2 + 2 = 4 parte 2

Autor

No outro dia da minha experiência com Fabinho o irmãozinho da Sandra, ouço o celular toca a fui ver quem estava me ligando, era a Sandra.
– ou amiga tudo bem?
– tudo taty, me falar amiga hoje você tá de Boa ai?
– sim amiga pq?
-vamos a um sexy shopping, quero compra umas coisinhas pro seu primo.
– opa amiga eu adorei, também vou compra umas coisinhas pro seu irmão, e cadê ele.
– ele saiu com meu país.
– e ai você fez o que com ele esses dias?
-quando meus pais dormiram, eu fui até o quarto dele nua, tirei o pijama dele e chupei o pau dele, depois subir na cama e comecei a esfrega minha buceta no pau dele.
– amiga que delícia.
– e você com seu escravo?
– hoje ele saiu, mas amanhã vou aproveita muito.
Nos duas rirmos muito e combinamos de nós encontramos no ponto de ônibus e me desperdi dela, fui pro banheiro tomei aquele banho e quando terminei fui me arruma, coloquei uma leg preta com uma blusa, desce e quando meu pai vou perguntou.
– aonde você vai assim tão linda?
-vou sair com a Sandra.
– ta bom filha toma cuidado.
– ta bom.
Fui até ele e dei um beijo nele e fui em direção ao ponto de ônibus, fiquei esperando a Sandra até que ela chega toda bonitona e vir olhares de sexo pra cima dela, estava vestida de calça jeans bem apertada com uma blusinha bem chamativa, cheguei perto dela e dei um beijinho no rosto dela, perguntei a ela:
– aonde nós vamos?
-no sexy shooping da minha prima.
Pegamos o ônibus e partimos para o sexy shooping, chegamos ao sexy shooping a prima da Sandra nos decepcionou muito bem, ela é uma pessoa muito legal, se chamar elga e pelo que eu vir na aparência dela deve ter uns 37 anos, morena gordinha, estatura média, olhos castanhos claros, com tartuagens no pescoço, bunda grande, acho que é de família rsrs.
Elga pergunta a Sandra.
– e ai prima ta procurando o que?
-uma algema.
Elga começa a ri com aquele ar malicioso e falar.
– ah safadinha, vai algema o pretendente ne.
Nos duas começarmos a ri e olhei pra ela e pensei na minha mente " ah se ela soubesse quem ela vai algema", ela meia confusa por causa que eu e Sandra rimos ela pergunta pq nós duas estamos rindo, eu respondo que não é nada, elga não entendeu mas deixou pra la, e foi até a prateleira e pegou muitas algemas, vendo tudo aquilo comprei um também, Sandra não contente de ter comprado as algemas queria compra uma roupa sexy e provocante, elga mostrou as lingeries e fantasias, e eu vir uma lingerie vermelha experimentei e deu certo na hora comprei e a Sandra viu uma de empregada mas não deu certo, depois de três fantasias ela comprou uma lingerie vermelha mas diferente do meu, enquanto a Sandra conversava com a elga fui dar uma olhada na loja e vir uma coisa que fiquei curiosa chamei a elga.
– alga venha cá.
Ela foi até o meu encontro e perguntei.
– o que isso faz.
-isso é tipo uma cinta que as mulheres sentam com as suas paceiras.
Achei aquilo muito interessante e na cinta está um consolo pregado, pensei na hora " já que o pinto do Fabinho não dar tesão vou pega esse pra amarra nele e senta", na hora perdi a opinião da Sandra.
– e ai Sandra o que você achar?
– ah não sei, voce que sabe amiga.
Pensei bem, será que ela vai aceita, a pica dele ainda não se desenvolveu muito, daí acabei comprando, pagamos tudo e nos desperdimos da elga, Sandra e eu pegamos o ônibus de volta e cada uma foi pra sua casa.
O grande dia chegou de manhã eu fui trabalha, Sandra e eu combinamos de não irmos a escola, ela arrumou uma desculpa na casa dela e os pais dela acreditou, até dispensou a mulher que cuidar do Fabinho, mandei mensagens pra minha tia para o cassio ir lá em casa pra assistir um filme como ela sabe que o cassio adora ir la pra casa, ela falou pra ele, e como eu sei que meu pai foi trabalha a so volta a noite e almoça fora nem me preocupei com isso, então tudo estava nos esquemas, sair do trabalho e fui direto pra casa, cheguei em casa arrumei pra ficar cheiroso e fiquei esperando a Sandra e o seu irmãozinho.
