Ela era casada e Mãe além de Esposa recatada… Encontra o Prazer e Desejos

Autor

Esse com certeza foi um dos primeiros contos, mais só estou trazendo agora aqui, pelo tempo que passou…

Hoje digo queo que muitas coisas do que lemos aqui parece ser só fantasia, Mais depois que passei a me interessar mais por mulher comprometida, descobri um universo inteiro de novas possibilidades.

O que vou contar hj, aconteceu nesse fim de ano, na praia, no mesmo andar em que aluguei um ap, tinha mais 3 aptos e em um deles tinha uma família que me chamou a atenção, em especial a esposa, mulher na facha dos 38, cabelos cacheados, corpo normal… mais de biquíni tinha uma bundinha deliciosa….,, diria que era uma esposa e mãe daquelas muito gostosas. Como sou educado, rsrs quando via ela nos corredores e cumprimentava,,, mais no dia em que vi ela sozinha de biquíni confesso que olhei com muita malicia, e com certeza ela percebeu. Porque o volume feito no calção foi impossível de esconder.. rs rs.

Lembrando que ela era mãe, mulher de família e sempre muito recatada, sabia que seria problema tentar alguma coisa.

Mais no dia seguinte nos encontramos novamente no elevador, só que nesse dia eu teria uma reunião no trabalho e tive de sair com calça social,,,(quem usa, sabe o perigo que isso representa, rs rs), ela estava de maiô comportado,,, mais que realçava os seios, e deixava ela mais gostosa… fiquei de pau duro na hora,,, para piorar elevador encheu.. bem nessa hr não tive escolha, fiquei atrás dela… com pau duro,,, decidi roçar na bunda dela… no começo ela não esboço reação, mais quando entrou mais um e fez ela ir para trás e ficar pressionada,,, ela sentiu aquilo tudo bem perto da xotinha dela… deu pra ver ela ficar vermelha… assim que abriu a porta… saímos como se nada tivesse acontecido..Mais nós dois já sabiamos aonde isso iria terminar…

Pois bem, acho que aquilo mexeu com ela, a tarde quando votei do trabalho do nada ela tocou a campainha de casa e veio com a desculpa de que precisava de ajuda e se eu sabia trocar a torneira, ela estava com a camisa toda molhada, pena que não era branca.. rs rs.. mais os biquinhos estavam saltando… eu so short.. pra variar já fiquei de pau duro,,,, porém acho que era isso que ela queria… ela notou que estava olhando ela de cima em baixo com muita maldade… então do nada olhou pro volume… e disse,, “é sempre assim, ou só quando me vê”, confesso que na hr fiquei impressionado… pois até então parecia uma dona de casa, bem recatada,

Mesmo assim disse “ Sempre que te vê” só que como ela já tinha dado sinal.. tirei o pau pra fora ali mesmo….na porta do ap e disse,,,” era assim que imaginava?, porque quando te vê fica extamente assim"

NA hora ela disse "Não sou disso, mais depois daquele dia no elevador… eu quis saber se era de vdd… sei que não sou disso" (nesse momento quis voltar para seu ap), segurei ela pelo braço, puxei para meu ap, e disse,,

"Esqueça tudo agora.. e apenas se permita sentir prazer… "

Então levei a cabeça dela até minha pika… começou chupando timidamente, então segurei pelos cabelos e ajudei.. forçando levemente…

"Está gostando minha safada?? Chupa com vontade essa pika… engole ela inteira até se engasgar, sinta ela pulsar dentro de vc” acrescentei “ liberte essa vontade, vou te fazer sentir prazer como nunca”.

Era tudo que ela precisava, passou a chupar com vontade,, indo até as bolas e agora me olhando com ar de safada… então estava se soltando, era hora de ir além…. tirei o pau da boka dela e passei a bater com ele na cara,,,

"Esta gostando safada,,,, sente essa pika grossa na cara… vou te transformar em uma puta"

Aproveitava e batia ainda mais com pau,,, afinal ela estava gostando…

Agora, nesse momento, passei a ousar,,,

"Vai minha puta empina essa bunda vou chupar essa buceta como nunca foi antes"

Notei como estava gostando de ser xingada, ser desejada, sentir-se uma mulher capaz de dar e sentir prazer. Gemia com vontade…

Assim na primeira chupada gozou… então olhei bem safado pra ela e disse

“ o corninho já comeu esse cuzinho, parece apertadinho,, vou arrombar ele todo…. minha putinha safada”

