Me vinguei do meu irmão

Autor

Ola galera, meu nome é Osmar, mas sou conhecido por Cachorrão devido adesivo de cachorro enorme que tenho em meu quarto na bicicleta enfim, moro com meus pais e 2 irmãos, sou o caçula, Ghilherme 22 anos, jonas 20 e eu 19 anos, nunca me dei bem com eles, eles sempre diziam que eu era o paparicado, o mimado, ai ficavam sempre me enchendo o saco, brigávamos muito, em casa cada um tinha seu quarto, eu toco violão, guitarra, bateria, teclado, e eles implicavam por causa do barulho, noentanto meu pai mandou aumentar meu quarto e revestiu com material a prova de som, pra evitar brigas, mas Guilherme e Jonas se casaram e foram morar com as esposas dentro de casa, Jonas depois do casamento parou de implicar comigo e ficamos amigos, mas Guilherme era estupido demais, não tínhamos acordo, eu namorava e sempre levava minha namorada la em casa, e ele implicava dizia aki virou motel? ele falava com meu pai, faz ele se casar aki é casa de respeito, e devido essa implicância minha namorada terminou comigo, Ana a esposa de Jonas era muito legal, e passamos a nos dar muito bem, Raquel a esposa de Guilherme também era legal, mas devido Guilherme implicar comigo ela pegava também no meu pé, eu trabalhava em empresa numa multinacional, já eles eram pedreiros com meu pai, certo dia Guilherme chegou em casa e meu carro estava na garagem, não havia ninguém mas ele quebrou os vidros do meu carros, e com uma marreta amassou-o todo, furou os pneus, mijou dentro, quando meu pai chegou viu eu estava na faculdade ele me liga e fala, o que aconteceu com meu carro, eu vou pra casa, chamo a policia, mas não havia sinal de arrombamento, Jonas tinha ido a uma festa e só voltariam na madrugada, então só podia ter sido Guilherme, minha mae desconfiou, meu pai também, noentanto que meu pai falou, eu pago o conserto, mas eu falei, não pai, deixa que eu pago, até Raquel ficou chateada, eu paguei o conserto meu pai instalou câmeras, mas eu estava furioso com Guilherme, e já tinha jogado na cara dele, ele nem se defendia, Raquel certa vez veio a mim e falou, que Guilherme era muito injusto comigo, meu pai fez ate uma parede dividindo a minha garagem da dos outros, eu passei a conversar mais com Raquel, e ela começou a me contar que Guilherme só falava mal de mim, eu havia comprado alguns perfumes de uma vizinha, e combinei de pagar no dia do meu vale, mas meu irmão ficou sabendo e encheu a mulher com caraminholas, o marido da mulher foi la em casa tirar satisfação, mas eu já estava com o dinheiro, e paguei adiantado, eu perguntei ao cara quem falou mal de mim, ele falou, foi teu irmão, me desculpa, resolvido, eu falei, vou me vingar de Guilherme, ai comprei vários perfumes que Raquel gostava, e comprei varias lingerie da Demilus, ai dei um perfume pra Raquel, e falei a ela, não diga nada a ninguém, ai conversávamos muito, depois eu dei outro, e fomos ficando muito achegados, eu passei a chegar bem mais cedo em casa, e tinha mais tempo pra conversar com ela, minha mãe começou a trabalhar como cabeleireira e Ana mulher de Jonas passou a ajuda-la, mas Raquel ficava em casa, ai eu comecei a entrar na empresa de madrugada, e chegava em casa por volta do meio dia, a noite tinha faculdade, e ai tinha tempo pra galantear Raquel, estávamos bem achegados, eu já tinha dado todos os perfumes pra ela, já ficávamos vendo filmes juntos, a tarde eu semrpe comprava coisas gostosas, ela muitas vezes ficava de saia curta, se descuidava e a calcinha ficava de fora, as vezes ela ia ao meu quarto outras ficávamos sentados no sofá assistindo filmes, ai certa vez eu resolvi arranjar um dvd de filme erótico, e disse que era outro filme, era reproduzido então não tinha encarte, ai começamos a ver e percebemos que não era o filme que disse, eu ia tirar mais ela falou, ah já que esta ai, vamos ver, eram cenas de sexo oral, mulher chupando e bebendo a porra do cara, outras vezes a mulher de quatro, o cara metendo, eu coloquei a almofada em cima do pau pra desgarçar, e ela falou, homem é fogo, se excita fácil né? eu falei, sim, mas e vc, demora mais? ela falou, ah as vezes é rápido, mas algumas vezes eu nem estou no clima, ai eu perguntei, mas e agora? ai ela falou, ah mexe sim, eu falei, o meu fica duro, mas a sua fica molhada? ela falou, molhada? esta encharcada, ai eu falei, ah