Putinha desde criança (parte 2)

Para que entendam a segunda parte, acho importante lerem a parte 1
https://contoseroticoscnn.com/2017/12/putinha-desde-crianca-parte-1.html#comments

Desde aquele primeiro dia em que eu fui pegar meus doces no bar em troca de safadeza com o homem que era o dono de lá, eu me tornei uma criança diferente. Eu estava com quase 9 anos e me tornei mais calada e meu rendimento escolar começou a cair. E sempre que eu estava sozinha eu me masturbava. me masturbava no banho, na cama de madrugada, se eu estava deitada no sofá assistindo tv, eu ficava esfregando a almofada na bucetinha, esfregava a buceta onde eu podia pra aliviar aqueles desejos que aquele homem do bar me despertou… Não todos os dias, mas sempre que ele me via chegando da escola ele me falava pra eu ir pegar uns doces no bar que ele havia separado pra mim, eu não resistia e ia, e aí as coisas aconteciam com as portas fechadas. era só punheta, siririca e boquete e ele me chupava a bucetinha !!! fiquei viciada
Certo dia, eu estava andando de bicicleta na rua e ele foi até a porta do bar e ficou esfregando o pinto por fora da calça esperando eu passar e ver. Quando eu passei e vi, ele pois a lingua pra fora e ficou mechendo a lingua pra mim ver, e eu senti uma coceira automática no grelinho. deixei a bicicleta em casa e fui no portão, parecia que eu tava hipnotizada. ele me mandou entrar rapido no bar e ir pro fundo, ficou mais uns minutos olhando pra ver se tinha alguem bisbilhotando e então fechou a porta do bar. Pra minha surpresa, ele providenciou umas coisas para as intenções depravadas que ele tinha comigo. ele colocou um colchonete em cima da mesa de bilhar, um espelho médio em cima da mesa na ponta do colchonete e um pote que parecia um creme. Depois que arrumou tudo olhou pra mim e tirou o pau pra fora e disse: olha aqui meu anjinho, raspei os pelos pra vc, vc não tem pelo na bucetinha e eu quero ficar sem pelo igual e vc… delicinha… vem aqui dá uma pegada nele!!! eu me aproximei e toquei naquela vara dura, enorme, cabeçuda, cheia de veia saltada e ele falava: isso gostosa, punheta meu pau igual eu te ensinei, punheta bem gostoso que vou te dar chocolate hoje. e eu fui punhetando e foi ficando mais duro feito uma barra de ferro, então ele falou: dá um beijinho nele agora, dá. Ee chegou com aquela rola perto do meu rosto, eu eu comecei a lamber aquela cabeça semelhante um tomate, e começei a chupar aquele pau igual uma putinha safada. minha boca chegava só até a metade, porque o pau dele era grande e minha boca era pequena. ele segurava minha cabeça pelos cabelos e manejava os movimentos de vai e vem e dizia: chupa e fica olhando pra mim, putinha gostosa !!! eu engolia aquela rola e ficava com o olho fixo olhando pra ele… e eu via um homem alucinado de tesão, olhando pra mim com os dentes cravados parecendo um animal raivoso, e falando todo tipo de coisa suja !!! depois de me fazer chupar aquele pinto por muito tempo, ele tirou minha roupa toda e me colocou no colchonete deitada e começou a me chupar todinha. enfiou a lingua dentro da minha boca e depois veio me lambendo até os peitinhos, que pareciam dois limõezinhos em fase de crescimento. ele olhou minhas tetinhas e disse: que tetinha mais linda e abocanhou e começou a chupar meus peitinhos intercalando um no outro… ele dava uns chupões que estralava, fazia barulho. Nisso minha bucetinha tava em chamas, ensopada de tesão e quando ele foi descendo a lingua e chegou na minha grutinha e arreganhou minhas pernas e olhou pra ela, ele disse: nossa, ela ta toda meladinha !!! Tá com tesão né sua putinha safada, voce gosta do que eu faço com vc, não gosta?? eu sei que voce é uma vadiazinha. eu vi isso desde que eu coloquei meus olhos em voce a primeira vez que eu te vi. e com as