A vizinha de 54 anos e eu aos 14 aninhos

Autor

Ola galera, bom tudo começou devido o fato de minha mãe ser vendedora de produtos da natura, avon, e outras, eu estudo no período da manha, e a tarde fico em casa consertando bicicleta, mobilete, enfim, tenho uma oficina em casa, isso com meus 13 pra 14 anos, algumas vezes a vizinha cidinha ligava em casa para pedir alguns produtos pra minha mãe, mas a cidinha ficou cega devido diabetes, separada do marido ela tem um filho de 26 anos, que é ex presidiário, muitas vezes minha mãe ocupada me mandava ir la levar amostras, pegar dinheiro, ou ate mesmo levar a cidinha em algum lugar como no centro da cidade, enfim eu ia sem problemas, mas estava ficando demais, quase todos os dias ela ligava em casa me pedindo alguma coisa, quando não era pra leva-la até o centro da cidade, era pra eu fazer algo na cas dela, trocar um fechadura, visto que eu sou tipo faz tudo, já tinha feito até curso de eletricista, eu ia trocar chuveiro, colocar tomada, enfim tudo. mas certo dia eu levei pra ela varias amostras de perfume que minha mãe mandou para ela sentir qual o melhor, ela passava num canto cheirava me mandava cheirar também, ai ela perguntou. B J mulher perfumada chama a atenção? Eu falei, Sim chama sim, eu vivia batendo punheta pra mulheres do bairro, as vezes esfregava o pau na bunda de uma meninas mas até então nunca passou disso, dava uns beijos nas meninas, na namorada, uma passadas de mão, mas cidinha aquele dia me fez aquela pergunta de uma forma tao safada que fiquei até sem jeito, e depois ela perguntou. E eu já velha do jeito que estou chamo a atenção se me perfumar bem, o que vc diz? Eu não a achava bonita, mas ela até que dava pro gasto, falei. Sim cidinha vc chama a atenção. não tínhamos formalidade de chamar desenhora, pois ela não gostava, ai ela disse. Ah já sou tao velha que acho que só sirvo pra ser vóvo mesmo. Eu falei, Claro que não. E sem ter noção do que ia dizer eu disse, nem soube o pq falei. Ah vc da de 10 a 0 em muitas garotinhas. talvez eu falei mesmo só pra alegra-la, ou elevar a alto estima dela, mas não pensei antes de dizer, Ela falou. Mesmo? como eu quero acreditar nisso, mas já ta bom pelo animo que vc me deu. ah por favor vem aki mais tarde quero trocar minha sala de lugar, me ajuda? Eu falei, Sim quando quiser é só dizer, ai ela falou, Ta bom mais tarde eu ligo pra sua casa. Eu voltel pra casa com a mente vagueando nem mesmo pensei no que disse e nem estava pensando nela, mas numa gata nova que entrou na mesma classe que eu estudava, mas não tinha chance, ela já tinha namorado, e era mais velha que eu, bati uma punheta, almocei fiz algumas coisas e a tarde cidinha liga la em casa, minha mãe logo fala, filho vai la ajudar a cidinha ela esta precisando de ajuda, eu fui. chegando la, ela falou. Oi J B, eu ia trocar a sala de lugar, mas resolvi deixar do mesmo jeito, ai te chamei aki para conversar com vc. Eu falei, Sim pode falar, Ai ela sentou mais perto de mim no sofá, ela morava sozinha pois o filho dela tinha ido embora com uma doida que morava no morro da rocinha no rio de janeiro, Cidinha se aproximou, e começou a dizer. Vc é tao novinho, mas eu quero saber se vc teria coragem de me pegar, sendo eu da idade da tua mãe? Eu gaguejei, e falei. Como assim? Eu não entendo, Ela falou, Eu quero saber vc tem coragem de me comer trepar comigo, me fuder, Eu bem sem jeito, falei, Mas como? Ela falou, Do jeito que se faz com as amigas, que vc talvez pegue na escola, vc beijaria uma velha como eu? Ela não era de se jogar fora, mas eu estava sem jeito, Mas falei, gaguejando. SSimm, Ai ela com as mãos perdidas pegou no meu rosto e nos beijamos, meu primeiro beijo com uma mulher 40 anos mais velha que eu e estava muito bom aquela língua grande áspera, os lábios carnudos, ai depois ela me perguntou. Gostou? Eu falei. Sim muito bom e a beijei de novo, Ela já foi com a mão perdida procurando meu pau, que já estava duro, ai ela pega nele, enfia a mão dentro da calça de moleton que eu estava e segura no meu pau. eu já vou com a mão nos seios enfiando dentro da calca dela, e chego na buceta peludona, ela abre as pernas e direciona meus dedos dentro da buceta, ai fala, vamos pra cama, eu adireciono até no quarto ela tira a roupa, eu tiro a minha roupa, ficando os 2 completamente pelados, ai ela deita me puxa pra cima dela, e direciona meu pau na buceta, que entrou facilmente, e fica me puxando pra cima e pra baixo, eu seguro o gozo ao máximo pois estava muito bom, ai ela começa e me puxar mais forte, e a gemer, eu não seguro mais e gozo feito doido, ela também parace que gozou, ficamos