A filha da minha namorada

Autor

Meu nome é Evans tenho 28 anos essa historia começou a acontecer a um ano mais ou menos. Assim que me formei fiz um concurso público federal fui morar no interior uma dessas cidades pequenas, la tinha como vizinha a Celia, uma mãe solteira muito nova e gostosa, ela era mãe de duas menininhas lindas, sabrina 08 e Suzana 09. Comecei a me relacionar com a mãe das meninas e com isso fui ganhando a confiança dela. Eu trabalhava durante o dia como engenheiro, chegava em casa por volta das 17:30. Celia trabalhava como tec. Enfermagem a noite dia sim dia não, as meninas iam sempre pra casa da Vó nos dias em que a mãe trabalhava. Ja tínhamos uns 08 meses de namoro e eu sempre ali olhando comendo pelas beiradas,colocava as meninas no meu colo, alisava as pernas delas, uma de cada vez, brincava de cosquinhas, as meninas adoravam e me chamavam de Tio E. Eu comecei a dormir na casa da Celia nas noites em que ela estava em casa. E com isso as meninas começaram a se aproximar muito mais. Até que a Célia estava atrasada pra ir trabalhar e me pediu pra ficar com as meninas, fiz cara de paisagem como se fosse algo qualquer mas por dentro estava fazendo a dancinha da vitoria. Ela saiu pra trabalhar por volta das 18:45. Umas 20:30 dei janta pras meninas fomos ver um pouco de TV antes de colocar elas pra dormir. Nesse tempo aqui observando pude constatar que a mais velha era mais receptiva talvez mais carente. Na sala coloquei Suzana no meu colo e Sabrina deitou com os pés no meu colo. Fiquei ali duro como rocha alisando a Suzana as vezes dava um beijo no pescoço dela e ela se arrepiava. Umas 21:30 mandei elas pra cama. Eu fiquei na sala pensando em qual seria meu próximo passo, não podia fazer nada precipitadamente senão perderia a confiança das meninas. Nisso Suzana apareceu na sala vestindo uma camisola curta e me pediu pra ficar mais um pouco acordada. Óbvio que deixei com a condição que isso fosse um segredo nosso, fui no quarto conferir e vi que a Sabrina estava dormindo. Fui ao quarto de Celia coloquei um short de dormir e fiquei sem camisa. Já na sala coloquei novamente Suzana no meu e comecei a me esfregar, minha mão começou a subir pelas coxas grossas dela, nisso perguntei se ela gostaria de brincar comigo so que era uma brincadeira de adultos e ela adorou a ideia. Coloquei ela sentada de pernas abertas no meu colo e de frente pra mim. Beijei seu rosto, pescoço e clavícula e ela se mexendo no meu colo como se sentisse arrepios, olhei pra ela e perguntei se podia beijar a barriga dela ela deixou deitei ela no sofá e tirei a camisola dela e beijei os pequenos peitos ainda em formação passando a língua nos bicos, fui descendo pra barriga e ela começou a rir de cócegas, ri junto, quando ela parou perguntei se ela gostava de mim e se me deixaria dar um beijo mais pra baixo, ela me olhou desconfiada, falei que era algo que eu fazia com a mãe dela e ela deixou. Tirei sua calcinha e ela ficou nua na minha frente e eu sabia que não conseguiria parar a partir dali. Quando encostei a lingua em seu clitoria ela tremeu e tentou sair, pedi pra ela ficar e passei a lingua lentamente em toda sua periquita, quando percebi ela estava se contorcendo eu continuei até ela gozar. Quando ela terminou levantei limpei minha boca e perguntei se ela não queria fazer o mesmo por mim, ela falou que sim. Coloquei meu penis pra fora do short e pedi pra ela colocar a boca, ensinei ela como gosto que me chupem e ela fez, quando percebi que estava quase gozando pedi pra ela não parar que iria acontecer comigo o mesmo que aconteceu com ela e gozei gostoso naquela boca pequena ela engoliu, vesti suas roupas e a coloquei pra dormir confirmando que aguardaria nosso segredo. Fui dormir mais relaxado e sabendo que teria todo tempo do mundo pra fazer tudo que estava na minha cabeça.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,50 de 2 votos)
Loading...