Tirando a virgindade da mina zoada

Autor

Olá tudo bem com vocês, podem me chamar de Jhonatan, tenho 17 anos, e vou relatar como comi a Patrícia, a mina quê era zoada do bairro. Patrícia é uma mina até bonita, ela tem um corpo bem desenvolvido, muitos zoam ela, dizendo que ela fede, é que não toma banho, mas isso não é verdade, pelo menos nunca senti nenhum cheio zoado quando ela estava comigo. Patrícia tem peitos e bunda bem grandes, ela tem cabelos pretos que vão até a metade das costas, a bucetinha dela é bem carnuda. A bunda dela tem um pouco de celulite e estrias, eu particularmente adoro isso acho um tesão celulite e estrias. Eu e Patrícia nos conhecemos na festa de aniversário de um amigo em comum, começamos a conversar e acabamos nos tornando amigos, Patrícia sempre foi tachada como puta aqui entre os meninos do bairro simplesmente por andar com a gente, mas nunca por ter relações sexuais, mas só por andar, sempre a defendi, pois sabia, que isso poderia a fazer tomar alguma atitude errada, já que a família dela tinha um grande histórico de suicidas, e ela já apontava indícios disso. Acabei me tornando melhor amigo dela, inclusive um amigo íntimo ela me dizia sobre seus sentimentos, vida, etc. Numa dessas conversar ela me disse que ainda era virgem, e que gostaria de perder a virgindade com alguém especial, sendo namorado ou amigo. Disse a ela que isso era bom, e quê o cara precisava ser especial e confiável, alguém de que ela não vá se arrepender depois. Por conta da nossa amizade bem intima, ela tem plena liberdade de entrar na minha casa sem chamar, e no dia 04 do mês de novembro, ela pegou e chegou à minha casa e foi entrando e nisso eu tinha acabado de sair do banheiro, estava trocando de roupa, ela resolveu entrar no meu quarto e me pegou nu. na hora me assustei, mas por conta da amizade que tínhamos perguntei se ela queria entrar, ela estava envergonhada, ela me disse que iria esperar eu me trocar. Troquei-me a chamei, ela entrou e conversamos ela estava com um shortinho de academia bem curto e apertado, quando sentada com as pernas abertas marcava a buceta carnuda dela, os peitos também estavam bastante marcados dava para ver perfeitamente o biquinho dos peitos dela, já quê ela tem o costume de não usar sutiã e às vezes nem calcinha. Na nossa conversa pude notar que ela estava meio triste perguntei a ela o quê estava acontecendo, ela disse que tinha brigado com os pais dela é quê ela não queria voltar lá pelo menos por enquanto, então a convidei para dormir em minha casa que não seria em cômodo, ela topou, ela voltou na casa dela para pegar algumas roupas e depois foi para a minha casa, a tarde ela pediu ajuda para se depilar, pois ela usa cera quente, depois do corpo ela resolveu depilar a parte intima, ela queria começar pela buceta, ela tirou a calcinha, que bucetinha maravilhosa Patrícia tem branquinha bem carnuda, a ajudei a depilar a bucetinha, ela colocou a roupa só que sem a calcinha e sem sutiã, e fomos pro meu quarto ela sentou na cama e brinquei com ela, dizendo que buceta linda você têm, ela riu e disse se quiser ela pode ser sua. Nisso peguei e a beijei como ela estava sentada na cama peguei e deitei por cima dela e fui enfiando a mão por baixo da blusa dela pegando e apertando os peitos dela, tirei a blusa dela comecei a chupar os peitos dela, ela pegou minha mão e colocou sobre a bucetinha dela e fico movimentando minha mão na buceta dela. Peguei fui chupando e descendo quando cheguei à bucetinha dela tirei o short dela, e comecei a chupar a buceta lisinha dela, quanto mais eu chupava mais ela se contorcia e gemia dizendo isso chupa essa buceta, chupa me faz ir ao céu, me faz gozar, vai isso chupa a sua putinha. Chupei ela até ela gozar, depois ela com as pernas abertas deitei por cima dela e fui colocando meu pau bem devagar na vagina dela. Quando entrou tudo peguei fui comendo ela enquanto beijava a Patrícia, também pegava e massageava e apertava os peitos dela, ela gemia às vezes ela demostrara estar com dor, mas foi comendo ela com carinho, pegava e falava que iria comer o cuzinho dela depois, ela me dizia claro amor quero que você coma ele e goze dentro dele, o cuzinho da sua putinha é todo seu. Peguei a beijei forte e fui comendo ela com mais força, ela gemia ela começo há chorar um pouco, a bucetinha dela saia um pouco de sangue, enquanto eu a comia ela massageava a bucetinha, quando fui gozar,tirei o pau e gozei na barriga dela, gozei bastante e forte, ela pegou a minha porra e ficou espalhando pela barriga dela. Depois ela disse que era hora dela perder a virgindade do cuzinho dela agora, ela fico de quatro e abriu as pernas e a bunda, peguei um pouco de lubrificante e passei no cuzinho dela, peguei e fui enfiando devagar meu pau, quando entrou tudo fui comendo ela devagar, ela gritava e gemia de dor tentava tirar o meu pau do cuzinho, mas eu estava a segurando pela cintura. Fui comendo devagar, para tentar amenizar a dor ela tocou uma siririca, peguei e dei uns tapas na bunda dela, o cuzinho dela estava saindo um pouco de sangue, quando fui gozar tirei quase todo o pau e gozei quase na porta do cuzinho, gozei ela pegou e virou e foi para a ponta da cama e forço até a porra sair, quando saiu o esperma. Depois fomos tomar um banho a ajudei a tomar banho pois o cuzinho dela estava doendo e ardendo, depois do banho fomos e deitamos na cama e ficamos conversando, depois de conversar sobre alguns fetiches ela me disse que tinha o desejo de transar em um rio, disse que tinha um corgo não muito distante da minha casa, ela perguntou se podíamos transar lá ,disse que sim, a noite resolvemos ir lá para transar. Passarmos numa farmácia e comprarmos lubrificante e algumas camisinhas, fomos e transamos no Rio quase fomos pegos no ato da relação amorosa, depois quando estávamos voltando resolvemos entrar em uma construção que estava quase finalizada das casas da caixa pegamos entramos estava vazia ela colocou uma camisinha e me chupou e fodi o cuzinho dela até gozar depois, deixamos a camisinha lá para saberem quê alguém tinha se divertido lá. Bom esse foi meu relato e vou deixar meu e-mail e whats Minecraftextreme361@gmail.com 67984453996 Seis.sete.nove.oito.quatro.quatro.cinco.tres.nove.nove.seis

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,00 de 2 votos)
Loading...