A primeira vez foi com o filho do meu padrasto – minha primeira minaj

Autor

Quando daniel jorrou 2 jatos de porra na minha boca. Pode sentir pela primeira vez o gosto de porra, foi o melhor gosto que eu já tinhá sintindo na minha vida.

_(ele) assim que eu gosto viadinho, bebeu toda a minha porra, não deixou nenhuma gota cair.
saímos do banheiro e voltamos pro nosso quarto, naquela noite nem consiguir dormir ficava pensando na loucura que eu tinha acabado de fazer, olhei pro lado e tava lá o leo deitado, sem camisa só com um shorte de futebol. Aquilo me parecia muito convidativo, mais decidir não tentar nada. No outro dia assim que acordei dei de cara com daniel arrumando a cama.

_(ele) até que enfim ocordou, só tava você dormindo.

_(eu) eu custei a durmir, só fui conseguir quase de manhã.

_(ele) não consiguiu durmir pensando na minha rola ne. Eu sei que voce gostou.

_(eu) gostei mesmo, pena que eu vou embora amanhã.

_(ele) até amanhã muito coisa pode acontecer.
Ele abriu a porta olhou o corredor, e depois fechou a porta com a chave. Todos estavam lá embaixo, inclusive leo e renato. Só estava nos dois no quarto. Assim que ele fechou a porta ele abaixou o shorte deixando aquele pau de 14 cm pra fora. O pau de daniel já tava duro. Nem esperei ele dizer alguma coisa, e já cair de boca. Nos não tiamos tempo a perder, fui chupando o pau e daniel como se fosse o último pau que eu chuparia na vida. tentava engolir ele todo mais não consiguia, o pau dele era muito Grosso. Mais fazia o meu melhor, chupava a cabecinha, e depois tentava engolir ele todo. daniel gemia baixinho pra Níguem perceber. comecei a punheta o pau dele e lambia suas bolas, nesse momento daniel deu um leve gemido, e fechou os olhos. Como eu disse eu adoro quando eu tô comando a situação, continuei a punheta seu pau enquanto chupava suas bolas, daniel começou a gemer um pouco mais alto, e começou a forca a minha cabeça de encontro as suas bolas. Até que escutemos alguém tentar abrir a macaneta da porta. daniel rapidamente colocou seu pau dentro do shorte.

_(leo) abrir aqui pra mim entrar, quero pegar meu chinelo que eu deirei ai.
Sair do chão, e tentei transparecer que estava tudo bem. daniel abriu a porta, quando leo entrou e me viu ali, disse:

_(leo) pensei que você táva dormindo Paulinho.

_(eu) acordeu agora!

_(leo) porque a porta tava trancada?

_(daniel) eu tranquei porque o Paulo tava dormindo. Eu já ia abrir já que ele tinha acordado.
Leo parecia não acreditar naquilo, eu sua disso ficou um silêncio, que foi quebrado quando daniel disse que ia descer. Assim que ele desceu leo vira pra mim e diz

_(ele) você táva fazendo aquela brincadeira que agente faz com ele ne Paulinho. Eu escutei de atrás da porta uns gemidos.

_(eu) leo eu vou te dizer a verdade, no primeiro dia que agente chegou aqui eu levantei de madrugada, pra ir no banheiro e quando eu abrir a porta eu vi o Daniel se mastubando assistindo Porno no celular dele. Ele me disse que sempre bate de madrugada. Ele me fez jurar que eu não ia contar nada. Só que eu não consiguir tirar da cabeça o pau, o tamanho dele e parecido com os caras dos filmes. Ontem eu esperei ele ir no benhero e foi atrás dele, ele tava lá se mastubando. E agente acabou fazendo aquelas brincadeiras que nos dois fazemos.
Leo me olhou com um olhar de reprovação, ele não tinha gostado nada do que tinha ouvido. falei pra ele que não tinha significa nada, e que eu nem tinha gostado tanto assim( mentira, eu tinha adorado). Enquanto eu tentava me explicar daniel apareceu no quarto.

_(daniel) minha mae tá chamando vocês pra tomar café, meu pai já trouxe o pao. Nos descemos e fomos tomar café, leo tava com uma cara de emburrado. Depois que tomanos cadê tentei conversar com leo mais ele nem me deu bola, e foi brincar de video game com o Renato. daniel cheia perto de mim e diz que quer conversar comigo.

