Eu , meu marido e nossa filhota IV

Autor

Venho aqui com mais um capitulo para vcs , já que gostaram coloquei meu marido para escrever mais uma vez. Espero que gostem!
Depois da nossa primeira foda a 3 me viciei naquilo , na manhã seguinte assim que acordei comecei a esfregar meu polegar no grelinho da Luiza que dormia entre eu e minha esposa , estávamos todos nús então foi facil começar a pincelar meu pau naquela bucetinha cor de rosa. Logo ela acordou e ao notar o que fazia se aproximou mais de mim , esfregando-se contra o meu cacete
-a putinha já quer dar de novo? – sussurei no ouvido dela
-quer… – respondeu manhosa
Então meti de uma vez a rola dentro dela que soltou um gritinho de dor , mesmo indo o mais fundo possível ainda sobrava um tanto para fora , mas não forcei. Comecei a estocar dentro daquela buceta apertadinha e ela soltava alguns gemidinhos , quando acelerei ela já berrava de prazer , parecia até uma atriz porno. Sendo assim não demorou para Ana acordar dizendo:
-já começaram sem mim?
Enquanto esperava sua vez minha esposa tocava uma siririca olhando nós dois , Luiza não durou muito dessa vez , logo gozou mas continuei metendo até encher ela de poha quentinha. Tirei o pau dela vendo o estrago que tinha feito , passei a mão na xotinha dela de onde escorria leitinho aos montes e dei para ela e a mãe lamberem
Em poucos segundos minha mão estava limpinha e minha esposa já se abria pra mim esperando sua vez com a buceta toda melada e latejando de vontade. Meti o pau inteiro com força , do jeito que ela gostava , em questão de segundos ela já estava gemendo feito uma cadela implorando pelo meu caralho
-me fode vai , deixa minha buceta arrombadinha com esse seu pau – gemia enquanto Luiza , já recuperada do orgasmo nos olhava curiosa
Fui metendo com cada vez mais força , no quarto inteiro era possivel escutar meu corpo se chocando contra o dela , a cama rangendo e batendo na parede. Lu continuava olhando , morta de tesão então resolvi fazê-la gozar outra vez
-fica de quatro pro papai , fica – disse a ela que obedeceu imediatamente
Então comecei a chupar aquele cuzinho rosa enquanto fodia , mal podia esperar para fodê-lo. Ana gritava de prazer dizendo as coisas mais obscenas que já ouvi enquanto eu permanecia firme e forte metendo até socar no fundo. Lu se contorcia na cama imitando algumas das palavras da mãe enquanto eu a chupava
Quando senti que minha esposa ia gozar soquei o mais fundo possivel fazendo-a praticamente rasgar os lençóis sob as unhas para descontar o prazer. terminei o serviço com a minha filha e tirei o pau antes de gozar para poder jogar leitinho no rostinho delas. Ambas ficaram paradas na minha frente com as bocas abertas e eu joguei minha porra nas duas
Luiza estava virando aos poucos uma viciada em sexo e eu e minha esposa estávamos adorando isso