Sou uma Filha sem Mãe

Autor

Bom dia pra vocês .
Passando por sites ,me deparei com esta barbaridade chamado ( CNN CONTO )
Já que vcs gosta destas historias imoral que tds admiram , pois bem vou contar a minha ate vou por detalhes para vcs não achar que é mais uma ficção .
Bom me chamo Luana hoje tenho 37 anos .
Tenho uma cicatriz que não sara com relação à minha mãe.
Desde os sete anos fui molestada pelo meu irmão. .
Que me lembro desta época é que meu pai trabalhava de caminhoneiro e ficava só uns 5 dia por mês em casa e no demais viajando .
Eu não podia nem pensar em levar problema de casa para ele.
E minha mãe tinha verdadeira admiração pelo meu irmão ele com 10 anos e já eu com 7 anos o que eu ela nunca me fez ou deu carinho de mãe ,na verdade ela dizia pra quem quisesse ouvir que se pudesse e soubesse que eu era menina tinha tirado logo no começo ,pois ela dizia que menina só da dor de cabeça .
as poucas coisa que me lembro antes e depois dali são desprezo e descaso da minha mãe comigo na verdade ela não se importava nem se eu tinha comido já meu irmão ela fazia de td .
Me lembro que um certo dia quando meu irmão chegou da escola ,eu estava no quintal brincando pois minha mãe tinha saído deixando sua filha de 7 anos sozinha em casa trancada no quintal .
Meu irmão ao entrar no quintal pegou eu pela mão e me levou para dentro para tomar banho juntos .
Ate aquele dia não me lembrava dele ter feito coisa semelhante ,mais este dia ficou marcado pelo começo de minha incomoda e
desprezível existência de irmã .
Neste dia ele tirando minha calcinha pois foi a unica coisa que minha mãe tinha deixado em mim , digamos que em 1988 não era como hoje mais já existiam muito Pedófilo enrustido em carapaça de bom moço.
Bom continuando ao chegar no banheiro e tirar minha calcinha tmb ficou pelado e pela primeira vez eu lembro de ter visto um pinto .
Não era grande era ´pequeninho mais estava em pé duro .
Então ele encostando atrás de mim começou a esfregar aquele pintinho em mim e tentando entrar na minha bundinha , eu estranhei ate perguntei o que ele estava fazendo .
___Fique quietinha Luana é só uma brincadeira .
__para júnior não quero brincar disto não ,se não parar vou contar para mamãe .
__Fala boba ela não vai acreditar mesmo .
Falando isto ele me agarrou e me tirou da bacia de alumínio onde tomávamos banho .sim mesta época não tínhamos chuveiro na nossa casa .
E sem esforço me dominou e começou a me beijar e me lamber td ate que por fim acabou chupando minha pequena vagina e tocando seu pinto no qual ele ficou por quase meia hora , parecia que ele nunca ia acabar .
Por fim depois de minutos de agonia ele chegou ao orgasmo onde saiu e me deixou ali chorando .
Quando minha mãe chegou eu chorando contei que o júnior tinha feito pra minha surpresa , Ela sabia que isto ia acontecer e disse que era assim mesmo.
E o tempo foi passando e o Junior ficava mais abusado ,ele só me dava um tempo quando papai estava em casa ,varias vez pensei em falar com o papai mais tinha medo dele tmb achar normal o que o Junior fazia e assim se passaram três anos .
Aos dez anos fui abusada sexualmente por ele e seu amigo onde eu perdi minha virgindade .
Ele estava com 13 anos .
Td aconteceu em uma noite chuvosa neste dia minha mãe avisou que não ia voltar pra casa e mandou ele tomar conta de mim .
Sim ele tomou , me arrastando ate o quarto dela ele forçou mais desta vez foi diferente ele me subjugando subiu em cima de mim e não contente em só me bolinar começou a forçar seu pinto na entrada da minha bucetinha .

Quando ele conseguiu estourar meu hinem , não só a humilhação como tmb a dor que eu sentia era tamanha que já não lutava mais contra suas investidas ficando inerte a sua merce .
Foi quando ele parecendo um cachorro no cio me segurando me fez de escrava sexual esta noite inteira .
E quando o dia raiou minha mãe chegou ainda nos encontrou na sua cama ela só falou brava com ele dizendo que na cama dela não era lugar para a gente fazer safadeza , ele saiu dali correndo me deixando .
Quando eu falei para ela que não tinha culpa o Junior me pegou a força ,ela com a maior naturalidade falou .
__Isso era normal e que os irmãos aprendiam isso com as irmãs.

Na escola, durante a aula de ciências, perguntei ao professor como os meninos que não tinham irmãs aprendiam sobre sexualidade ?
O professor como os olhos esbugalhado falou .
___Luana por que esta pergunta .
Então eu falei .
Como meu irmão havia aprendido comigo. Resumo:
Minha mãe negou saber de qualquer coisa para o diretor da escola
Depois disto tive que mudar de escola por vergonha e chacota dos colegas.
Tds os meninos pediam para eu ensinar para eles tmb .

Essa foi a última vez que ele encostou em mim. Durante anos, vi minha mãe dizer claramente que os filhos homens são os que “podem tudo e que nunca quis ter filha mulher porque isso só dava trabalho”.
Sempre me senti rejeitada, pois meu pai trabalhava viajando e vinha em casa poucas vezes.
Ate que em um acidente ele morreu .
Depois destes episódios, minha juventude foi um inferno, em relação às brigas com minha mãe e meu irmão.
Aos dezenove anos saí de casa, logo quando arrumei um emprego (no qual estou até hoje com excelente cargo).
Minha infância sempre foi reprimida no tocante ao amor de mãe.
Nunca ouvi dela um “eu te amo”, por exemplo.
Hoje estou com trinta e quatro anos e vejo que, devido às grandes marcas de falta de afeto, amor e proteção materna, não consigo olhar para ela com tanto amor, como gostaria.
Não consigo tratá-la com carinho.
Hoje ela está idosa; ainda independente, mas, daqui a pouco, irá precisar de cuidados. Isso me gera uma ansiedade enorme, pois penso que terei de cuidar dela.

SERA QUE TENHO COMO AJUDAR ELA OU ME AJUDAR ?

Fico imaginando como será isso, porque não consigo vê-la com amor e dedicação.
Tais pensamentos me assombram e fico pensando: será que o problema é comigo, uma vez que não consigo superar esses fatos passados?
Ou será que realmente não consigo superá-los porque a mágoa e as cicatrizes da alma ainda estão tão doloridas, mesmo depois de tantos anos?
SE ISTO NÃO É O QUE SE POSTA AQUI DESCULPE-ME MAIS ESTOU PRECISANDO DESABAFAR

Por favor, me ajude”.
QUEM PUDER !

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,88 de 8 votos)
Loading...