Minha amiga Denise (Parte 2)

Autor

Minha amiga Denise (part 2)

Bem, conforme o meu conto anterior comecei a ficar com a minha amiga de escola Denise e as nossas sacanagens ocorriam quando podíamos estar sozinhos e quando não era possível agíamos como bons amigos\colegas de escola e clube, sempre conversando. Quando nos finais de semana nos encontrávamos no clube\piscina ficávamos sempre conversando sacanagens quando podíamos, isto é, sem a presença de ninguém, sempre escolhíamos ficar nas cadeiras um pouco longe, era um tesão, ela costumava usar um maio de uma peça, na cor azul marinho, mas de vez em quando ela colocava um biquíni de duas peças na cor vermelho, sendo que a calcinha era muito pequena, ela quando estava com esse biquíni sempre estava enrolada na toalha cobrindo a parte de baixo, mas quando se deitava na cadeira para poder pegar um sol dava para ficar observando como a minha amiga era gostosa e o melhor eu sabia que ela gostava de brincar e que deixava fazer de tudo, mas sempre com muita discrição, mesmo que ainda não fosse eu o felizardo, eu disse ainda (kkk).
Conforme mencionei no conto anterior ficávamos sempre nas preliminares, pois ainda não tinha ocorrido a penetração, mesmo eu sabendo que ela deixava o nosso amigo Avelar brincar gostoso, inclusive na bunda; estávamos sempre conversando sobre as sacanagens que fazíamos e eu aproveitava para saber o que ela fazia com o nosso amigo mais velho, por sua vez ela fazia um doce para contar, mas acabava contando com riqueza de detalhes e percebia que essa situação a deixava excitada, isto é, ficar comentando sobre as sacanagens que costumava fazer contando para outra pessoa, no caso eu.
Quero salientar ainda que escolhemos ficar sempre nas escondidas, agindo com muita discrição e sem que ninguém soubesse e nunca nos passou a hipótese de namorar, pois conforme mencionado no conto anterior eu cheguei a namorar a melhor amiga dela e ela não queria que essa amiga soubesse, além do mais eu sabia da relação sexual que ela tinha com o nosso amigo. Só para constar o nosso amigo Avelar, já estava com 19 anos e já namorava sério, sendo ela apenas um objeto de desejo e o melhor é que ela sabia e gostava de ser objeto (rsrs).
Voltando, sempre estávamos conversando e num desses intervalos de aulas ela me perguntou se eu poderia no final das aulas (17 horas) acompanhar o seu grupo de estudo (duas meninas) até a casa dela, visto que eu era um ótimo aluno de ciências e poderia ajuda-las no trabalho e assim o fizemos.
Ao chegar na casa só estava o irmão mais novo de 07 anos, juntamente com a avó que morava em outra casa nos fundos da casa dela e a mãe havia saído e só chegaria por volta das 22 horas, juntamente com o pai. (Fiquei tranquilo…rsrs), logo dei um jeito e pedi para a Denise tirar a roupa que estava e colocar um vestido, ela riu discretamente e de pronto atendeu o meu pedido (já fiquei com tesão) e logo ela foi dizendo para as amigas começar o trabalho que ela iria trocar de roupa, eu já sabia que a oportunidade poderia aparecer, assim, começamos a montar o trabalho e logo as duas meninas disseram que teriam que ir embora e que continuariam no sábado, bem, ela foi logo concordando e levando as amigas até o portão, voltando rapidamente para o local que eu estava esperando por ela, nesse momento a sua avó entra e observa que nós estávamos estudando (ela sentada ao meu lado e eu por debaixo da mesa alisando as pernas e colocando o dedo na xota), perguntou que se queríamos alguma coisa e como a nossa resposta foi negativa ela logo voltou para sua casa, onde o seu irmão estava assistindo TV, o bom é que de onde estávamos dava para ter uma visão privilegiada de quem pudesse se aproximar, foi então que tirei o meu pau para fora e pedi para ela sentar no meu colo, ela deu uma olhadinha e logo atendeu, assim, levantei o vestido e tirei a calcinha dela de lado e após algumas tentativas, devido a ansiedade de poder colar eu a penetrei, entrando todo o meu mastro em sua xota, e ela toda fogosa, começou a rebolar no meu pau e conversando comigo em voz alta sobre a matéria apenas para disfarçar que estava levando rola, que tesão, ela toda molhada engolia tudo, depois de um tempinho eu a levantei rapidamente e acabei gozando na minha mão, de imediato ela deu um pano para me secar…depois voltamos a nos sentar e tirei os peitos dela para fora e comecei a chupar e ela ficava cuidando só observando para ver se alguém se aproximava , depois ainda fiquei de pé na frente dela e ela começou a fazer uma deliciosa gulosa e por fim pedi para ela se levantar e ficar de pé debruçada na mesa, sendo que a bunda ficou toda empinada, novamente levantei o seu vestido e fui colocando o meu pau, socando com muito tesão, mas ainda eu queria mais, foi quando perguntei se eu poderia colocar na bunda, visto que sempre foi o meu desejo e ela de boa disse que sim e após algumas pinceladas na xota logo fui colocando na bunda e percebi o quanto a minha amiga estava aliciada na bunda, pois o meu pau entrou todo e ela apenas gemia e dava umas reboladas e só paramos quando gozei dentro da bunda, logo nos recompomos e depois de uns beijos eu me despedi dela e fui até a casa de sua avó para também se despedir, a senhora foi muito amável e falou que eu poderia vir sempre estudar com a sua neta e assim, passamos sempre a estudar depois das aulas no colégio, até mesmo com a presença de sua mãe na casa. (muito safada essa minha amiga, saudades daqueles tempos).