Acostumada

Autor

ola leitores , lendo esses contos sempre comento como anonimo , e as vezes inicio com casos acontecidos comigo , mas hoje tomei coragem e vou contar alguns , para isso vou usar como apelido ;( vélho ).
Fui trabalhar em outro cidade e aluguei uma cazinha de fundos bem proximo ao trabalho,ja estava la a uns dois meses e no mercado encontrei lurdes, uma colega de infancia,o marido dela tambem veio trabalhar na mesma empresa que eu,e tinham mudado por causa do serviço com eu fiz,com ela estavam um casal de filhos,uma menina de nome lucia e um menino de nome carlos,ele com uns 7 anos e ela menor,lurdes me contou que o marido tinha sido promovido e estava sempre viajando e ela nao tinha nada a fazer com as crianças, pois a cidade era pequena e nao tinha muitas atraçoes,eu nao conhecia o marido e nao comentei nada,percebi que ela queria se soltar mas as crianças atrapalhavam,eu sabia que quando ela era solteira era bem safada e so nao comi ela por nao fazer meu tipo, (eu tenho 1.70 de altura e peso 65 kg e ela tem uns 1.85 e deve pezar mais de 120 kg)ja viu que nao combina KKKK.;ela morava ao lado do mercado a uns 200 metros de minha casa e num domingo me ligou me convidando para ir em sua casa pois o marido tinha chegado de viagem,no horario marcado cheguei e conheci o carlos,mesmo nome do filho,vou descreve-lo,:1.75 m uns 90kg careca e bem barrigudo,tinha uns 15 anos a mais que a lurdes,muito educado e timido,me simpatizei com ele de imediato mas,percebi que ele nao dava conta da lurdes que tinha muito fogo,almoçamos e à noitinha vim pra casa,passaram-se duas semanas e ela me liga dizendo que precisava ver a mae que estava doente,ela iria no sabado e voltaria no domingo à tarde,tentei tirar o meu da reta mas acabei sendo convencido,quando cheguei do serviço no sabado ela ja me esperava com as crianças,entramos e depois das orientaçoes para os dois se comportarem e outras recomendaçoes ela entrou no carro e partiu,ficamos nos olhando por um tempo e chamei eles pra dentro de casa,eram quase seis horas e eles me disseram que eu podia comprar uma pizza pois almoçaram tarde,la pelas 7.30hs comemos e ficamos vendo tv,os dois ja estavam à vontade comigo e a menina acabou sentando no meu colo,nunca tive muito contato com crianças e nunca cuidei de nenhuma,com ela se mexendo fiquei de pau duro e me levantei pra mijar,quando estava mijando o carlos chegou e ficou olhando e rindo com cara de safado,nao sou nenhum santo e me virei pra ele pra ele ver melhor,meu pau tem uns 18 cm e é reto e liso como um pau de menino,sacudi e guardei mesmo duro;chegando na sala vi o carlos cochichar com a irma e ela na hora olhou para meu pau que continuava duro,chamei ele e na bricadeira perguntei o que ele tinha falado com ela,ele soriu e disse que nao falou nada,continuei insistindo e le disse que nao podia falar,depois de muita conversa ele me pediu segredo e me contou que falou pra irma que meu pau era maior e mais bonito que o do pedro,um vizinho de quatorze anos,eu me interecei e procurei entrar nos detalhes e os dois me disseram que esse vizinho enfiava na bunda deles e que doia um pouco,ele fazia os dois chuparem seu pau e chupava o pauzinho de carlos,tambem mandava carlos meter na xerequinha da irma,ja estava com o pau pra fora da bermuda e batia uma punheta de leve,puxei o carlos e fiz ele me chupar,ele fez direitinho sem encostar os dentes,quase gosei,mas foi a lucia que mais me surpeendeu,ela chupava e lambia como se tivesse feito isso a vida toda,nao resisti e gosei segurando a cabeça dela, a menina nem engasgou e engoliu quase toda porra;me levantei tirei a bermuda e as roupas deles,lucia tinha o tamanho certo para a idade,um pouco a cima do peso,branquinha cabelos cacheados com uma xerequinha miuda,a bundinha era gordinha,carlos e moreno,mas magro que lucia pauzinho com uns 6 cm e sem fimose,uma bundinha linda,lisinha,botei os dois de quatro e fui olhar seus cuzinhos,aqui nos contos ja li varias vezes que o cu fica mais fundo quando leva pau,e realmente os dois tinha os buraquinhos fundo,cai de lingua nos dois e fiquei imaginando se meu pau entraria ali,virei a lucia de frente e chupei muito sua bucetinha,ai ela me pediu pra enfiar no cuzinho dela,me levantei e fui buscar um kit que tinha comprado numa loja on line,passei um lubrificante nela e no meu pau e botei ela deitada na beira da cama com os pes pra baixo,fui bem devagar e a cabeça entrou, ela reclamou e fiquei enfiando e tirando a cabeça no cuzinho dela,nisso o carlos me pede pra fazer com ele,repeti o que fiz com a irma e meu pau foi enntrando,percebi que ele sofria um pouco e quando perguntei se ele queria para ele disse nao,demorou um pouco mas meu pau se alojou todo no cuzinho dele,fiquei parado por um tempo e fui tirando e enfiando ate gosar,ja estava tarde e fomos dormir,acordei de manha e ao entrar no banheiro vi o carlos cagando minha porra,quando ele acabou entramos no chuveiro,lavei ele e levei direto pro quarto,lucia ainda dormia,lubrifiquei meu pau e meti tudo,dei uma foda memoravel e gosei muito que chegou a escorrer saindo do buraquinho,que aliaz agora era um buracao,lucia acordou e dei um banho nela,tomamos o cafe da manha e estavamos pelados, ficamos na brincadeira de chupa e esfrega ate que lucia foi ao banheiro cagar,fui lavar ela e vi um cocô bem grosso no vaso,deitei ela na tampa do sanitario e com o pau bem lubrificado meti e entrou quase todo,enxi o cuzinho dele de porra que quando fomos pra sala,escorria pelas pernas dela,depois do almoço de outra gosada no carlos e quando estava quase na hora da lurdes chegar gosei com lucia me chupando,combinamos que eles nao contariam pra ninguem,nem para o vizinho pedro;descobri que lurdes tinha um amante e passei a ficar com as criaças pra ela sair com ele,isso durou um bom tempo e lucia ja aguentava todo o meu pau.;…
se gostaram comente,mesmo os que xingam……
conto do velho.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,67 de 6 votos)
Loading...