mãos segurando minhas canelas, ele arreganhava minhas pernas, fazendo com que minha buceta ficasse completamente exposta, então ele começou a lamber meu pé… lambia a palma do meu pé, lambia entre os dedos, e chupava meu pé. aquilo era delicioso !!! depois ele veio descendo com a lingua, até chegar na minha virilha… aquela lingua enorme !!! a lingua dele era cheia de baba, e ele lambuzou minha virilha e a testa da minha buceta inteira, então ele olhou fixamente pro centro da minha bucetinha e acariciou ela com o polegar, de baixo pra cima. e eu estava explodindo de tesão. ele tocou nela por alguns minutos com o nariz bem perto, ele aspirava pra sentir o cheiro e falava um monte de coisa depravada, foi então que ele veio de lingua…Nossa, eu me retorcia toda no colchonete, meu corpo parecia uma cobra se torcendo sem parar… a lingua dele era maior que minha bucetinha, então cada linguada era completa… ele me lambia a grutinha e depois endurecia lingua e passava rápido sobre meu grelinho, que tava duro, quase pulando pra fora de tanto tesão… ele me pedia pra ficar olhando pra ele, olhando ele me chupar… e nossos olhos ficavam fixos um no outro… era uma loucura !!! acho que ele ficou me chupando por uns 15 ou 20 minutos até que eu não aguentei mais, e dei uma gozada que soltei um gemido alto de puta dentro daquele bar horroso, Gozei olhando dentro daquele olho de tarado que era doente de tesão por mim
Então, após lamber toda a minha gozada, ele subiu na mesa de bilhar e me virou de quatro sobre o colchonete de modo que eu fiquei de frente pro espelho e ele disse me olhando pelo espelho: hoje eu vou descabaçar o seu cuzinho, Tô na intenção de fazer isso faz tempo, você dá seu cuzinho pra mim comer? Eu fiz que sim com a cabeça, mas sem imaginar o que iria realmente acontecer, então ele riu e disse: fica nessa posição e relaxa e faz tudo que eu mandar, e voce vai ver que gostoso que é uma foda no cú. ele me deu um pirulito e mandou eu ficar chupando olhando pro espelho, enquanto isso, ele começou a enfiar a lingua no meu cu… e lambia e lambia e começou a passar um gel e com um jeito bem pornografico, começou e enfiar o dedo no meu cu, me olhando pelo espelho e falando aquelas coisas sujas… e eu chupando o pirulito… então ele já estava enfiando dois dedos e laceando meu anelzinho do cu. Ai ele disse: agora eu vou meter nesse cu, e voce vai lembrar dessa foda até o ultimo dia da sua vida… putinha gostosa !!! E se posicionou atras de mim, e começou a esfregar a cabeça da pica no meu cuzinho. Eu estava adorando aquilo, então empinei minha bunda bem pro alto, pra deixar ele ainda mais louco, e ele me olhou pelo espelho e falou: delicia de criança que voce é, e foi penetrando aquele mastro duro feito rocha, no meu cuzinho de 8 anos e olhando pros meus olhos atraves do espelho… eu senti minhas pregas se rompendo, e quando eu ia gritar ele tirou, e falou: não grita !!! aguenta um pouco que a dor é so na hora, depois passa, tá bom? e veio de novo com o pau desesperado pra desflorar meu rabinho infantil. e começou a forçar a cabeça sobre o anelzinho do meu cu… e tava sentindo dor, mas tava com tesão ao mesmo tempo, então eu falei pra ele quase chorando: Tá doendo !!! Ele disse: faz força como se fosse fazer coco, e não tem problema se sair coco, eu te limpo… por favor faz força….. Ele tava me implorando !!! me pedindo por favor !!! olhei pra aquele homem ajoelhado atras de mim, completamente alucinado de tesão, a respiração dele era ofegante, o suor dele escorria pelo rosto, pelos braços e pelo peito… a expressão facial dele era palido, de tanto desejo… e então eu atendi seu pedido e seu clamor… empinei minha bundinha pra cima… abri um pouco minhas pernas e fiz força como se fosse fazer coco, ele me olhou pelo espelho com aprovação, e então eu senti aquela pica enorme, entrando no meu cu… parecia um toco de arvore me arrombando !!! senti que meu anel laceou e o pau dele entrou com tudo pra dentro do meu rabo. Aí foi demais, começou um processo de vai e vem que era delicioso… o gel deixou a passagem lisa e eu podia sentir aquele caralho grande, grosso e gostoso deslizar pra dentro do meu cu. ele começou a meter no meu cuzinho como se eu fosse uma mulher da zona… me chamava de puta, de vadia, de tudo que era nome… teve uma hova que ele tirou o pau e mostrou pelo espelho e falou: olha o que tá dentro de voce, olha bem !!! e exibiu aquele pau enorme todo lambuzado por alguma coisa esbranquiçada… e meteu gostoso no meu cuzinho e falou: voce vai gozar de novo com meu pau dentro de voce. E abriu minhas pernas, enfiou a mão por baixo do meu corpo de 4 e começou a tocar meu grelinho com os dedos ao mesmo tempo que tava metendo no meu cu. que sensação de outro mundo !!! aquilo era pornograficamente delicioso, conforme ele se inclinou sobre minhas costas, metendo forte no meu cu e siricando minha bucetinha, o rosto dele ficou perto do meu rosto, então ele disse: sente o cheiro que ta na minha boca putinha, é o cheiro da sua buceta que eu chupei. eu virei um pouco o meu rosto e cheirei e senti o cheiro forte da minha buceta que ficou na boca daquele tarado. olhei no espelho e ele estava montado em cima de mim, me fodendo o cu e explorando minha buceta com os dedos, e com olhos atentos aos meus olhos… quando nossos olhos se encontraram atraves do espelho, eu via os movimentos dele me fodendo e me siriricando e ele falou: nossa menina, que rabo apertado que voce tem !!! seu rabo ta esmagando meu pau !!! ta sentindo meu pau no teu cuzinho tá?? olha como ele entra tudo, olha… aiii delicia…. e de repente eu entrei em transe com tudo aquilo, e aaaaaaaaahhhhhhhhhh explodi um gozo sem tamanho, com aquele homem entalado no meu cu, siriricando minha bucetinha virgem e fogosa cheia de tesão, de frente pro espelho …. o gozo foi longo de uma força que eu pensei que fosse desmaiar, ele quase gritou: deliciaaaaaa e logo em seguida gemeu: vou goza puta…. vou gozar… vou ahhhhhhhh …. e deu uma bombada com o pau, que eu senti aquele liquido quente la nas profundezas do meu cu, aquele homem despejando tudo o que sentia dentro de mim, com a forma mais obcena e pornografica possivel…. ele gemeu alto, parecia um lobo, um bicho, um animal…. pelo espelho eu vi ele gozando e com a face transformada …. ele desfrutou daquela gozada até o ultimo segundo… e só tirou o pau da minha bunda quando estava mole… e assim que tirou a porra dele foi escorrendo do meu cu, descendo pelas pernas… pelo espelho eu vi ele olhando e falando: que delicia isso !!!
desceu da mesa pegou um papel e me limpou todinha…. vesti minha roupa, bebi agua e ele me deu um saco de doce e chocolate… segurou meu queixo e falou: não esquece que esse é nosso segredo !!! se voce falar pra alguem, todo mundo vai saber que voce é minha putinha e vc vai ficar falada !!! ninguem vai ficar com dó de voce, todo mundo vai ter raiva de voce e se vierem me perguntar eu vou falar que voce gosta de safadeza mesmo… entendeu?? eu fiz que sim com a cabeça e sai do bar, dei uma olhada rapida pra mesa de bilhar, e vi o colchonete sujo da porra que saiu do meu cuzinho, vi o pote de gel do lado e o espelho, colocado estrategicamente ali para uma foda que seria especial e marcante para o resto da vida… fui pra casa mancando, e sentindo meu cuzinho arder porque estava arrombado… mas eu havia gozado duas vezes e tinha doce pra comer por uns 3 dias… em breve contarei mais experiencia com esse tarado da minha infancia !!!
se alguem quiser contado, meu email é
[email protected]

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 2 votos)
Loading...