Semana com meu filho na praia

Há 8 meses Por 5 ★ 3.75

Sou eu Carol novamente contando mais uma aventura minha com meu filho, todos sabem que sou bissexual e principalmente uma puta na cama e uma dama fora dela. Que sirva de incentivo para muitas mulheres que transam com os filhos e todos os simpatizantes de bom e gostoso incesto! Meu marido depois que meu filho comeu meu cuzinho, quando fingi estar dorindo, disse aproveita e parti para outras transas com meu filho. Marcamos de ir para uma praia, onde tínhamos amigos que possuíam uma casa, consegui emprestada e me preparei para o encontro com meu filho, que tinha viajado e não pode retornar logo. Na despedida meu marido me beijou e falou aproveita deixa seu lado de puta aproveitar do seu filho. Ao chegar na casa que havíamos conseguido, ele me esperava e falou:
— Mãe,..a senhora ta linda!!!Eu estava morrendo de saudades!
Aquelas palavras me deixaram mais relaxada. O Sérgio me tratou com muito respeito,e foi logo pegando minhas malas e me levou para o quarto. .Quando chegamos ele me perguntou se eu queria um vinho, aceitei e enquanto bebi ele foi entrando no banheiro e deixou a porta aberta, quando ouvir o barulho do chuveiro criei coragem e fui até a porta e sem nada dizer fiquei lhe olhando ele se banhar. Ao me ver ele deu um sorriso e me perguntou:
— Quer tomar banho comigo?
Apenas fiz sinal com a cabeça,e fui tirando minha roupa. Entrei no banho com o Carlos e ele ficou atrás de mim, passou sabão nas minhas costas e foi me abraçando com muito carinho, pude sentir seu caralho encostar na minha bunda. Me virei e o caralho roçou na minha buceta, nossa aquilo foi muito gostoso. Fiquei arrepiada, me abaixei e abocanhei seu c caralho duro,com mão eu segurava sua bunda e engolia quase todo o caralho, metia com força até a garganta. Chupei seu lindo saco, coloquei seus ovos na boca. Que delícia, me curvei e apoiei as mãos no vazo, ele me lambeu o cú abrindo a bunda e depois a buceta! Pode sentir sua língua invadir minha vagina úmida, eu já estava quase gozando quando ele parou levantou-se e esfregou seu pau na entrada de minha buceta. Ele segurou forte em meus quadris e foi forçando seu caralho para dentro de minha buceta, eu só gemia e sentia cada milimetro de sua vara entrar gostoso. Os meus gemidos, se misturavam com o barulho de seu corpo batendo em minhas coxas,eu não queria que aquilo acabasse, com uma das mãos ele segurou forte em meus cabelos e com a outra me deu varias palmadas na bunda eu adoro que façam isso), eu gritava de prazer e senti seu esperma quente invadir minha buceta em jatos fortes, gozei junto com ele. Quando ele tirou seu caralho de dentro de mim, achei que tinha terminado mas ele segurou em minha mão e me levou em direção a cama, eu podia sentir seu leite escorrer pelas coxas saindo de minha buceta. Olhei para seu caralho que continuava duro como rocha, ao chega na cama Sérgio deu uma ordem:
— Fique de quatro! Ainda não terminei.
Naquele momento eu esqueci que ele era meu filho e obedeci subindo na cama e ficando de quatro, eu me sentia uma cachorra, uma vaca no cio (sempre fui bem puta na cama), Carlos ficou no chão atrás de mim e com a mão recolheu o esperma que escorria de minha buceta e passou na entrada do meu cú, enfiou dois dedos melados. Aquilo me deixou com mais tesão e com as duas mãos eu abrir minha bunda louca pra sentir o pau de Carlos. Sem dizer nada ele encostou seu caralho na entrada do meu cú e sem dificuldades enfiou até o saco, nossa eu estava sendo enrabada pelo meu filho, sentia seu caralhho fundo no meu cuzinho, quem faz o anal sabe dessa sensação gostosa, pois dor eu não sentia apenas um grande prazer! Eu gritava e contraia o cú para dar mais prazer a Carlos, que só gemia e aumentava o ritmo das estocadas, sua vitalidade jovem eu já estava gozando e ele socava forte, outra vez pegou nos meus cabelos e levei mais palmadas na bunda, por uns dez minutos ele me fodia sem dor, eu perdia as contas de quantas vezes gozei, quando ele deu um grito e encheu meu cú de leite quente. Ele caiu de lado na cama e ficamos abraçados até dormimos, nem fomos tomar banho, acordei na manhã seguinte Sérgio já estava preparando um café bem reforçado. Levantei e vi uma grande mancha na colcha da cama, fui ao banheiro e me lavei. Quando sai tomamos um café Sérgio disse:
— Vamos a praia agora?
— Mas eu esqueci meu maiô ?!
Sérgio deu uma gargalhada e disse:
— Nessa praia você não vai usar maiô,é uma praia de nudismo.
— Só se você ficar nú também,certo?
Terminamos o café, coloquei uma saia jeans curta e uma calcinha branca, uma camiseta vermelha e outra azul de mangas longas, sairmos e passamos em um parque e ele pediu para tirar umas fotos minhas,ao chegar na praia, tinha poucas pessoas, pois era na semana, tiramos nossas roupas. Ao voltar para a casa fomos tomar banho juntos até paresiamos adolescentes, passava sabonete um no outro, beijos na boca, abraços e muitos risos. Quando sairmos do banho peguei o notbook do meu filho Sérgio e conectei no skype com meu marido, fiquei nua e Carlos também e com o aralho duro, quando meu marido atendeu minha chamada de vídeo. Eu não digitei nada, apenas acenei com a mão e já fui segurando o caralho de Carlos, fiz alguns movimentos e me posicionei deitada de lado com as pernas abertas e logo CARLO entendeu e começou um delicioso 69.
Meu marido nos via pela webcam sem nada dizer, Carlos o deitou com seu caralho apontada para cima, fui logo sentando naquele gostoso de duro, sempre olhando para o notbook e nesse momento meu marido se masturbava observando eu e meu filho transar. Depois de cavalgar bastante, sair de cima dele e fiquei de quatro, Carlos abriu minha bunda e lambeu meu cú deixando bem lubrificado com sua saliva, logo ficou de joelhos atrás de mim e foi metendo seu caralho meu cú faminto, eu gritava e olhava meu marido batia uma punheta mais acelerada. ,sentindo o saco do meu filho batendo na buceta em um ritmo gostoso. Carlos segurou nos meus quadril e socou forte seu caralho até o fundo do meu cu e soltou jatos de leite quente. Quando ele tirou o caralho, rapidamente abocanhei sugando forte até não sair mais gotas de espermas da cabeça vermelha. Olhei novamente para o notebook e vi meu marido gozando lá no Brasil.
Fiquei uma semana na praia com meu filho. Retornamos juntos para casa e ele foi trabalhar, me deixado com meu marido e nos preparando para transamos os três juntos,. !!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,75 de 4 votos)
Loading...

Por

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Anônimo 24

    Conto gostoso demais .

  2. papaisafado06

    Nossa que delicia de conto éo amo o incesto

  3. GG Magrinho

    Kkkk, uma hora o filho se chama Carlos outra é Sérgio decida-se

  4. silva

    Lindo conto adorei fica tudo em família e o filho adquirir muita experiência e ensinamentos da mãe para a vida de putaria.

    • papaisafado06

      Isso é maravilhoso