molhados de suor, eu a ajudo a ir ao banheiro, ela faz xixi, eu também, ai ela fala, que delicia, quero mais venha aki mais tarde, da um jeito, vamos trepar mais, por favor, se quiser eu invento algo pra tua mãe. eu fui pra casa, mas a noite voltei la, e transamos até as 20:00Hs, ai eu fui pra casa, no dia seguinte eu mal pude esperar estava doido para comer cidinha ansioso querendo falar pros amigos, mas ela me pediu segredo, fui pra escola, e falei pra alguns amigos que moravam em outro bairro, mas eles não acreditaram, e pediram provas, ai eu falei, preciso que alguém me ajude eu preciso dormir com ela, estou com muita vontade, e combinei com uma amigo que iria fingir que ia dormir na casa dele, pra que a mãe dele pedisse pra minha mãe, e deu certo, eu fui pra casa desse amigo e no assim que a mae dele foi a igreja eu sai de la, e fui a casa de cidinha, levei um gravador de reportagem, e gravei tudo os colegas acreditaram ao ouvir, eu era só me exibia pra todos os que moravam longe, me fazia bem sempre combinava com um e com outro pra dormir ou fingir que ia dormir na casa de um deles e passava a noite com cidinha que me chupava bebia minha porra, me fazia gozar muito, sentava na minha cara com a buceta, fazíamos de tudo, menos anal, pois ela não gostava, fizemos só uma vez, mas ela não gostou, sempre que minha mãe me pedia pra levar algo la eu demorava muito a voltar, e cidinha também me pedia as coisas com muita frequência, as vezes ela me chamava pra ir ao centro da cidade, íamos bem rápido voltávamos entravamos pela parte de traz da casa dela e transavamos, 1 ano eu e cidinha todos os dias, transando muito, as vezes eu conseguia inventar algo e dormia la, mais 1 ano e eu já com 16 anos, mas algumas vizinhas me viram certa noite entrando na casa de cidinha, e foram correndo contar pra minha mãe, que ligou pra um amigo, falou com a mãe desse amigo, a mãe desse amigo verificou e eu não estava la, minha mãe logo bate as meia noite na casa de cidinha, me chamando, cidinha abre a janela e fala que eu não estava la, ai minha mãe pede pra entrar e verificar, enquanto cidinha abre eu pulo o muro com as cuecas na mãe e vou pra casa, minha mãe depois volta pra casa arrasada, pede desculpa pra cidinha, ai no dia seguinte eu finjo que chego do nada, e ela me pergunta querendo me esganar onde eu que estava, Eu disse. A mãe estava com uma garota, não queria que a senhora soubesse, ela briga comigo por ter mentido, e me faz ir a casa de cidinha pra me desculpar em nome dela, onde eu vou e ela me faz um super boquete, mas as vizinhas insistem em dizer que eu estava la, algumas até passam a seguir eu e cidinha quando vamos ao centro da cidade, quando ela me chamava pra consertar algo tinha uma vizinha que inventava coisas e ia la curiar, as coisas foram ficando difíceis, certa vez numa noite de chuva eu trancado no quarto pois tinha discutido com minha mãe devido as futriqueiras, resolvi mesmo em meio a raios sair e ir a casa de cidinha, e transamos a noite toda, não nos demos conta do tempo o sol nasceu e nós la dormindo abraçados e pelados, quando minha mãe entra no quarto, ela tirou uma copia da chave da casa de cidinha, isso já fazia tempo devido cidinha morar sozinha, não deu tempo nem de por a roupa, minha mãe já foi batendo em cidinha, eu a segurei, fui um escândalo, a vizinhança começou a chegar a confusão ficou feia, minha mãe passou mal e teve que ser levada ao hospital, cidinha só não foi presa pq era cega, pois a policia foi chamada e minha mãe prestou queixa contra ela, mas depois retirou devido o fato de que eu ameacei fugir de casa, as pessoas passaram a xingar cidinha de velha vagabunda, de puta, e humilhavam de todas as formas, mas devido o fato de que algumas pessoas tentaram agredir cidinha eu falei com minha mãe, que ai embora de casa, e devido isso a convenci em levar cidinha pra morar conosco, visto que ela não tinha mais ninguém o filho foi morto, o ex marido também, ela não tinha parentes, e mesmo contra a vontade da minha mãe cidinha foi morar conosco, e dormia comigo em minha cama, minha mãe ficava doida de raiva, e aceitava pra não me perder, o tempo passou eu fiquei maior, comecei a trabalhar numa grande empresa e devido estudo e faculdade eu fui esquecendo de cidinha, ate fiz outro quarto pra mim, com o tempo comprei uma casa e me casei, tenho filhos, e cidinha hj mora com minha mãe são como se fossem irmãs se dao bem, moramos todos em outro estado e tudo esta bem, hj cidinha esta com 64 e anos, já se passaram 10 anos depois que começamos.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,36 de 11 votos)
Loading...