Casa na praia e­ o aluguel foi pago com muito sexo

Tenho uma casa na beira da praia, como dizem pé na areia, a praia é bem próxima ao condomínio Riviera de São Lourenço. Minha casa é ótima, digna de cinema com um visual maravilhoso, mas tem um pequeno probleminha, ela é grudada na ruela que dá para a praia e em alguns domingos de verão trumas meio, como direi, humildes usam a rua para ir a praia.

Saio do meu terreno para ir a praia por um pequeno portão e este pessoal fica me olhando como se eu fosse um milionário e as meninas ficam me seguindo com os olhos e dando umas risadas tipo “to me oferecendo”. Nunca dei muita bola, não porque eu seja melhor que ninguém, mas quero tranquilidade e nada de amizades.

Um vez fui sozinho para a casa de praia e sai normalmente para fazer minha corrida matinal e quando voltei da corrida tinha um pequeno tumulto no portão, era uma menina de um grupo que estava passando muito mau e desmaiada, fiquei olhando e fui entrando quando a Irma da menina me pediu socorro e como ela era muito novinha, uns 18 a 20 anos, disse que as três podiam entrar (a irmã, amiga e a menina que estava passando mau) e poderiam ficar no ar condicionado para ela se recuperar que de certo ela tinha se desidratado. Entraram e colocamos a menina no sofá e corri buscar água e depois um suco de laranja e quando ela foi melhorando vi que talvez ela estivesse com fome e busquei um sanduíche e trouxe para as outras duas. Em um segundo ela melhorou e passou o susto e agradeceram muito e ficamos conversando por um tempo e elas eram bem simpáticas e alegres. As três tinham aquele corpinho de menina nova magrinha, seios pequenos, cabelos escorridos e bumbum durinho e pequeno.

Passou um bom tempo acho que uns 2 meses e no meio da noite de muita chuva alguém tocou a campainha e olhei pelo andar de cima da casa e vi 3 meninas e reconheci 2 das meninas do dia que uma delas passou mau, fui ate o portão abri e corremos para a varanda e elas me disseram que estavam na festa na praia do condomínio do Riviera de São Lourenço e perderam o horário da Van e ficaram na rua sem ter onde ficar e como chovia muito estavam com frio e resolveram pedir ajuda mais uma vez. Disse que podiam entrar, dei toalhas e ficamos na sala conversando, afinal não dava para ir dormir e deixar três estranhas dentro de minha casa. As três estavam bebinhas e com a língua solta e entre uma risada e outra me contaram que estavam la para arrumar namorados ricos que as levassem em baladas, passeios, viagens porque os meninos do bairro delas mau tinham dinheiro para pagar um lanche no Mac. Elas acabaram dormindo nos sofás e eu também e no dia seguinte, após acordarem, mais uma vez dei de comer para elas, as coloquei no carro para dar uma carona até a rodoviária. Quando estávamos passando pela portaria elas cruzaram com os meninos que tinham conhecido na festa e deram tchau e mandaram beijos, fui uma festa de alegria os pretensos futuros namoradinhos terem visto-as em um carrão importado como o meu.

Passado uns dias uma das meninas me chamou no facebook, disse que tinha colocado o meu primeiro nome no facebook e estava ali a dias para me encontrar e pela pequena foto me reconheceu, aceitei a amizade no face e ela começou a dizer que os meninos que nos encontramos na portaria do condomínio tinha ligado para elas pela primeira vez na vida que nas outras vezes eles “ficavam com elas” na festa, mas quando sabiam que iriam pegar Van e descobriam que eram do subúrbio não retornavam as ligações e nem as aceitavam no facebook e que daquela vez depois que elas foram vistas naquele carrão foi tudo completamente diferente, o meninos estão “pagando o maior pau” para elas e disse que queria pedir uma coisa e muito sem jeito pediu para eu deixá-las dormir na varanda da minha casa, assim os meninos iriam levá-las para a “casa delas” e seriam vistas diferentemente. Falei que era impossível que como explicaria isso para a minha namorada e ela argumentou que elas só desceriam para as festas nos dias que eu estivesse sozinho na casa, disse que não daria mesmo, que era uma tremenda responsabilidade e blablablabla. A menina começou a chorar e que era a chance delas conhecerem meninos melhores, eu firme dizendo que não e ela então foi no meu ponto mais fraco, disse que era normal elas irem para as festas e depois “ficavam” com os meninos, que todas as meninas pobres e ricas “ficavam” e eu disse o que ela queria dizer exatamente “ficar” e ela confirmou o que eu imaginava, que elas transavam com os meninos e completou eu “fico” sem receber nada com eles e elas “ficariam” comigo todas as vezes que elas descem para as festas e se eu topava este acordo.

Como você amigos leitores acompanham no meu Blog adoro mulher, diria até que sou um viciado, mas toda transa minha foi na cantada, na ousadia mas abusar do sonho das meninas não seria legal mesmo. Falei para ela que iria pensar e depois responderia. Deu uns 2 dias recebi uma mensagem no Facebook e tinha arquivo anexado, era as três meninas nuas, e eram umas gatinhas e mesmo assim aguentei

firme e disse que elas eram lindas, mas que iria pensar.

