Virgindade dupla do colégio para cama

26-01-18 Por 0 ★ 0.00

Olá tudo bem com vocês, tenho 17 anos e dessa vez vou relatar como transei com uma amiga
da escola. Na verdade vou relatar como foi a minha primeira vez também, eu e ela éramos
virgens na época.
Bom à menina se chamava Tatiane, ela era uma menina gordinha era gostosinha por ser
gordinha, mas a timidez dela, somado a maioria dos meninos não gostar de mulheres mais
gordinhas, ajudava a ela não ter namorado e ser virgem. Tatiane como disse era gordinha,
peitos grandes biquinhos bem durinhos, bunda dela era bem grande também a bucetinha algo
maravilhoso era peludinha tipo de umas duas semanas sem depilar, os cabelos dela eram
pretos quê iam quase à bunda. (creio que por conta dela eu goste de mulheres gordinhas e
com a vagina peluda) a por mais que ela fosse tímida na escola depois que pagamos intimidade
essa timidez acabou descobri que ela era safadinha.
Bom eu na época era bem tímido principalmente com mulheres, mas ainda sim conseguia
fazer amizade com algumas delas. Bom a conheci no primeiro ano do ensino médio, eu
sentava a trás dela, começamos a conversar depois de termos que fazer um trabalho juntos,
pois eu tinha um professor que gostava de escolher as duplas e grupos. Conforme o ano foi
passando nossa amizade se tornava mais intensa e sólida, resolvemos fazer um trabalho de
escola na minha casa, nesse dia ela estava com um short curto que valorizava bastante as
curvas dela e uma camiseta branca. Começamos a fazer o trabalho e fomos conversando
quando terminamos o trabalho, ela já ia embora eu resolvi contar a ela algo, meio
envergonhado, mas disse que estava afim dela e queria ficar com ela. Na hora ela ficou
vermelha de vergonha, na hora a puxei pelo braço e comecei a beijar ela, de início ela tentou
resistir, mas depois se entregou ao beijo, fomos para o meu quarto e começamos a nos beijar
e deitamos na cama começamos a dar uns amaço, passava a mão pelo corpo dela.
Deitei na cama e ela deitou por cima de mim enquanto me beijava, fui enfiando a mão por
dentro da camiseta dela e abri o sutiã dela, tentava enfiar a mão e abrir o short dela, mas de
início ela tirava a minha mão, depois ela tirava a minha mão e ou colocava na cintura dela os
levava minhas mão nos peitos dela. Infelizmente nesse dia não fizemos nada além de dar uns
amaço, mas a partir desse dia pelo menos uma vez por semana ela ia à casa só para a gente
ficar. Até que um dia ela resolveu se entregar a mim. Nesse dia ela estava com uma blusa meio
curta e meio transparente, ela estava com uma calça legging preta, começamos a nos beijar,
deitamos na cama ela por cima de mim, fui enfiando a mão por baixo da blusa r abri o sutiã
dela, tirei a blusa dela, comecei a chupar os peitos dela, podia ouvir a Tatiane gemer, ela fazia
movimentos de vai e vem como se tivesse cavalgando no meu pau. Ela tirou minha camiseta
fui enfiando a mão por baixo da legging e fui abaixando ela, peguei joguei ela na cama tirou a
legging dela e voltei a beijar ela enquanto apertava os seios dela, depois comecei a passar a
mão na bucetinha dela por cima da calcinha mesmo, ela gemia gostoso, sentia que ela queria
aquilo, fui beijando e chupando o corpo dela até chegar à bucetinha dela, para provocá-la um
pouco a tirei com a boca. Segurei uma das mãos dela, e comecei a chupar a buceta dela, meio
sem saber como fazia, mas consegui chupava ela se contorcia gemia, ela dizia que delícia, isso
ah ah ah ah continua isso não para hm delicia ah ah ah isso chupa que eu vou gozar, chupei ela
até que ela gozou.
Deitei por cima dela e fui enfiando devagar meu pau na bucetinha dela, ela de início sentiu um
pouco de dor, mas depois com meus beijos ela foi começando a ficar mais relaxada, ela gemia
eu dizia a ela você está adorando né sua putinha, ela pedia para eu xingar ela mais. Pude notar
que já estava saindo um pouco de sangue, sabia que o hímen tinha se rompido. Coloquei-a de
quatro na cama fui metendo enquanto xingava ela de vadia , de puta, biscate, cadela. Eu
também batia na bunda dela, batia até ficar vermelha quanto mais eu batia e xingava ela
gritava em meio a gemidos. Ela me chamava de cachorro, de filho da puta. Fui metendo dela
eu fodia ela com todas as minhas forças, ela gemia ela mordia o travesseiro para abafar os
gemidos e não chamar atenção dos vizinhos.
Peguei quando fui gozar, tirei o pau da bucetinha dela e gozei na bundinha dela, deitamos na
cama ela deitou por cima de mim, dizendo que isso que fizemos foi uma delícia. Ficamos
deitados na cama até que acabamos dormindo, acordei eu estava com o pau duro novamente,
peguei e sentei na cama ela pegou e começo a chupar meu pau e depois ela subiu em cima de
mim e começo a cavalgar bem devagar ela dizia que queria aprovação bem o meu pau dentro
da vagina dela. Enquanto ela cavalgava eu chupava os peitos dela e a beijava, ela gemia
dizendo que delicia hm hm ah ah ah ah isso gostoso ah ah delicia , transamos gostoso bem
devagar aproveitando cada momento, quando fui gozar ela pegou deitou já cama e pediu para
eu gozar no rosto dela, peguei e gozei bem na bochecha dela, depois ela pegou e ficou
passando o dedo no rosto e levando o esperma até a boca na hora que ela colocou na boca ela
não gostou muito do gosto, por isso pegou e fico só espalhando o esperma pelo rosto.
Depois fomos tomar um belo banho, aproveite fiz uma bela massagem nela, depois deitou na
cama e ficamos abraçados e nós beijando. Depois desse dia passamos a transar quase toda
semana, só quando estava bem corrida a semana que não transavamos, e cada relação
amorosa que tínhamos eram uma mais louca que a outra. Também transamos em todos os
cômodos da minha casa, no quarto, na sala, no banheiro e até na cozinha e área dos fundos.
Eu e Tatiane transamos até o fim do segundo ano, onde ela decidiu mudar de escola e ir
estudar em uma escola particular em outra cidade, mas é claro pegamos e também tivemos
uma transa de despedida.
Bom esse foi meu relato, espero quê tenham gostado e principalmente tenham ficado
excitados, se tiver algo que eu possa melhorar ficaria muito grato em saber e como sempre
vou deixar meu e-mail e WhatsApp
Email: [email protected] Com
WhatsApp: 67 84453996

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(0 Votos)

Por

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos