Felina Menina III

Autor

Letícia se levantou do meu colo, me deu um beijo no rosto e deu boa noite e se recolheu em seu quarto junto com Marcelo. Ficamos conversando um pouco e também nos recolhemos ao quarto do casal e lá ficamos de safadeza. Chupei muito a bucetinha de Lena e ela depois de gozar gostoso ficou de quatro e pediu para eu comer sua bunda gostosa e eu não me fiz de rogado enquanto Roberto me encochava por trás e colocava seu pau grande e duro entre minhas coxas enquanto eu fodia o cuzinho apertado de Lena e puxava-a pelos cabelos, apertava seus seios, e masturbava sua deliciosa buceta com meus dedos e mordia sua boca, gozamos os três e caimos exaustos na cama. No meio da madrugada fui acordado por Roberto que apenas de cueca como eu me chamou e me levou até o quarto de Letícia e sem acender a luz me levou até a cama de Letícia que dormia tranquilamente e bem a vontade em sua camisolinha curta onde sobre saía sua calcinha e sua saliente bucetinha. Sentamos na beira da cama e Roberto passou a acariciar o corpo da menina os pequeninos seios, as coxas e a bucetinha por cima da roupa e colocando o pau para fora passou a se masturbar lentamente ao mesmo tempo que tirava a parte de baixo do pijama deixando Letícia só de calcinha e a parte de cima da camisola, eu apenas assistia a cena mais também me masturbava lentamente vendo aquela cena repleta de erotismo. Olha só que beleza Ailton ! Roberto havia afastado a lateral da calcinha expondo aquela preciosidade aos meus olhos gulosos e passou a passear com o dedo entre os lábios salientes e macios ! Letícia acordou ainda sonolenta ! é você pai ? sou minha princesa eu e o tio ! ele está doido para dar um beijinho na sua bucetinha você deixa ? deixo ! você quer que o tio dê uma lambidinha na tua bucetinha ? quero muito ! Letícia ficou deitada de costas e Roberto tirou sua calcinha e falou ! é toda sua amigo ! me posicionei entre as coxas de Letícia e passei a acariciar aquela coisinha linda que mais parecia uma obra de arte artesanal, passei a morder a lateral de suas coxas e mordia sua virilha e a menina gemia baixinho e abria mais as coxas e meu dedo passeava entre os lábios macios até que como um imã minha boca encontrou aquele altar onde meus lábios mordiam os lábios daquela flor que se abria em par. Minha língua passeava entre os lábios macios e a menina se contorceu quando minha boca tomou aquele botãozinho vermelho e saliente entre meus lábios e sugava e acariciava com minha língua ! Letícia gemia e se contorcia e levantei suas pernas e minha boca mordia sua bunda redonda e gordinha, abri aqueles dois montes e minha língua passou a lamber seu cuzinho rosado e tentava morder e penetrar com minha língua ! voltei para sua bucetinha e deixei meu dedo penetrando lentamente aquele botao rosado enquanto minha língua serpenteava seu grelinho e logo suas coxas se fecharam prendendo meu rosto entre elas, a menina gemia e se retorcia e tinha em sua mão o pau de Roberto que masturbava com intensidade e logo Roberto gozava esfregando o pau no rosto e nos lábios da filha, tomei meu pau em minha mão e passei a esfregar na entrada da bucetinha de Letícia e gozei com uma intensidade louca molhando sua bucetinha e barriga com minha porra quente. Fiquei com pena da menina que teve que se levantar e tomar banho ! desculpe minha princesa se levantar e ter que tomar banho a essa hora ! liga não tio foi muito bom ! esperei Letícia voltar do banho e estava apenas enrolada na toalha e chegando no quarto deixou a toalha cair ! visão dos deuses aquele corpinho moreno nu se aprontando para dormir e aquele sorriso lindo iluminava aquele rostinho de felina menina.-continua-