A coleguinha de trabalho

Autor

Ola galera, bom não costumo postar coisas minhas em blogs, mas achei esse legal, embora com muitas historias fantasiosas. mas vamos aos fatos, vou usar codinome pra não me indentificarem, eu sou líder em uma empresa de seguros, la eu tenho varias amizades, já fiquei com algumas garotas e mulheres mais velhas, mas todas solteiras, mas conheci Amanda uma mulher linda, de outro setor, Amanda é casada, e o marido dela é submisso a ela, mas até então eu nem sabia quem era, só por fama, as amigas dela falavam muito dele, do jeito que ele a tratava, que ele a amava muito ,que nunca viram amor assim, falavam muito bem do cara, eu e Amanda fizemos amizade e sempre quando nos víamos ela me cumprimentava dizia que estava com saudades, passamos a almoçar juntos, visto que a casa dela era caminho meu eu passei a dar carona pra ela algumas vezes, mas a deixava próximo a casa dela, pra não acontecer falatórios, mas nossa intimidade foi aumentando a ponto de começar as brincadeiras de tapinhas, ela me chamava de feio, eu a chamava de filhote de chupa cabra, tudo na brincadeira, começamos a combinar de almoçarmos juntos determidos dias, e tudo corria bem, ela me apresentava amigas dela, e eu acabava ficando, mas teve um fim de semana que eu fui a outra cidade comprar algumas roupas. e a encontrei, sozinha, ela estava com muitas sacolas, e me pediu carona pois teria que pegar trem e ônibus pra chegar em casa, eu logico dei carona, mas choveu e a chuva ficou forte, alagou algumas ruas, e ficamos parados no transito, ela ligou para o marido que também estava sem ter como voltar pra casa, e disse que iria dormir na casa da mãe dela que ficava próximo ao trabalho dele, andávamos bem devagar e parando direto, mas chegamos a casa dela, ela falou, ah entra vai, esta chovendo escuro e ninguém vai te ver, meu marido vai dormir na casa da mão dele, eu entrei com o carro na garagem, ela fechou o portao, e la ficamos conversando, tomamos um lanche, sentamos na sala, sempre fazia as unhas das minhas namoradas e ela pegou os utensílios de unhas dela, pra tirar um pedaço de unha quebrado e eu falei, deixa queeu tiro, ela gostou eu comecei a ajeitar as unhas dela, sentados um ao lado do outro, papo vai papo vem, ela falou, Nós 2 aki, imagina se as meninas soubessem, iriam falar que estávamos ficando. Eu falei, Ah mas não precisam saber. Ela perguntou, Mas saber que estamos ficando ou estamos só aki? Eu falei. Bom ai vc decide. Ela se aproximou mais e me beijou, eu retribui, e ela falou. Bom agora estamos ficando, se disserem pelo menos não falarão em vão, Eu pra descontrai e quem sabe lucrar, falei. Ah mais só o beijo? Ela falou. Safado, quer mais é? Eu disse, Claro, acha que sou de ferro. com uma delicia aki e eu só comendo pó de unha, Ela falou, ta não precisa comer pó de unha vem comer a carne toda. Nos beijamos ela já veio com a mão no meu pau, por fora calça, eu já fui com a mão nos seios, e fui descendo até a buceta é claro por fora calça, mas ela já sentou no meu colo eu já fui enfiando a mão por dentro da roupa dela, mas ela falou, bom vamos tomar um banho estou suada e fedida, antes ela ligou pro marido confirmando se ele estava na mãe dele mesmo, confirmado fomos ao chuveiro. ela tirou a roupa eu já fui com a mão na buceta, na bunda, nos beijando muito, eu a esfreguei, lavei bem a buceta dela, acoxei, ela lavou meu pau, e abocanhou ele, ali memso debaixo do chuveiro ela me chupou até eu gozar, ela muito bagunceira ficou fazendo bolinha com minha porra, nos secamos e fomos ao quarto onde metemos gostoso, ela ficou de quatro, eu gozei muito e ela também, jantamos e voltamos pra cama, ela me chupou muito, dormimos juntos, e eu acordei as 04:00hs da madruga, transamos e eu embora, na semana seguinte na empresa ficamos rindo um pro outro, não falamos a ninguém, mas saiamos pra almoçar e passávamos num motel e transavamos rapidamente, quando dava eu a levava em minha casa e a comia muito, ficamso assim por 5 meses, ate queeu finalmente conheci o marido dela, eu já tinha visto fotos dele, mas nas fotos ele estava diferente e eu não o reconheci, mas pessoalmente eu vi um grande amigo meu, da épocade escola, isso aconteceu essa semana mesmo, desde então não consigo mais comer Amanda, ela cobra, mas sabendo que é casada com meu amigo, to com a consciência muito ruim, e o cara é gamado na mulher, faz todos os gostos dela, sabem to me sentindo um lixo, até o evito, mas ele agora me convida pra ir a casa dele, me manda sap direto, o que acham que devo fazer, as vezes penso em contar tudo, outras vezes deixar quieto, mas acho que se ela não der pra mim vai dar pra outro, embora continuamso com a mesma amizade, ela ate me entende, e diz se sentir mal também, mas sei la, o que devo fazer?

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...