#

Sou Taxista e me envolvi com um passageiro

936 palavras | 8 |3.75

Bem o que tenho para contar aconteceu comigo, sou taxista trabalho como auxiliar não sou o dono do Taxi, um dia conversando com colegas no ponto houvi falar de um senhor que trabalha na Receita federal, diziam os colegas que ele é viado fica querendo pegar no pinto dos motoristas, ninguém gosta de faze corrida para ele, um dia acabei me defrontando com o mesmo, ele fazia uma corrida ate boa dava uns R$ 38,00 reais, conversamos muito neste dia , ele fez varias perguntas, e acabou ficando meu cliente, pediu para eu pegar ele no dia seguinte na casa dele, eu fui de manha, e pediu para eu voltar as 18 horas, tudo bem.

Eu na verdade sou uma pessoa alegre, simpático, tenho um corpo bonito uma bunda carnuda, adoro usar roupas justas, calça jens apertadinha, mostrava bem a minha bunda, meu pau é pequeno tenho 14 cm, neste dia ele trouxe umas caixas, e pediu para eu ajuda-lo, no prèdio onde ele mora mandou eu entrar ele tem garagem privativa, e não tem carro, ajudei ele descarregar as caixas, ele sempre dava umas gorjetas boas, já no interior do apto dele me ofereceu um suco, e nisso acabou pegando no meu pau, que já estava meio duro, quis chupar eu disse que não dava o serviço estava ruim eu tinha que aproveitar o horário de pico, mais ele me ofereceu R$ 100,00, acabei aceitando deixei ele chupar meu pau, nesse chupa chupa ele acabou chupando o meu cuzinho, nossa me deixou louco de tesão, e começou a brincar com o pau no meio da minhas pernas eu deitado na cama de bruço com a bunda para cima, ele gozou em cima da minha bunda, me lavei e fui embora, no dia seguinte voltei busca-lo na parte da manha levando ele para o serviço e marcamos de eu pegar ele a tarde.

Neste dia não foi diferente ele pagava a corrida e me convidava para tomar um suco, já no Apto, ele começava a me chupar eu fica pelado, ele chupava minha bunda eu ia ao delírio, já brincado com o pau no meio da minhas pernas ele deitado sobre o meu corpo dizia no meu ouvido quero meter neste cuzinho, deixa, eu dizia dentro não, mais para falar a verdade estava morrendo de vontade, ele insistiu e disse te dou R$ 500,00, nossa a situação estava tão preta, o movimento do Taxi bem fraco, eu precisando de uma grana, e ainda morrendo de vontade, fiz um cu doce, bem porque a rola dele era grande e grossa, eu dizia eu não vou aguentar, ele passou um creme lubrificante que ate acho que era anestésico, e começou a pincelar o meu cuzinho, e dizia relaxa, e forçou a cabeça, nossa doeu um pouco ele tirou e novamente começou a penetrar quando dei fé esta com aquela rola todinha lá dentro, ele ficou bem uma meia hora ou mais fodendo o meu cu, sem brincadeira quando ele gozou eu empurrava minha bunda contra seu pau ate o saco encostar na minha bunda e acabei gozando sem nem tocar no meu pau, nossa que delicia sentir aquele leitinho quente jorra dentro do meu cu, o tesão era tanto que nem pensamos na camisinha, foi maravilhoso.

Ele me deu os R$ 500,00 reais, eu fui embora, passai o resto do serviço com o meu cu ardendo, já no ponto um outro motorista perguntou-me você que esta servindo o Fiscal, eu disse estou ele sempre me chama, este motorista um negro forte, boa pinta, acabou me dizendo que fez muita corrida para ele, assim ficamos.

Na verdade passei um seis meses fodendo com o coroa, ele era muito legal, um dia ele me falou que havia sido transferido para o Rio de Janeiro iria passar uns meses lá, nossa fiquei com saudades, e vontade de dar o cu e claro.

Um dia no ponto acabei novamente me encontrando com o negrão, ficamos conversando ele me disse que o Fiscal havia ido para o Rio de Janeiro, e me confessou que ele fodia com o coroa também, só que ele comia o coroa, e em conversa ficamos amigos, ele então me convidou um dia para ir no Apto dele ele morava sozinho, nossa quando eu vi o negrão pelado não acreditei, brincando eu disse nossa o coroas aguentava isso tudo, ele muito esperto disse eu sei que você também aguenta, eu respondi tu é louco, mais o tesão bateu, não sei como ele foi tirando a minha roupa me deixou peladinho me deitou na cama de bruço e ficou brincando tentado colocar aquela rola preta na minha bunda, nossa doeu mais o tesão era maior foi todinha, 23 cm, e muito grossa, ele fodeu muito o meu cu, tirava e colocava tudo ate o saco, fiquei de quatro, de frango assado, ate ele encher o meu cu de porra, nossa que delicia, assim ficam os grande amigos, de vez em quando a gente se encontra para ele meter no meu cu, agora eu adoro, sou casado, minha mulher uma loira gostosa, bunda grande pernas grossas, seios de médios para grande, gostosa, adora sexo, inclusive anal, não sei como florou uma tesão de querer ver ela dando para o negrão queria ver ele metendo aquilo tudinho no cuzinho dela, estou tentando vamos ver se vai rolar, se rolar eu conto para vocês, vou ser corno e viado ao mesmo tempo.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,75 de 8 votos)

#

8 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Carlos Trancoso.

    Que conto gostoso, é tudo que quero.

  • Responder anónimo

    sou um cinquentão negro sou bi alguém de curitiba queira brincar

  • Responder Mildo

    Espero que ela der pro negão ..

  • Responder [email protected]

    MUITO BOM…….VAMOS ESPERAR ELA ENTRAR NA ROLA
    ABREAÇOS

  • Responder Janete Souza

    Adorei

  • Responder passivo discreto de Recife

    queria que esse taxista negão fosse de Recife. [email protected]

    • Meu nome jozenildo

      Oi sou de Recefe não sou negão nei táxista mas moro em Recife vamos conversar

  • Responder Fábio

    Leva ela prá meter com o Negrão depois conta como foi.