Mas tarde a campainha toca fui atender era o meu primo, ela entrou e se sentou no sofá, mandei ela espera, minutos depois toca outra vez a campainha fui ver era a Sandra e o seu irmãozinho, perdi para os dois entraram eles entraram, tranquei a porta e subir também, chegarmos na sala e coloquei um filme de crianca para o Fabinho assistir, Sandra viu o meu primo e começou a beijar a boca dele como se fosse dois namorados.
– pode beijar amiga agora ele é seu escravo também.
E eu fui e beijei a boca do Fabinho ele correspondeu, aquilo me supreendeu pois ele está mas atirado do que dar última vez, perguntei a Sandra.
– nossa ele tá mas atirado do que dar última vez.
– é que eu ensinei ele.
Uau eu fiquei supreso com aquilo tudo a Sandra ensinou o irmãozinho a beijar uau em, daí eu joguei o Fabinho pra trás sentei de frente pra ele e comecei a beijar a boca dele, peguei a mão dele e coloquei na minha bunda, ela instintivamente ele apertou a minha bunda, nossa aquilo me supreendeu mas ainda, terminei de beijar e perguntei a Sandra.
– você ensinou tudo a ele?
– sim tudinho mesmo.
Levantei do colo dele e falei.
– agora meninos ficam os dois ai que eu e Sandra termos uma supresa.
Cássio perguntou.
-qual?
Eu responde.
– espera e verás.
Sandra e eu formos para o meu quarto nos arrumar, eu fiquei muito sexy e a Sandra também, sairmos nós duas em direção a sala e lá estavam os dois sentados bem quietinhos no sofá, quando eles nos viram cassio ficou louco e Fabinho ficou vibrado querendo entender tudo o que está acontecendo, eu fui em direção ao meu escravo e sentei no colo dele bem em cima da rola dele, fiquei rebolando pra frente e pra trás, e Sandra fez o mesmo com seu irmão ele encostou o corpo pra trás e Sandra olhou pra trás e disse:
– e ai maninho gostou da irma safada?.
Ele so balançou a cabeça dizendo que sim, daí trocarmos de paceiros e quando cassio viu a minha amiga ele enlouqueceu na hora e ela tirou o calção dele deixando ele bem pelado, e eu fiz o mesmo com o Fabinho, e sentei em cima da poça dele e fiquei esfregando minha bunda na rola dele, Sandra estava mudada desde da última vez, sentir ela mas avasaladora dorminadora.
Sandra pega os dois braços do meu primo e algema ele, ela ficou assustado quando ia falar ela calou a boca dele, eu não queria algema uma crianca mas sentir também aquela dominação, mas fiquei pensando e não algemei o Fabinho deixei pra la pois ainda é uma crianca, mas eu comecei a chupa a pica dele e pensei no cinturão mas decidir também não usar, Sandra saiu de cima dele pegou nos cabelos dele, ela estava falando muito e não queria que ninguém escultasse, fui no meu quarto correndo e peguei um pano, depois fui atrás dele e amodacei a boca dele pra ele não ficar gritando alto, parecia que tava agitado com tudo aquilo.
Sandra tirou toda a sua lingerie e jogou meu primo no chão, daí ela sentou na cara dele e ordenou.
– chupa minha buceta seu cachorro.
Mas ele não chupava pois estava com a mordaça, daí ela viu a tirou e ordenou de novo, Cássio começou a chupa a buceta dela, perguei o braço do Fabinho também é joguei no chão, tirei também a minha lingerie e fiquei parado em cima da cabeça do Fabinho, eu não sentei mas fiquei agachada e coloquei a minha buceta na boca dele e ela começou a lamber bem gostoso, que delicia sentir aquela linguinha no meu grelo, Sandra se levantou do meu primo e foi em minha direção e disse:
– vamos troca de passeiro?
– vamos amiga.
Fui e sentei na cara do Cássio mas sentei de costas e ele sentiu o cheiro do meu rabo, ordenei ele a chupa meu cu e ele o fez, do outro lado Sandra não poupou seu irmão, ela sentou mesmo sem dor e piedade que chega que eu vir ele se debatendo com aquela cavala em cima dele, minutos depois ela se levanta e vai em direção a rola do Cássio, ela pega e colocar na entrada da sua buceta e daí começa a calvaga gostoso, ouvia as batida da bunda dela nas coxas do meu primo, e ela começa a calvaga gostoso, gemia e até falava palavras de ordem tipo, isso come a minha buceta, vai mas forte, soca rápido porra.
