, minha mãe adorou ela e meu filho também, estávamos todos felizes com relação a Lúcia. Até que um dia a tarde voltei do escritório mas cedo, cheguei em casa, estacionei o carro e entrei no silêncio, eu sabia que a minha mãe não estava pois ela foi transar com um garçom ( kkk novidade ne) e meu marido foi pra escola, deixei minha bolsa no sofá e fui pra cozinha, não vir a Lúcia e comecei a procura ela por toda parte da casa ao pensei comigo " será que ela foi embora e não mim avisou", até que eu fui no quarto da empregada e nada dela, foi quando do lado do quarto que é o banheiro da empregada ouvi um gemido e era a voz da Lúcia, como a porta estava com o trinco quebrado, eu abri derrapante e vir uma cena que até hoje nunca vou esquece, Lúcia estava com o consolo enfiado no cu, ela ao mim ver levou um susto e ficou com os olhos arregalados de susto, pois ela pensou que eu iria chega mas tarde, pois não naquela dia, olhei pra ela é disse:
-Lúcia, o que é isso?
Lúcia querendo falar começou a gargeja e ficou nervosa com o ocorrido. Olhei pra ela e disse:
-se vesti a vamos conversa na sala.
Sair pensando no que eu tinha visto, e fui pra sala e sentei no sofá esperando a justificação de Lúcia, uma hora depois ela veio até a sala e vir que ela tinha chorado muito pois os olhos dela estavam vermelho de tanto chora, sentou no sofá trêmula e falou.
– mim desculpa dona karen, é que eu tenho uns problemas com relação a mim.
As vezes tenho que ser enérgica, mas aquela situação eu precisava entender pq uma mulher estava fazendo aquilo, peguei na mão dela e perguntei.
– pode contar comigo Lúcia, falar pq você faz aquilo?
Lúcia começou a chora e eu como sou mole, comecei a abraça ela e ouvi o que ela tem pra mim dizer, em meio aos choros Lúcia começou a mim explica.
– bom dona karen é que a 3 anos que meu marido não mim dar prazer, pois ela descobriu que ele não pode mas transar, ele é brocha.
Lúcia começou a chora e vir que ela sentia falta de um sexo gostoso, comecei a passar a mão na cabeça dela e falou mas ainda.
– dona karen eu mentir pra senhora pois eu queria muito esse emprego.
Eu sentida com tudo aquilo perguntei.
– você mentiu em que parte Lúcia.
Lúcia começou a desaba de choro, ela se acalmou e disse.
– meus ex patrões não foram pra fora, eles ainda moram aqui, é que eu transava com o meu patrão e com o motorista dele, até que o meu patrão descobriu tudo é mim demitiu, meu marido foi até la e queria sabe o pq da minha demicao.
Ai Lúcia começou a chora novamente, se recompôs a começou a falar.
– ele descobriu a traição, e nisso o nosso casamento quase chegou ao fim.
Ela chorou mas uma vez e eu a abracei, daí perguntei a ela.
– e ai como foi que ela aceitou Lúcia?
-ele mim entendeu e comprou esse consolo, mas sinto falta de um sexo sabe, mas meu marido não faz mas.
Lúcia chorou mas uma vez, eu comecei a compreender o lado dela, pois eu fiquei mto tempo sem sexo mas mim libertei disso, Lúcia enchugou as lágrimas e implorou.
– eu sei que eu errei dona karen, mas não mim demiti, prometo que nunca mas farei isso de novo, pois eu preciso muito do seu emprego.
Fiquei triste com isso mas tinha que compreender ela, fiquei na mão dela e disse:
-tudo bem Lúcia não vou te demiti, pois sei que você sofre, eu sei e ja mim libertei disso.
Ela perguntou.
– como?
– promete que guardará segredo entre nós aqui?
Ela ficou meio sem entender, mas ela prometeu não conta, pois ela queria recompensa a minha bondade e a minha compreensão, ai comecei a dizer tudo o que ela deveria sabe.
– bom Lúcia é um segredo que só ficar aqui.
Ela balançou a cabeça confirmando.
– eu e a minha mãe, transar com meu filho.
Ao ouvi isso Lúcia ficou espantada e ao mesmo tempo ficou interessada, e uma coisa mim supreendeu ainda mas, Lúcia falou pra mim.
– não se preocupa dona karen, eu leio muito contos de incesto, teve até um momento que eu queria transar com meu filho, ainda mas quando eu vir ele pelado nossa fiquei louca, mas acho muito interessante incesto, e não contarei a ninguém pois vocês mim acolhem super bem.