No final de semana desci para a praia e no final da tarde tocou a campainha e fui atender e eram as três meninas e desci e disse que não eram para vir porque se a minha namorada estivesse lá daria uma mega zebra e elas me acalmaram e disseram que virem perguntar se ela (minha namorada) tinha vindo ou não, se tivesse vindo elas inventariam qualquer coisa e iriam embora. E perguntaram se ela tinha vindo e eu disse que não pediram para entrar e mais a noite umas 10:00 os meninos iriam passar para pega-las para a balada e dali elas iriam embora. Fiquei meio assim-assim, mas deixei entrar, e na verdade tínhamos nos tronados amigos de tanto que nos falamos no facebook, trocamos ideias, falamos sobre a vida, sobre objetivos de vida, sobre a realidade de cada um e na verdade criamos uma amizade.

E com aquela cara de cachorro pidão lá veio ela pedir para tomar banho e se arrumar, e novamente disse que sim, e foram as três para o banheiro e eu fiquei na sala e depois de um tempo saíram as três enrolada nas toalhas e ficaram na minha frente e como se tivessem ensaiado uma coreografia, deixaram as toalhas caírem e ficaram nuas, e as três magricelas com aqueles corpinhos vieram para cima de mim, acho que elas andaram vendo uns filmes pornô porque faziam igual, gemendo e falando umas coisas que não eram do estilo delas e sim de filme, mas o fato que uma começou a chupar o meu pau e as outras duas a me alisar e desceram as três e foi uma chupação de pau mais sem jeito que eu já vi, a menina sentou por cima e colocou o pau na entrada da xana e sentou, mas meu pau não entrou porque alem dela ser pequena o meu pau é grande e precisei ir com muito jeito ate que entrou e que xana mais apertada e ela ficou cavalgando e coloquei a outra sentada na minha boca e chupei a xana dela que era muito pequena, mas cheirosa e foi melando, e ficamos assim e eu caprichando na chupada até que a menina que eu estava chupando gozou gostoso o que chamou a atenção das outras duas que ficaram olhando feito nunca tivessem visto e a outra correu sentar na minha boca e eu voltei a chupar mais uma xana, alias não é nenhum sacrifício porque adoro chupar, e ficou e ficou ali sendo chupada até que gozou também, a que estava metendo fez igual correu sentar na minha boca para ser chupada também e eu com jeito fui arrastando uma das duas, não dava para ver quem era e coloquei o pau dentro dela e ela ficou metendo e eu chupando, que delicia que foi, adoro meter chupando uma xana, e mais um tempo a terceira gozou igual as outras duas. Não dava para gozar na xana das meninas que tinham uns 18 anos e engravidar, então fiquei de pé e coloquei as três na minha frente feito filme pornô e masturbei ate gozar um pouco na boca de cada uma delas que correram para o banheiro cuspir.

Voltaram e disseram que nenhuma delas tinha conseguido gozar e que aquela foi a primeira delas e que adoraram e ficamos ali nus conversando e eu com a mão na xana de uma depois na da outra e deu perto de 22:00 elas correram se arrumar e os meninos passaram para pega-las e foram para a balada e como deixaram as mochilas na sala sabia que iriam voltar, e não deu outra La pelas 05:00 toca a campainha e elas entram e dormem ate o meio dia.

Antes de elas irem embora transamos novamente e elas pediram para gozar novamente e toca eu chupar três xana mais uma vez e gozai na boca delas novamente.

Durante a semana seguinte falamos muito no facebook e a menina perguntou mil coisas sobre sexo e como conseguiria prender uma dos meninos e eu fui explicando e marcamos no final de semana seguinte La na casa de praia e mais uma vez transamos nos 4 juntos e elas já começaram a se entrosar e fui ensinado o que os homens gostam na cama e como deixar um cara apaixonado alem de como transar o que dizer, como se portar, como comer em um ambiente fino, como se vestir e etc.

Esta historia perdurou por mais de 4 anos, ate a menina conseguir se casar com um filho de um árabe que tinha negócios aqui e as outras duas também se casaram bem com rapazes bem situados e finalmente saíram da miséria que viviam.

E fomos fazendo sexo a 4 por muito tempo e depois de uns 2 anos incrível como se pode transar com 3 mulheres e ficar harmônico, elas por todo este tempo pediam para serem chupadas e gozavam cada dia melhor primeiro porque aprenderam a sentir a hora da chegada do gozo e até controlá-lo e segundo porque eu fui aprendendo como cada uma delas gostava.

Ate hoje elas me consultam quando tem uma crise com o marido e como conseguirem o que querem deles, a menina é super fiel e esta super feliz já as outras duas apresentam sinais de estarem de saco cheio a riqueza não é mais novidade e virou rotina.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,54 de 13 votos)
Loading...