Loucura no Fim de Semana – Parte II

Autor

Continuando meu relato da LOUCURA NO FIM DE SEMANA… Depois que vi o remédio, de nome Dormonid, que minha mãe costumava tomar para tratar a insônia e que eu também tomava às vezes, me veio a ideia de dopar a Catie, eu estava mesmo muito louco, mas eu não poderia deixar aquela chance passar, já que parecia tudo estar me levando a fazer aquilo, com a viagem dos meus pais, a Catie aqui em casa, e esse remédio ao meu alcance… Peguei 6 comprimidos, queria dar 3 pra Catie, e 3 pra minha irmã, nada poderia sair errado. Eu ainda estava nervoso, mas minha loucura falava mais alto… Quando cheguei na sala, as meninas estavam no sofá, enroladas no cobertor, eu sugeri que pedíssemos uma pizza pra jantar, elas aceitaram, então liguei pra pizzaria e a pizza chegou minutos depois. Disse que ia arrumar a mesa, em seguida chamaria as duas… Tudo arrumado, só faltava a parte principal, peguei uma coca na geladeira e coloquei em dois copos, dei uma olhada pra ver se nenhuma das meninas estava por perto, então rapidamente peguei os comprimidos de Dormonid, dissolvi 3 em cada copo, antes de chamar as duas, ainda pensei na loucura que estava fazendo, pra me dar um pouco mais de coragem, procurei algo pra eu beber, encontrei uma cachaça no fundo do armário, dei alguns goles na cachaça pura, esperei mais um pouco, então chamei as duas… Durante nosso jantar, as meninas conversaram mais entre elas, eu falava uma coisa ou outra em alguns momentos, mas ficava observando cada gole que as meninas davam em suas cocas, eu já tava alterado pelos goles de cachaça e agora estava ansioso para o momento da ação… Depois do jantar, minha irmã foi pro banheiro, pedi pra Catie me ajudar a levar a louça na pia, teve um momento que cheguei de surpresa nas costas da Catie e dei uma encoxada com ela prensada na pia, senti aquela bunda no meu pau pelo tecido do pijama que ela vestia, ela levou um susto na hora, eu pedi desculpa e pra disfarçar, fingi que estava procurando algo no armário aéreo acima da pia… Quando minha irmã voltou para a cozinha, já dizia estar sonolenta, eu disse para as duas voltarem pra sala e deixarem a louça pra mim lavar, então elas foram… Lavei calmamente a louça, esperando que o remédio fizesse o efeito desejado, ainda bebi mais um pouco da cachaça e esperei um tempo na cozinha, até que minha irmã apareceu dizendo que ia pro quarto e pra eu tentar acordar a Catie que estava dormindo no sofá, fiquei um pouco assustado, minha irmã nem conseguia falar direito e caminhava com dificuldade, então fui ajuda-la, levei ela até o quarto e ela se deitou, não conseguia nem abrir os olhos direito, meu coração estava acelerado, mas não tinha mais volta e eu faria o planejado. Fiquei mais um tempo sentado na cama da minha irmã, observando, quando percebi que ela tinha apagado, ainda tentei chamar, chacoalhei ela forte pelo ombro, ela estava dopada… Minha loucura era tanta naquele momento, que resolvi me aproveitar até da minha irmã, que por sinal, é bem gostosinha… Pousei minha mão na barriga dela, por cima da blusa do pijama, fui descendo e aos poucos enfiando minha mão dentro da calça do pijama dela, ela estava de calcinha por baixo, então passei a mão naquela buceta por cima da calcinha, estava quentinha, fiquei acariciando, coloquei meu pau que já estava duro, pra fora da calça e comecei me masturbar acariciando a buceta da minha irmã por cima da calcinha. Dava pra sentir bem aquela bucetinha pequena e apertada que minha irmã tem. Em seguida peguei a mão dela e coloquei no meu pau, envolvendo e movimentado pra ela me masturbar, continuei acariciando aquela buceta e me masturbando com aquela mão mácia por algum tempo, depois retirei minha mão de dentro da calça dela e a mão dela do meu pau, levantei a blusa dela deixando os peitinhos médios dela a mostra, chupei, lambi, dei leves mordidas deixando aquelas auréolas rosadas com os biquinhos durinhos, depois subi na cama e fiquei de joelhos por cima dela, com uma perna em cada lado do seu corpo, esfreguei meu pau nos seios dela, deixando lambuzados com a babinha que já saía dele, em seguida coloquei meu pau entre os seios dela pressionei os seios e iniciei uma espanhola. Estava muito excitado, quase gozando na minha irmã, então parei… Mas tive a segunda grande ideia para aquela loucura… CONTINUA…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...