Sabia que aquilo seria arriscado, se doesse na consciência dela e ignorasse e gozar muito, ou se não,,, acabaria ali…

Para minha surpresa…Ela olhou bem pra mim.. e o que disse a seguir deixou meu PAU Latejando… com as veias pulsando… jamais imaginei…

Olhou bem com cara safada e disse…

“Sei que Nunca fui puta…. Mais hoje sou sua puta….arromba seu cachorro, que nunca fui comida assim…. O corno só sabe me tratar como dama…e quando quer ainda…então, Fode seu puto… Que hoje vou me libertar”

Caralho, aquilo me deixou louco, não estava mais aguentando, coloquei ela d4, e chupei com vontade aquela buceta deliciosa, mordendo grelinho, dando tapa,,, e aos poucos colocando dedo no cuzinho….até acostumar…

“Aí,,, chupa, isso,,, nunca fui chupada assim,,, não sabia que era tão bom.. o corninho nunca fez direito”

Como Ela tinha mudado, era outra mulher… aquilo estava me deixando mais puto de tesão ainda… mais chupei até ela gozar….. Sem tempo disse:

“Vai empina esse rabo minha casada gostosa, que vou foder essa buceta até ficar inchada, vai minha putinha”

Aproveitei e enfiei bem devagar naquela buceta apertadinha.. sentia meu pau arrombando todo aquele buraquinho gostoso, enquanto ela gemia,,, então comecei acelera o ritimo, segurando com força no quadril , passei a aumentar o ritimo, dizendo..

“era isso que queria puta safada, sente essa pika arrombando você de verdade,,, rebola, gostosa, escuta o barulho das bolas batendo”

Então dava uns tapas naquela bunda gostosa, colocava dedo no cuzinho… (ela já estava louca de tesão, tinha esquecido tudo o resto, só curtia o momento.)

Dizia…

“Vai seu cachorro, puto fode a buceta com força,, arromba ela toda,, vai meu macho enche ela toda de porra e me faz gozar de novo”

quanto mais ela falava isso aumentava ainda mais meu tesão e o ritmo bombei forte e com vontade, não teve como segurar gozamos muito….

mais ela estava desejosa de mais, logo colocou o pau na boka e chupou até ficar duro de novo, e ainda pra ajudar disse

“vem terminar o que começou, meu cuizinho virgem está pronto pra ser fodido, vem seu cachorro safado, faz o que meu corninho nunca fez”

Como ela aprendeu rapidinho como fazer um pau ficar duro feito tora… essas palavras eram magicas

peguei ela d4 novamente, comecei com os dedos.. pra que aquilo se tornasse agradável pra ela, mais com aquela visão e o que estava oferecendo não resisti muito.

De uma vez só enfiei minha pika naquele cuzinho apertado, foi difícil pra entrar, mais ela queria então aquele rabão gostoso engoliu todo meu pau,

“Vai seu puto, arromba esse cuzinho, quero saber o que é ser mulher de verdade, me faz gozar comendo meu cú”

Meti forte e comecei a bombar, enquanto ela gemia,,, gritava, fazia as bolas quase querer entra nela toda…

“toma tapa sua Puta safada, sente como esse pau te arroba,,, era assim que mulher como você merece ser comida,,, de agora em diante,,, vou comer esse cuzinho gostoso sempre,,,vai ser minha putinha, amante, e mulher”

“vou ser sim, vai me comer sempre seu vadio, meu corninho só vai chupar ela de noite pra sentir teu sabor”

(Ela tinha virado outra mulher, pelo jeito já tinha desejado alguma vez,, pois o modo como falava parecia que era seu desejo secreto que estava reprimido,,,)

Bombei gostoso, soquei forte, catiguei meu pau e o cuzinho dela,,,dava tapa na bunda, puxava aquele cabelão enquanto metia,,, provocava ela com palavras… xingava… que mulher gostosa,,, com sede de realizar aquilo…

“vai seu cachorro enche meu cuzinho de porra,,, que vou gozar também”

Não aguentei mais depois disso, gozei naquele cuzinho gostoso…

Fui uma das mais surpreendentes mulheres que conheci, pois liberou tudo que estava reprimido…
nem precisa dizer que depois dessa aventura.. tivemos muitas outras.. que com tempo vou trazer aqui.
whats (um, Nove) nove, dois, três, três-vinte e sete, nove oito.
Leia os Outros contos, de uma nota…

email dotado35safado@gmail.com