Pneu Furado !!!

Autor

Eu Cláudio e minha esposa Giane, que moramos em Rezende RJ., depois que fomos gostosamente estuprados por três travestis ( lindas (os) por sinal onde eu comi e também fui prazeirosamente comido, tipo uma suruba total, pegamos gosto pela coisa.
A Giane, disse ter gostado e eu também gostei, se Macaé, fosse mais perto, voltaríamos lá para uma segunda vez.
Após tentar uma transa em três, aqui em nossa cidade mesmo, não foi legal, pois o cara após trassar a Giane, duas vezes, ficou de pau mole e apenas me bateu uma punheta onde gozei gostoso claro, mais eu queria algo mais, que ele não teve para me dar, assim, ele meio chateado pediu desculpas e foi embora. Tivemos que terminar à noite, só eu e a Giane, mesmo, onde fizemos muito sexo oral, e para completar peguei pela primeira vez o vibrador, que comprei na quinta-feira, liguei ele, e empurrei aquele mastro de 20 cm todinho na bucetinha da Giane, que se contorcia de prazer e tesão, e gritava ao gozar, coisa que ela nunca havia feito antes ( gritar ). Acredito que até os vizinhos próximos ouviram os gritos dela nos momentos do orgasmo, nem ligamos para isso, deixem escutar, talvez eles fiquem com tesão e fazem sexo também.
Daí na semana seguinte eu tive uma ideia, logo na segunda-feira, pedi para a Giane, que telefonasse em alguma boate e perguntasse por algum garoto de programa, que procurasse pela internet também, até encontrar alguém bonito, atraente e bom de sexo. Na terça-feira, ela já tinha contactado com três. Marcamos encontro num barzinho na mesma terça-feira à noite, com um deles de nome Flávio, que a Giane, disse ter gostado, que era bonito e que ele tinha lhe confidenciado que era louco por sexo e que o cachê era R$ 300,00 por noite.
Estávamos tomando um drink e no horário combinado ele chegou, nos cumprimentamos e oferecemos um drink para ele também.
Ele não se deu de rogado, disse que toparia nos visitar nesta noite mesmo, que a Giane, era muito linda e de corpo maravilhoso, uma deusa, disse ele. Disse a ele que naquele dia não, mais que poderíamos combinar para sexta-feira. Ele topou na hora e disse: Não vou querer nenhum cachê de vocês, não acredito que vou possuir esse monumento que linda.
Só com estas palavras dele, eu fiquei de pau duro e disse a ele que adorava ser corno e ser comido também…Ele disse deixa comigo !
Fui ao banheiro despintando para que outras pessoas não me vissem de pau duro e não aguentei, me masturbei deliciosamente.
Quando voltei para a mesa, levei um susto, mais até gostei, os dois estavam agarradinhos e se beijando na boca. As pessoas que ali estavam, não entenderam nada e como eu não ligo, até gosto, continuei bebericando por mais uns 10 minutos e aí nos despedimos e tudo ficou acertado para sexta-feira. Contei para a Giane, que eu tinha me masturbado no banheiro, ela me disse que sua calcinha estava molhadinha de tesão.
Chegamos em nossa casa, não teve como, não deixei-a, tomar banho e caí de boca na sua grutinha no que ela rapidamente gozou, daí eu peguei o tubo de KY passei no cusinho dela e, mandei meus 14-15 cm para dentro, e com a mão fui massageando o clítoris dela. Gozamos juntos, depois tomamos banho e fomos dormir. Olha demorou para chegar sexta-feira.
Mais sexta-feira chegou e as 21H00 em ponto o Flávio, chegou trazendo flores para a Giane.
Não tivemos muita conversa, fomos para a suite e ficamos os três pelados, notei que ele tinha um pênis de uns 18-19 cm. Ele abraçou minha esposa, beijando-a e dizendo que, ele não tinha tirado ela do pensamento. Deitou-a debruço na cama e, meteu a língua no cusinho dela e com uma das mãos começou a masturbá-la, ela só dizia aiiiii que delícia…aiiiii vou gozar.
Peguei o tubo de KY e joguei sobre a cama, mais eles não usaram, e ele partiu para o sexo oral no que eu via a bucetinha dela toda encharcada. Ela vibrando como uma doida cheia de prazer e voltou a falar alto novamente até a gritar e ele chupando a periquitinha e com o dedão enfiado no cusinho dela. Os bicos dos peitinhos dela pareciam que iam estourar, assim, eu aproveitei e comecei a mamá-la.
Meu testículos doiam e meu pênis ardia pelo esperma parado no canal. Ele vestiu um preservativo e levantou a Giane, pela cintura e aí abriu o tubo de ky, massageou o cusinho dela e a penetrou suavemente, ela em vou alta disse aiiiiiii que delicia, assim vocês me matam de tanto prazer. O Flávio, estava fazendo a mesma coisa, comendo o cusinho dela e com uma das mãos massageando o clítoris e eu mamando aqueles peitinhos durinhos. Rapidamente gozou, numa gritaria danada e falando quero mais..
Aí chegou a hora em que o Flávio, disse: vamos fazer um sanduiche, manda o ferro na sua esposa, tipo papai e mamãe que eu vou te satisfazer também. Ela se virou de frente para mim e eu deitei em cima, instante em que senti ele passando ky no meu anus. Ato contínuo, ele foi empurrando aquela tora no meu c…aiiiiiii que delicia mesmo. A Giane, embaixo eu em cima dela e ele em cima de mim, com um adendo ele novamente com o dedão no c…. dela. Que delícia gozamos os três juntos.
Fomos tomar banho e, debaixo da ducha ela abocanhou o pênis dele todinho em sua boca e foi a vez dele dizer que gostoso, chupa meu amor como se fosse um sorvete, quero ejacular um leitinho gostoso e quero que você engula e assim aconteceu;;;
Depois ela botou o meu pênis em sua boca e começou a chupar gostoso, momento em que o Flávio, me enrabou novamente, como foi sem preservativo, senti o leitinho quente dele jorrando no meu c… e gozei na boca da Giane, no mesmo instante.
Fiquei saciado sexualmente e fui no outro quarto dormir, enquanto eles continuaram a fazer sexo de todos os jeitos e tipos, me contou a Giane, no sábado quando ela e ele acordaram. Antes dele ir embora, ele trassou ela mais uma vez, não quis dinheiro nenhum e já ficou marcado para sexta-feira, novamente. Achamos a pessoa certa, assim, não vamos ter mais problemas com sexo.
Cláudio