Acabei traindo meu marido com amigos deles

Ola pessoal vou comentar com vocês uma passagem na minha vida, sou uma mulher madura tenho 45 anos, mais me sinto uma mulher bonita, uma bunda carnuda saliente, pernas grossas, seios de médios para grande, me sinto gostosa, chamo bem a atenção dos homens, sou muito fogosa, adoro sexo, principalmente anal, sou casada me casei bem novinha não tive outro homem na minha vida a não ser o meu marido, ele não me satisfaz muito bem, mais na penetração ele tem o pau pequeno, mais chupa que é uma delicia, adoro ele se damos muito bem e um ótimo marido.

De uns anos para cá como eu sempre reclamo pedindo mais rola ele começou a me chamar de puta, e nisso um dia ele na hora da transa falou você quer rola, vou mandar o Henrique te arrombar todinha, ele tem uma rola de uns 23 cm e muito grossa uma chapeleta, ai você vai ver o que é bom, eu na hora respondi isso Henrique arromba meu cuzinho, arromba, e gozamos gostoso, só que esta conversa ficava só na cama, o Henrique e um amigo dele que esta sempre aqui em casa bebendo com ele, meu marido e frago na bebida, com pouca coisa, fica bêbado, o Henrique e um negro de uns 2 metros de altura forte, bonito, cheiroso, nossa fiquei encantada com ele, bem porque depois da conversa do meu marido passei a prestar mais atenção nos amigos deles.

Normalmente nas Sextas Feiras eles vem aqui em casa beber, eu nunca fiquei junto, só numa sexta feira resolvi participar nesta sexta feira só veio o Henrique, começamos a beber, meu marido estranhou eu estar junto, preparei uns petiscos, eu estava maquiada, e com uma sainha curta e um top zinho bem a vontade mostrava bem os meus seios, e quando eu sentava mostrava as minhas pernas bem torneadas, provocando mesmo, meu marido fez a propaganda agora, meu marido acho que percebendo alguma coisa, disse já que você esta aqui fica um pouco com o Henrique que eu vou tomar um banho e saiu me deixando sozinha com o Henrique, depois de comentar sobre o Henrique na cama me deixando sozinha imaginei ele quer ser corno, comecei a me insinuar mostrava as pernas, ate que vi ele mexer na rola, criei coragem, pois eu estava muito nervosa, nunca tinha tido nada com outro homem seria a minha primeira experiencia, mais estava doidinha de tesão, eu falei meu marido diz que tu tens uma rola enorme e verdade, ele respondeu nem tanto, e perguntou quer ver, eu disse quero, ele tirou para fora da bermuda, nossa um vergalhão grosso cheio de veias, um cabeção que mai parecia um cogumelo gigante, não aguentei cai de boca chupando aquela rola preta deliciosa, nos fundos da minha casa tem uma edicula tem cama, eu disse vamos aqui no s fundos vem e fomos.

Já no quarto ele perguntou e se marido ele pode aparecer, eu respondi deixa para lá o corno fica fazendo a propaganda de outros homens agora eu quero dar, ele começou chupando minha boceta, nossa aquela boca quente eu gozei, comecei pedir vem aqui vem mete esta rola aqui dentro, vem, quero sentir ela, ele veio colocou bem na portinha e disse tem certeza que quer esta rola ai dentro, eu respondi quero todinha, ele foi empurrando nossa eu sentia aquilo me alargando, me arrombando todinha, nossa doeu um pouco mais depois me acostumei ficou maravilhoso, e ele demora para gozar, sofri mais foi maravilhoso, eu logo percebi meu marido na Janela pelo lado de fora observado a sena, levantamos fomos no banheiro que tem ali no fundos, e voltamos para a cama.

Ele novamente começou a me chupar, eu vendo o vulto do meu marido na janela gemia mais alto, o Henrique queria comer o meu cu, mais eu não estava deixando e muito grossa, mais estava com vontade, não aguentei e gritei vem corno vem ver aqui de perto ele quer arrombar meu cuzinho, trás um lubrificante, não deu outra ele entrou mesmo, e trouxe um lubrificante, eu disse ao meu marido era isso que tu queria seu corno agora tu vai ver ele arrombar o meu cu, começou de lado cutucando nossa para passar aquela cabeça foi difícil demorou mais entrou, nossa de ladinho ele tirava e colocava, ai eu me virei com a bunda para cima ele bombava forte o meu cu, só doía muito quando a cabela saia e ele empurrava de novo, nossa como doía, maia eu empurrava a bunda para trás e ele socava tudo, nossa nunca havia gozado tanto na minha vida, ele encheu meu cu de porra maravilhoso, fiquei viciada em dar para o Henrique.

Ele vinha quasse todas as sexta feiras para a gente foder, quando ele não vinha ele trazia um outro amigo, e eu acabava fodendo com ele também, dia de sexta feiras era para eu foder a vontade , teve sexta feira que ele trouxe dois para foder, hoje meto com quasse todos amigos dele, todos bem selecionados ele só trás cara dotados e bem grosso, para judiarem da mulherzinha dele, e ela agradece, home me sinto mais feliz, mais realizada.

Adoro meu corninho, hoje ele adora chupar minha boceta melada de porra, chupa tudo deixa limpinha, maravilhoso, o melhor da vida e comer e foder.

Espero que tenham curtido só quem gosta e que entende a nossa atitude.
Ate breve.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...