por falar nisso, eu ganhei umas coisas e acho que ficara bem em vc, ela falou, o que? eu falei, vamos tirar esse filme e ir ao meu quarto, tiramos e fomos ao meu quarto, eu pego as lingerie e dou a ela, ela ama cada peça, ai fala, vc comprou? eu falei, não ganhei numa rifa, mas achei que só ficaria bem em vc, ela falou, pq não deu a uma namorada ou pegante sua? eu falei, não em vc ficaria melhor, ela me abraçou e agradeceu, ai eu disse, ah mais vc não pode colocar pra eu ver, ela falou, não, mas gostei, eu falei, ta bom, tudo é pra vc, ela pegou e saiu, ai tomamos café, ela falou, poxa vc me deu, e eu não posso por pra vc, mesmo sabendo vc quis me dar, eu falei, sim, o importante é que vc gostou, ela falou, vou tomar banho pra por uma, e saiu, entrou no banheiro tomou banhou, e saiu, ai eu falei, ficou boa? ela disse, direitinho, ai ela falou, vem aki vai, e levantou a saia, olha vc merece ver, humm estava bem enfiada, ai eu falei, e as outras sera que ficam boas também? ela falou, vamos rápido vai, e fomos ao quarto dela, ela na minha frente tirou e colocou a outra, embora a saia tapava a buceta, e foi colocando uma a uma, quando estava na ultima ela tirou eu levantei a saia dela, e vi a buceta dela, ela falou, cuidado, senão vai se dar mal, e eu disse, ou bem, ai ela falou, eu sou sua cunhada, e eu disse, é mas não pe capada, ela falou, não, mas é perigoso, eu já peguei na barriga dela, ela falou, Osmar é perigoso, se teu irmão descobre? eu nem estava mais querendo que ele soubesse, só queria comer Raquel, ai eu disse, mas ele não precisa saber, ela falou, tenho medo, eu disse, calma, ninguém precisa saber, ela não me impediu e eu a beijei, ela me abraçou, e correspondeu, eu já passei a mão, ela já me puxou pra cama, e não havia mais o que impedisse, ela já sem calcinha, eu tirei o pau pra fora, e introduzi na buceta, entrou e ela já gemendo me puxando pra ser mais rápido, afinal já estava perto de chegarem, não demorou e gozamos muito, eu fui logo ao meu quarto tomar banho, me arrumei a fui pra faculdade, quando cheguei comi algo, e fui dormi, por dua horas, depois acordei e fui trabalhar, naquele dia voltei bem mais cedo, as 8:00hs, dormi ate as 10 e ela me acorda, eu abro a porta do quarto ela já vem me beijando, com saia curta e blusinha de alsinha, eu a levo pra cama e transamos muito gostoso, depois que gozamos nos recompomos, ela vai fazer almoço, dai antes do almoço, na cozinha ela me chupa, eu gozo na boca dela, almoçamos e ali mesmo ela fica apoiada a mesa e eu vou por traz e meto gostoso, depois na cadeira ela senta de frente pra mim encaixada em mim eu chupo os seios, e passamos a transar todos os dias, Guilherme era sempre muito grotesco com ela, brigava do nada, muitas vezes meu pai o repreendia, mas ela era sempre grotesco, comigo nem nos falávamos, ate que um dia tinha uma amiga minha que estava dentro do meu carro, em frente a minha casa, eu só fui pegar algo em casa e já tava voltando, quando ouvi um barulho de vidro quebrando, alguém jogou um pedra e acertou Carol, essa amiga, além de quebrar o parabrisa acertou ela em cheio, bem na boca, estourou a boca da menina, eu a levei ao medico meu pai saiu rápido chamou a policia, mas vizinhos viram que foi meu irmão, os policiais receberam um denuncia anomina dizendo que foi meu irmão, alguém viu e filmou ele com a pedra na mão, o levaram e os pais de Carol o processaram, meus pais ficaram contra ele, embora ele não ficou preso, mas teve que pagar indenização a Carol, eu já estava furioso, até nos pegamos e eu o enchi de porrada, Raquel ficou muito sentida com ele, e resolveu falar que já estava dando pra mim a um tempo, ate mostrou umas filmagens que ela tinha feito, ela ficou mais furioso ainda, e quis bater nela, mas eu não deixei, nem meu pai, ate Jonas ficou contra ele, e o culpou pela traição, ele quis quebrar as coisas e meu pai o fez sair, ele passou a dormir na garagem, Raquel voltou pra casa dos pais, e se sentiu aliviada de ter se separado dele, hj esta esta casada com um cara gente boa, meu irmão nme arrumou mais ninguém, continua dormindo na garagem, nem meu pai da atenção a ele, essa e o conto, aventura, confusão entre irmãos, mas eu tracei muito minha ex cunhada, espero que gostem.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,00 de 1 votos)
Loading...