Olhei pro lado e vir o Fabinho so olhando a sua irmã calvagando na rola do meu primo, que.pena que ele não tinha uma rola grande, e pensei no cinto mas não queria usar pois ele ainda é uma crianca, e Sandra continuou calvagando na rola do meu primo, com tanto tesão que eu estava sentindo levantei da cara dele e fiquei de 4 e perdi pro Fabinho chupa minha buceta, ela veio e começou a chupa sem eu usar leite moça, foi uma delícia.
Sandra tomada pelo tesão, se levantou e colocou o pau do meu primo no cuzao dela, ela abriu as duas bochechas da bunda e dava ter doido pois meu primo gemeu, e Sandra começou a calvaga gostoso na rola do meu primo e eu ali sendo chupado por um garotinho, Sandra falar.- amiga vem certa no pau do seu primo.
Eu respondo:
– não precisa não amiga estou bem aqui.
Meu primo safado insistir.
– venha taty.
O momento não era propício e ele é meu escravo, na realidade ainda não me sinto segura com ele, pois quero sentir algo mas. Sandra se levanta e puxa o cabelo dele e joga no sofá, ela vai e senta na rola dele e ela começa a calvaga, eu faço o mesmo com o Fabinho e coloco a pica dele que não é grande mas eu estava fingindo um sexo gostoso com o Fabinho.
Levanto da piadinha do Fabinho e vou a sento na cara do Cássio, e Sandra se levanta e ficar de costas e colocar a rola do Cássio no seu cuzao, e perdi para que o seu irmãozinho venha e chupa a buceta dela, de tanto tesao cassio não resistir e goza dentro do cu da Sandra e eu solto um peido na cara do Cássio que mesmo algemado ele se mexer bastante, Fabinho para de chupa a irmã e eu saio da cara do Cássio e ele começa a me chingar por ter feito aquilo.
Sandra estava sastifeita e eu fiquei só na vontade, Fabinho ficou deitado e Cássio também, eu e Sandra formos pro quarto e ela me pergunta:
– pq você não transar com seu primo?
– sei la, acho que é pq não estou envolvido com ele, vejo ele como escravo que eu possa bate ou algo mas, mas sexo com ele ainda não.
– mas sentir vontade ne?
– sim eu sinto, mas sei la, acho que como ele se encolve com meu pai, acho que pra me não é certo.
Tá eu sei galera é confuso mas vou pensar sobre isso, depois de muitas conversas Sandra foi tomar banho junto com Fabinho, e eu e Cássio também, depois do banho ficarmos namorando eu e Fabinho e Sandra com Cássio, horas depois Sandra e Fábio voltaram pra casa e Cássio ficou comigo me casa sendo meu escravo e cavalinho.
A noite cair e com isso meu pai chega com tudo, quando ver cassio, ela tira a calça depois a camisa e logo após a cueca dele e mesmo comigo ali na minha frente ele ficar de costas pega a rola do Cássio e colocar no seu cu e falar:
-desculpa filha mas eu preciso sentir a rola do meu sobrinho.
– tudo bem pai ficar avontade.
E meu pai começar a calvaga na rola do seu sobrinho, e vir o cassio batendo uma punheta na rola do meu pai e meu velho ficava louco de tesão, depois ela ficou de 4 e o cassio foi pra trás e socou com gosto naquele cu cabeludo e via as bolas dele balançando e o pau dele duro de tanto tesao, até que o cassio deu um grito de gozo e meu pai vibrava com a gozada do cassio:
– isso garotão, goza mesmo, deixar o titio feliz.
É eu ali vendo tudo ao vivo e a cores, horas depois cassio foi pra casa, e eu fui pro meu quarto, mandei mensagem para Sandra e ela respondeu, perguntei a ela.
– ta fazendo o que Sandra?
Ela não respondeu nada, mandou convite para uma vídeo chamada eu abro e vejo ela e Fabinho fazendo 69, uau aquilo me supreendeu, daí perguntei.
– ele te aguenta?
– não muito pois são gordinha, mas com o tempo ele vai se acostuma.
É no fundo ouço ele meio que sufocado, Sandra com medo sair de cima dele e sentar na pica dele e falar.- amiga quando ele cresce mas eu vou tira a virgindade dele.
– ok amiga.
Nossa Sandra se transformou e a culpa é minha, começarmos a conversa e depois me desperdi dela.
Bom galera é isso eu não usei algemas e nem o cinto pois fiquei com a consciência pesada pois é uma crianca sei la, espero que tenham gostado, e pelo que eu e Sandra conversamos vI ter a terceira, vamos ver rsrs..

Até mas galera….

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 7 votos)
Loading...