pequenos

Autor

sou negro e morro na rua ( por opção) tenho 57 anos e faço reciclagem pra sobreviver, a pouco tempo conheci uma turminha de rua, eram crianças de 06 a 17 anos. como catava muitos papelões sempre tinha o que por no chao pra dormir, assim se aproximaram de mim e pegavam os papeis comigo e de manha me devolviam.
ate que uma noite fria eles começara a por seus papelões bem proximo do meu alegando que se todos ficassem juntos nao iriam sentir frio. eu nao me preocupei, fiz o que sempre fazia antes de me deitar, tomei banho no posto de gasolina a uns 500 metros dali escovei meus dentes, peguei meu cobertos e me deitei. mas gostava de ficar so de cueca, pois as calças me incomodava entao me levantei e tirei a calça e voltei a deitar e me cobrir, por volta das 2 da manha senti alguem embaixo do meu cobertor bem encolhido, apalpei pra ver se conseguia advinhar qual deles era, mas estava muito escuro e nao consegui, mas passando a mão nele eu percebi que estava pelado e que sua bundinha estava meio molhada, curioso fui passando a mão e vi que era um tipo de gosma, creme sei la, resolvi sentir onde tinha mais creme e pra minha surpresa seu cuzinho estava todo melado e largo pois eu conseguia sem esforço colocar meu dedo nele, sem muito esforço tirei meu caralho pra fora da cueca e cheguei mais perto daquela bundinha, coloquei bem proximo a cabeça do meu negao do cu dele segurei seu ombrinho e empurrei. entrou facil ai dei uma estocadas e tambem enchi o cu dele de porra, que gozada gostosa, como estava muito frio acordei tarde depois das 6:30, eles ja tinha ido perambular na rua e eu nao sei o cu de qual deles eu comi.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...