Entrando na conversa do macho

Autor

A nossa vida é cheia de oportunidades e muitas vezes somos envolvidos e não conseguimos mais sair sem no machucar ou se entregar a situação.
Nos meus 15 anos era um garoto tranquilo,mas as vezes era afoito em algumas situações e o pessoal gostava de me zoar e me deixava meio chateado.
Na turma tinha um garoto dos seuas 16 anos,ja homem formado que sempre que me via sorria e vinha me dizendo que tinha um belo corpo,e uma bunda parecida com de uma garota e não gostava destes comentarios.
Depois de um tempo começou ao me ver de vir com sua mão boba tocando na minha bunda e logo beliscava e ficava bravo e ele ria,mas aos poucos me vi esperando seu carinho e sempre que ele vinha para o meu lado ia deixando minha bunda de lado e ele sorria e vinha tocar gostoso e logo ele ficava alisando e não reclamava mais e ele sorrindo ficava me alisando.
Certo dia estava na praça em uma area mais escura e ele veio para meu lado e sua mão foi alisando minha bunda e foi me levando para o mais escuro e me vi sendo encochado por ele e foi me dizendo que bela bunda tens e ficou roçando e me vi gostando e ele foi abaixando meu short e me vi nu e ele logo foi com sua mão me alisar e senti seu dedo no meu cu e que choque,mas gostei e fiquei estatico e ele sorrindo disse gostaste de sentir meu dedo no seu cu garoto gostoso,e logo senti ele vir com algo quente,grosso nas minhas coxas,e roçando no meu rego e deslizando ate a porta do meu cu,que sensação nova mas gostosa e fiquei a espera da sua vontade e ele me fez ficar de 4 apoiado no chão e senti sua rola ir pressionando e logo senti a cabeça entrar e senti uma dor intensa,e quis sair mas ele me segurou e logo foi de novo tentando e senti sua rola ir entrando e me dando prazer e logo ele começou a tirar e colocar e me vi sendo enrabado e ele todo feliz foi dizendo sonhava em comer este cu,iniciar na arte de ser viado,de dar prazer ao macho e me socava me deixando sem ação aceitando ser iniciado.
Ele me comia e foi me dizendo como fostes dificil de entrar na minha mas consegui realizar minha tara,de comer este cu,de ter você como meu viado.
Os dias foram passando e ele sumiu,mas quando menos esperava senti sua mão na minha bunda e foi me dizendo sentistes falta do seu macho viado gostoso e sorrindo fui me entregando as suas caricias e senti de novo a força da sua pegada e me fez sentir prazer em dar meu cu para ele.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,27 de 11 votos)
Loading...