_(daniel) o que que tá acontecendo? O leo não tá nem mais falando comigo, e não para de me olhar com cara feia. Parece que tá com raiva de mim.

_(eu) se eu te contar uma coisa você não conta pra Níguem. pra ninguém mesmo.

_(ele) pode falar eu não vou contar pra Níguem. você guardou segredo quando me viu me mastubando, támbem vou guarda o seu.
Contei tudo pra ele, contei que eu perdi a minha vingirdade com o leo, que eu transó com ele escondido, e que eu acabei contando da transa que agente teve ontem. E que agota o leo tá chateado comigo por conta disso.

_(ele) então quer dizer que você dá essa bundinha pro leo escondido.por isso eu achei estanho você chupar daquele jeito, você já vem praticando faz tempo ne. Pode ficar tranquilo que eu vou falar com o leo.
Não sei se ficava mais aliviado ou mais tenso com isso. Assim que acabamos de conversar, daniel foi conversa com leo. fiquei na cozinha com o resto do pessoal, não queria me meter nessa conversa deles. Logo depois aparece os dois sorridentes na cozinha. daniel, faz um sinal sem Níguem perceber, pra mim ir até eles. Eu vou até eles, leo me diz que não tá mais chateado comigo, e pergunta se eu quero brincar com ele, e com daniel na mata que tem atrás da casa deles. Eu disse que sim.
avisamos, nossos pais e eles deixaram, perguntei se renato não queria ir eles disseram que não chamaram, que a brincadeira Seria só nos três. Na hora eu não entendé, mais mesmo assim eu foi chegando la eu pergunto pra eles

_(eu) então, vomos brincar de que?
Os dias começam a rir, e a cochiça um no ouvido do outro.

_(daniel) como você já deu pro leo, e pra mim também. Agora você vai da pra nos dois.

_(leo) o Daniel me disse que vai ser gostoso, tanto pra você como pra nós. Então você quer brincar com nos dois.

_(eu) quero!
Quando eu terminei de falar eles me levaram pra uma árvore grande que tem naquela mata. vieram pra cima de mim, daniel foi pra atrás de mim e começou a me encochar, leo foi logo tirando seu pau de dentro do shorte, eu me abaixei pra chupar o pau de leo, e deixei a minha bunda bem inclinada. O pau de leo já tava duro, abocanhei ele todo, e fui chupando, enquanto isso daniel, sarrava seu pau bem no meio da minha bunda. Leo gemia baixinho, eu engolia o pau dele todo, cuspia nele, alternava em chupar a cabecinha, e engolir ele todo. como sei que leo gosta Quando chupo suas bolas, começei a chupar suas bolas, olhava bem no rosto de leo, que parecia estar adorando aquilo. daniel começou a tirar a mimha bermuda.

_(daniel) tu gosta te receber língua no cu ne. O leo me contou. Eu vou chupar misto seu cu.
Quando ele terminou de falar, ele já caiu de boca no meu cu. Nossa, que língua era aquela. Quando ele começou a chupar eu foi ao delirio, voltei a chupar o pau dele. Era uma sensação indescritível, sentir uma rola na boca, e uma linguada no cu. tava com tanto tesão que começei a chupar o pau de leo com mais velocidade, daniel começou a pincelar meu cu com o pau delê. E foi logo enfiando ele todo, como tinha dado pra ele na noite passada nem sentir tanto. Ele começou a bombar com força, ele segurava meu quadriu e metia com muita força. Eu chupava o pau de leo, enquanto daniel me comia com vontade. Depois de uns 10 minutos ele trocaram de posição, leo veio me comer, e daniel veio com a rola na minha boca. Leo metia com mais sutileza, seu vai e vem era mais contido. Já daniel, fudia a minha boca como se fosse um cu, eu tentava engolir mais como o pau de daniel era mais grande e mais grosso. Não consiguia. daniel tirou o pau da minha e comecou a se punheta.

_(ele) abrir essa boca abrir, quer minha porra quer?

_(eu) quero, jorra ele toda na minha cara.
Daniel gozou bem na minha boca, eu engolir tudo igual na outra vez. Leo começou a se tremer, e a se contorcer atrás de mim. Logo seu pau escapuliu do meu cu.

_ que porra e essa que vocês estão fazendo?
Era a voz de Renato irmão de daniel…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 3 votos)
Loading...