Eu ouvindo isso comecei a abraça ela e perdi pra que ela não chora mas e no momento olhei pra foto do meu filho e olhei pra ela e tive uma ideia.
– tenho uma ideia Lúcia, e espero que voce aceita, se não aceita tudo bem.
– falar dona karen, pode falar.
– que tal você transar com meu filho?
Ela ficou supresa e ao mesmo tempo um pouco duvidosa, e depois de ela pensar ela aceitou, falei pra ela trazer uma lingerie sexy que amanhã ela iria transar com meu marido.
Meu filho chegou da escola e ficou supreso ao mim ver de lingerie vermelha, perdi para ele senta no sofá ele sentou, sentei de frente pra ele e sentir um volume nas suas pernas, comecei a beijar loucamente o meu marido, olhei nos olhos dele e disse:
-amanhã Júlio, você vai transar com a Lúcia.
Meu filho ficou feliz de ouvi isso, e aí começamos a transar gostoso na sala, foi a melhor transar da Minha vida, por isso que eu amo meu marido, horas depois minha mãe chega e falo pra ela o que tinha acontecido, ela ficou super feliz e ansiosa pra ver essa transar.
No dia seguinte Lúcia chega e meu filho estava na TV esperando ela, eu e minha mãe levamos a Lúcia para o nosso quarto, ela trouxe uma calcinha pequena de fui dental de rendinha que ela estava preparando para o filho dela, mas ela falou que não rolou, eu e minha mãe descermos para a sala, eu sentei numa Ponta a esquerda e a minha mãe a direita, minha mãe anunciou a entrada de Lúcia.
– venha Lúcia, pode vir.
Lúcia desce toda deliciosa com seu salto alto desfilando, e meu filho vendo aquela mulherona descendo rebolando ficou louco, e ela veio em direção ao meu filho rebolando, virou de costas e mostrou aquela bunda pra ele, meu maridinho começou a aperta a bunda dela e deu um tampa na bunda dela, Lúcia começou a rebola e sentou no colo do Júlio, Lúcia rebolava como uma puta de um bordel, Júlio começou a mexer na buceta dela por dentro da calcinha, e Lúcia começou a geme e disse:
-isso meu machinho, essa buceta é sua.
Júlio começou a beija o pescoço dela, ai Lúcia saiu do colo dele, se virou e tirou a cueca dele e viu aquela rola, se agachou e começou a fazer um boquete delicioso, Júlio virou a cabeça pra trás e minha mãe começou a beijar a boca dele, e Lúcia chupava aquela rola gostosa, eu soltei a parte de cima e mostrou aqueles peitos, Lúcia se levantou e tirou a calcinha e mostrou aquela buceta negra pro meu filho, ela veio e sentou de frente que sentiu a rola do meu filho entra, ela começou a geme e disse:
-ai como é bom sentir uma rola de verdade na minha buceta.
Lúcia se transformou e começou a calvaga bem gostoso, e meu filho batia na bunda dela, e eu batia uma siririca gostosa e a minha mãe também, nossa que delicia ver meu maridinho comendo a empregada, ai ela saiu de cima e Júlio deitou no chão e ela subiu em dele e comecou a calvaga gostoso, minha mãe ficou agachada com o cu em cima da boca dele e ele começou a lamber o cu da minha mãe, e eu comecei a mexer no meu grelo e geme gostoso.
Lúcia saiu de cima e pegou no pau do Júlio e colocou na entrada do cu dela, e sentou gostoso, meu filho deu uma gemidinha e ela começou a calvaga gostoso, depois minha mãe saiu de cima e foi a minha vez de sentir a língua do meu marido, nossa como ele chupa gostoso, foi uma delícia, até que a Lúcia saiu de cima e ficou de 4 no chão, mim levantei e Júlio também, e foi pra trás da lucia e socou aquela rola no cu da lucia, e começou a soca com força e deu tapinhas na bunda da empregada, até que ele anunciou que iria goza, Lúcia se apressou em sai e abriu a boca para que o meu maridinho gozasse dentro da boca dela, ele gozou e ela engoliu todinho, nossa que mulher é essa gente kkk.
Depois disso Lúcia foi trabalha feliz, eu e minha mãe também ficarmos feliz, meu marido kkkk nem se falar adorou, ai eu dei o Conselho pra Lúcia, começa a transar escondido com seu filho, e não é que deu certo e hoje Lúcia e seu filho transam mas sem o marido sabe.
Até a próxima galera, espero que tenham gostado…
Fuuuiiiiii

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,30 de 10 votos)
Loading...