Ela é Alucinante

Eu e minha mulher fomos para as férias no nordeste , muito sol muita praia e muita bebida , eu admirava ela deitada na areia , deliciosa no auge dos seus 40 anos , fogosa ela me provocava primeiro soltando o nó do soutien do bikini e depois soltando os nós da calcinha , semi nua , sua bunda grande e linda a mostra para todos , e para voltar a amarrar sempre deixava os seios a mostra , sentada na cadeira de praia afastava o bikini e mostra sua bucetinha rosada e deliciosa, ela dedilhava sua bucetinha e se exitava muito, e da-lhe caipirinha ,no final da tarde voltava-mos para o hotel e nos acabava-mos fazendo amor, mas em um certo dia no retorno ela me fala que não ia ter sexo pois ela queria dar uma volta na orla a noite e que assim nosso tesão ia ficar ainda maior , eu aceitei a contra gosto mas fiz a vontade , e ela caprichou,
Cabelos amarrados colocou uma saida de praia que parecia um vestido florido mas era curto e muito transparente, colocou uma calcinha bem pequena que se via pelo tecido e não pos soutien , sua pele bronzeada destacava a marca branca e pequena dos seios pelo tecido , na saida do hotel seguranças e funcionários não disfarçavam os olhares para a delicia que estava .
Na orla ela estava solta e livre ria muito e eu alucinado de tesão e ciumes , os homens a comiam com os olhos , bebemos bastante e comemos iguarias do nordeste ,e nos agarramos muito em um paredão que ficava na areia da praia , e percebemos que ja passava da meia noite e voltamos para o hotel, dava pra ver que ela tinha bebido alem da conta e quando isso acontece sua libido explode e ela fica com muito tesão ,tudo silencioso e deserto , entramos no elevador e apertei o 15 º andar , mal fechou a porta a garro e levantando seu vestido tiro sua calcinha , ela faz teatro mas deixa ela cair entre as pernas, e nos beijamos com paixão e tesão , chegamos no andar e o elevador abre a porta porta e ela sai rebolando e pede que eu filme ela caminhar , vai andando e levantando o vestido mostrando sua coxas sua bunda e tira por completo e fica nua , o corredor longo com os sensores de luz iam se acendendo e ela para em nossa porta e se vira e eu vejo seus seios deliciosos nus fiamos parados e eu admirando aquela belissima mulher , a luz se apaga e ela fala que no escuro um outro homem podia a estar agarrando e a seduzindo, faço um movimento e aluz ascende e eu a vejo se tocando seus dedos enfiados em sua vagina , nos beijamos e entramos, ela vai ao banheiro e fala que ia tomar uma chuveirada e vestir uma surpresa pra mim , eu então louco de tesão ligo pra recepção e falo que o ar não estava funcionando , agora ela ia ter a surpresa, , por sorte o cara da recepção chega , e segundos depois ela sai do banheiro , espetacular , vestia uma camisola curtissima vermelha de renda e totalmente transparente, ela se assusta quando vê o cara , mas é ele que tem o susto maior , ele a mede de cima a baixo, ele sem tirar os olhos dela liga o ar , e quando ele ia sair , ela coloca mais pimenta na brincadeira , fala que achava que estava sem agua no frigobar e abre a portinha e se abaixa e mostra sua bunda belissima , o cara estava explodindo ela se levanta e fala que tem bastante e ele vai embora , quando fecho a porta ela pula em meus braços e fala que se eu estava feliz por outro homem a ver nua e que nesse momento ela estava se masturbando pensando nela , nos beijamos e a jogo na cama e ela pede que eu a foda com força , eu encaixo meu pinto na sua buceta e a penetro de uma só estocada ela geme grita e pede que eu a foda, louca a cada estocada ela me mordia e me arranhava , eu a deixo de quatro e a como com força ela gemia e falava que eu a estava estuprando e a violentando , mas queria ser comida igual as putinhas da praia , e eu a como com força e ela tem um gozo alucinante, ela solta o corpo e ficamos ali colados e ela fala que ia me fazer gozar mas queria agora que eu fosse gentil e delicado pois estava toda ardida e fodida e me faz deitar , ela sobe em cima e encaixa meu pinto em sua buceta e realmente ela estava inchada e vermelha , ele vai penetrando lentamente arrancando gemidos de dor e de prazer , lentamente ela fazia ele entrar e sair de dentro dela , e seus seios eram beijados , sugados e mordiscados e isso a fazia ficar novamante com muito tesão e ela pede que eu goze pois ia gozar novamente , e gozamos quase juntos , sua buceta estava incrivel toda inchada e suculenta , dormimos e ela me acorda e fala que o tesão tinha voltado mas tinha medo da dor estragar o momento , en~to fomos pro chuveiro , e a agua fria e um oleo a fez ser minha novamente , com delicadeza e amor fizemos um sexo delicioso e ela gozou novamente e me fez gozar.
Mas foi na manha seguinte que ela sentiu o efeito , colocou o bikini e sua bucetinha inchada doia e ela falou que estava tão sensivel que o roçar do tecido doia mas que tambem dava tesão enorme.