moleque danado

Autor

Ola meu nome e Paulo, moro em Joao pessoa em um condomínio horizontal, tenho 46 anos sou casado e possuo um filho de 12 anos. Meu filho tem muitos amigos e constantemente ele vem a minha casa para jogarem vídeos, quando meu filho esta em casa constantemente tem crianças jogando, cais onheço quase todos eles que me chamam de tio, entre eles tem o Rafael um moreno que deve ter 13 anos, acho ele um pouco tímido e outros meninos vivem zuando ele por não gostar de jogar bola,e empinar pipa. Um certo dia ouvi os meninos dizendo acho que o Rafael e meio viado ele disse que so gosta de andar de calca bem apertada e cortou a camisa para ficar parecendo um top. Bem aquilo me chamou atenção mais não liguei muito, passando uns dias estava so em casa , minha esposa foi ao dentista levar nosso filho, quando ouvi um barulho no quarto do meu menino, quando la cheguei encontrei o Rafael que me perguntou o Daniel esta? disse que não tinha ido ao dentista , ele estava com um shortinho curto e uma camiseta regata, fiquei olhando e lembrei da conversa que tinha ouvido e disse rapaz você ta parecendo uma mocinha com essa roupa, ele deu um sorriso e disse você acha. Disse acho e você ta bem bonitinha, entra aqui no quarto , ele entrou e eu perguntei vc tem namorada, ele disse não. e nem namorado ele somente riu eu disse nunca comeu ninguém ele disse não. eu falei essa tua roupa lembra uma menina periguete e peguei na coxa dele toda lisinha, e perguntei vc já viu uma garota nua ele sacudio a cabeça que não, já viu um homem? ele disse so de longe já viu u pau de adulto? não quer ver um ele não falou nada , abri minha bermuda e mostrei pra ele meu pau meia bomba, ele olhou disse e grande eu disse pega ele demorou um tempo e pegou segurei a mao dele por cima e comecei a punhetar meu pau que nessa hora já estava uma estaca, alisou ai eu disse encosta a boca para ver como e bom , ele prontamente meteu a boca, eu quis forcar mais ele engasgou disse passa a língua na cabeça e ele fez como se tivesse chupando um sorvete, meu pau doía de tao duro eu passei a mao em seus peitinhos ele ficou todo arrepiado, molhei bem a língua e chupei seus peito o moleque se remexia de todo jeito, disse deixa eu ver seu cuzinho ele prontamente baixou a bermuda e eu vi aquela bunda morena com um cuzinho rosa escuro, confesso que pirei, deitei ele na cama pus um travesseiro em baixo da barriga, vendo aquele cu todo cheio de preguinhas eu quase gozo, molhei meu dedinho e fui enfiado naquele cu ele quase não deixava entrar, ai eu disse vamos brincar diferente, dei uma boa cuspida enchi o cu de saliva e comecei a esfregar meu pau naquele cuzinho delicioso, ele dava umas gemidas mais quando queria meter ele se trancava todo, o muleque gemendo eu esfregando o pau já no desespero, quando não aguentei mais e dei três jatos de porra naquele cu que ficou todo inudado, no desepero quis empurrar mais não entrou, respirei fundo peguei uma toalha limpei todo o cuzinho dele, não fiz forca para penetrar pois tenho um pau de 15 cm, mais bem grosso, achei que poderia estourar o cu do muleque, depois ele se arrumou disse que já ia , volta para brincarmos novamente isso e segredo nosso. ele disse tudo bem. o mesmo já veio por aqui umas diversas vezes fica me olhando com uma cara de putinha, quando passo perto dele dou uma sarrada de leve isso me deixa com o cacete pra estourar de tesao. ainda vou acabar comendo esse moleque mais o meu medo e maior,

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 2 votos)
Loading...