Sentindo sensação de ser passivo

Autor

A minha infância se deu em uma cidade pequena aonde as pessoas eram simples e se vivia na base da confiança e na pura inocencia.
O tempo foi passando e entrei na escola no ginasio e conheci outros amigos e as coisas começaram a mudar pois era muito tímido e ficava sempre na defensiva e não me expunha de jeito nenhum.
Mas tinha uma virtude que era de sempre prestar atenção a minha volta e logo chamou a minha atenção o Roberto,corpo bonito,pernas grossas e metido a conquistador e sempre estava rondando as garotas e o tempo foi passando e certo dia estava conversando com colegas quando um deles disse que o Roberto tinha um pinto lindo,grosso e que gostava de comer cu de viado,e isto mexeu comigo pois tudo era novidade e fui perguntando ao meu amigo como ele sabia destas coisas e ele olhando para mim me disse venha comigo hoje a noite que veras com seus olhos e na curiosidade fui com ele e nos escondemos atras de uns arbustos e logo o Roberto chegou e com ele um amigo nosso João e foram ficando nus e que lindo pinto o Roberto tinha e o João se colocou de 4 e logo após ele tocar na sua bunda,seu dedo entrar no seu cu ,o João foi recebendo e entrando o pinto do Roberto e ele começou a colocar e tirar e foi acelerando e o semblante do João era de estar gostando e o Roberto dizia amo comer um cu ,viado gostoso,e metia sem dó e fiquei fissurado na cena mas meu amigo foi passando a mão na minha bunda,e me vi gostando e ele de pronto desceu meu short e me vi nu e senti seu dedo entrando no meu cu,e logo senti seu pinto tocar meu anel,não entrava,e ele pressionava e nada de entrar,mas estava gostoso sentir sua ansiedade,e foi pressionando e senti que foi entrando e logo sentia seu pinto dentro de mim e começou a me comer e foi dizendo também amo comer e e iniciar um viado e me vi sendo comido e o pior gostando de servir e ser submisso ao meu amigo que me comia me iniciando na arte de dar o cu.
Estava totalmente entregue e senti sua respiração aumentar e senti algo quente inundar meu cu e ele foi dizendo seu cu foi batizado com a porra de um macho.
No outro dia o encontrei na escola e ele sorrindo foi dizendo se tinha gostado e que queria me comer de novo e somente sorri concordando pois tinha gostado de ser submisso

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,10 de 21 votos)
Loading...